R.B. 28/JAN/20 "Focado no seu objetivo maior"



"Focado no seu objetivo maior"

São Paulo, 28 de janeiro de 2020 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando parte das fortes perdas registradas no pregão anterior, que ao que tudo indica proporcionaram um novo ponto de entrada para os investidores tupiniquins que seguem o movimento de transição da renda fixa para a variável e (2) o DÓLAR pode cair, em um “ajuste técnico” após fechar a sessão anterior no maior patamar desde 2/DEZ/19, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -3,3%, registrando a maior baixa diária desde 27/MAR/19e passando agora a acumular uma baixa de -1,0% no ano, prejudicada pelo aumento dos temores com o coronavírus, cujo foco está na China, principal destino das  exportações brasileiras de siderurgia, mineração, papel e celulose e frigoríficos e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 4,21, rompendo facilmente a “resistência” dos R$ 4,20, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela expectativa de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China permaneceu fechada por conta do feriado de ano novo lunar e Japão -2,0%, registrando a maior queda em 5 meses, com destaques negativos para as ações ligadas ao turismo, diante da rápida disseminação do surto de coronavírus que teve início na cidade chinesa de Wuhan, (2) da EUROPA, Inglaterra -2,3%, França -2,7% e Alemanha -2,7%, pressionadas pelo aumento dos temores de que o surto de coronavírus prejudique a economia global, o que causou perdas mais intensas nas empresas do setor aéreo, como Lufthansa (-4,3%), Air France (-5,6%), British Airways (-5,5%) e Easyjet (-4,9%) e (3) dos EUA, registrando os piores desempenhos em cerca de 4 meses, S&P -1,6%, DJ -1,6% e NASDAQ -1,9%, influenciadas pelo mesmo motivo que derrubou as demais bolsas mundiais e fez o índice de volatilidade VIX, considerado o "medidor de medo" de Wall Street, subir 25,2% no fim do pregão.

Diante da disparada do número de infectados e mortos pelo coronavírus, a agência de classificação de risco S&P “alertou” que o crescimento do PIB chinês pode cair cerca de -1,2% em 2020 caso os gastos de consumo, especialmente em transporte e diversão, caiam -10%.

Entendendo que a inflação está controlada e que a economia deve ser estimulada, o “mercado” (1) manteve em 2,31% suas projeções para o crescimento da economia tupiniquim neste ano, (2) reduziu pela quarta semana consecutiva, desta vez de 3,56% para 3,47%, suas “apostas” para a inflação medida pelo IPCA em 2020 e (3) diminuiu, de 4,50% para 4,25%, suas expectativas para a taxa básica de juros em 31/DEZ/20.

Confirmando a crescente atratividade do Brasil, nos 24 primeiros dias de JAN/20 as empresas brasileiras captam US$ 7,3 bi no exterior, o que supera em cerca de 10 vezes o valor auferido em todo mês de JAN/19 e representa o melhor janeiro desde 2011.

Ajudando no controle da inflação, os preços da carne bovina, após a disparada de 2019, já recuaram -5,0% nas últimas 4 semanas, porem o fogo na Austrália prejudicou a produção de carne no referido país, que como o Brasil exporta bastante proteína animal para a China.

Influenciado pela desaceleração da economia na Argentina e pela redução da demanda por soja brasileira, porem melhor do que o projetado pelo BC (US$ -51,1bi), o déficit em transações correntes do Brasil fechou 2019 em US$ -50,7bi, o que representa uma alta de 22,2% sobre 2018 e no pior dado em 4 anos.

Como fruto da redução da taxa básica de juros, que se encontra no menor patamar da história (4,5%), em 2019 os resgates de recursos do Tesouro Direto, programa de negociação de títulos públicos para pessoas físicas, registraram um salto de 83,6% na comparação com 2018.

Política:

Focado no seu objetivo maior”, que certamente é ingressar no STF, onde pode permanecer até os 75 anos, e assim moralizar a referida Suprema Corte tupiniquim, Sergio Moro, brilhante ministro da Justiça e Segurança Pública, disse que não há motivo para deixar o governo e que irá apoiar Bolsonaro caso ele tente se reeleger em 2022.

Preparando “um poste novo” para Lula em 2022, Gleisi Hoffmann, presidenta da organização criminosa petista, disse que o atual governador do Maranhão Flávio Dino, do PCdoB, é uma alternativa disputar a presidência do Brasil.

Ressaltando que “gosta para caramba” de Bruno Covas, prefeito do PSDB em SP que tentará reeleição, o apresentador Luiz Datena, depois de colocar 5 stents no coração, “avisou” que sua candidatura à prefeitura paulistana está “quase descartada”.

Acusado de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa, por ter favorecido seus clientes no rateio das verbas publicitárias do governo, Fabio Wajngarten, chefe da Secom, será investigado pela Polícia Federal a pedido do Ministério Público Federal.

Segundo o ministro Celso de Mello, do STF, o deputado Wilson Santigo, do PTB da Paraíba e que foi alvo da Operação Pés de Barro, pôs seu mandato a serviço de uma agenda criminosa e deve ser imediatamente afastado das atividades do Congresso Nacional.

Crítica:

Mostrando, pela enésima vez, como é importante privatizar tudo que é possível e dar ao governo a possibilidade de demitir vagabundos e incompetentes, os funcionários públicos de SP da Dataprev, que é a empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social, anunciaram que entrarão em greve a partir de quinta-feira (30), prejudicando a população e aumentando a fila do INSS.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário