R.B. 4/DEZ/09 ''O dólar de lado''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"O dólar de lado"

São Paulo, 4 de dezembro de 2009 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em queda, ainda realizando lucros recentes, diante das sinalizações de reduções das medidas de incentivo à recuperação econômica por parte dos BCs mundiais.
- O DÓLAR pode subir, ''ajustando-se'' a piora do ''humor'' na Bovespa após o fechamento do mercado cambial de ontem, porem deve-se ressaltar que a tendência inda é de queda, diante da manutenção do fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA -0,4%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,1%, porem, finalmente realizando lucros, passou a cair na ultima hora do pregão, com bom volume d negócios (R$ 6,5bi) e acompanhando o movimento das bolsas de NY, diante da divulgação de indicadores econômicos abaixo do previsto nos EUA e do recuo das commodities.
- DÓLAR -0,7% à R$ 1,71, já abriu em queda e, seguindo a tendência externa da moeda norte-americana, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-1,9%) e pelo fluxo positivo de recursos externos.
- Na ÁSIA, seguindo o bom desempenho positivo das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 3,8%, CORÉIA 1,5% e CHINA 0,2%, com destaques de alta para siderúrgicas e mineradoras, diante da valorização das commodities e do dólar frente as moedas locais.
- Na EUROPA, sem uma tendência única, no dia em que o BC europeu manteve a taxa básica de juros em 1,0%, INGLATERRA -0,3%, FRANÇA 0,2% e ALEMANHA -0,2%, divididas entre o relativo pessimismo com setor de serviços nos EUA e as declaração de Jean-Claude Trichet, presidente do BC europeu, de que o banco melhorou sua previsão de crescimento da zona do euro em 2010, de 0,2% para 0,8%.
- Nos EUA, revertendo uma abertura positiva para fecharem em queda pelo segundo pregão consecutivo, S&P -0,8%, DJ -0,8% e NASDAQ -0,5%, pressionadas principalmente pela divulgação de dados ruins do setor de serviços.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Colocando o ''dedo na ferida'', Armínio Fraga, ex-presidente do BC e atual presidente do conselho da BVM&F, afirmou que a "máquina de bolhas" da economia mundial continua funcionando, enquanto líderes lutam contra a recessão com políticas fiscais e monetárias fáceis, mas não conseguem resolver desequilíbrios econômicos globais.

''Apostando'' que 2010 será muito melhor que 2009, Carlo Lupi, ministro do Trabalho, afirmou que serão criados mais 2 milhões de empregos no Brasil em 2010, ressaltando que isto será a melhor prova de que o Brasil entrou numa fase de crescimento sustentável.

Na direção oposta da crise financeira internacional, no Brasil, durante os 11 primeiros meses de 2009, o volume de crédito liberado para a aquisição de veículos registrou aumento de 10,1% na comparação com o mesmo período de 2008.

Ajudando a ampliar a oferta de empregos no setor que mais emprega no Brasil, também nos 11 primeiros meses de 2009 a Caixa Econômica Federal concedeu financiamento imobiliário de R$ 39,3bi, valor que, alem de recorde, supera em 93% o registrado no mesmo período do ano passado.

Dando mais um importante sinal de recuperação da economia interna, em NOV/09, principalmente como reflexo da recuperação da indústria, o consumo de energia elétrica foi 7,5% superior ao volume constatado em igual período em 2008.

Colocando ''o dólar de lado'', no mês passado, pela primeira vez na história, Brasil e China realizaram a primeira operação financeira diretamente nas moedas dos dois países, sem conversão para o dólar, finalizando uma idéia que nasceu durante a visita de Lula à Pequim em MAI/09.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Colocando 100% da oposição na defensiva, após as denuncias de corrupção no governo do DEM do Distrito Federal, ontem, por 5 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal transformou hoje o senador tucano Eduardo Azeredo em réu em uma ação penal pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro por envolvimento com o mensalão mineiro.

Contrariando uma ''vontade'' de Lula, que quer que o PT do RJ apóie reeleição do governador peemedebista Sérgio Cabral, o petista Lindberg Farias, atual prefeito de Nova Iguaçu, afirmou que já tem votos suficientes no Diretório Estadual do PT do RJ para aprovar a sua candidatura ao governo do Estado.

''Fã de carteirinha'' do governador de MG, o senador tucano Tasso Jereissati afirmou que Aécio Neves "assusta cada vez mais" os adversários e defendeu que em JAN/10 o PSDB já tenha um candidato nas ruas, em campanha.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Como PT, PSDB e DEM tem seus mensalões, todos eles obviamente em ''parceria'' com o PMDB, em 2010 os candidatos à Presidência da República e a governador, acostumados a subir nos palanques para exaltar suas qualidades e bater nos pontos fracos dos adversários, terão que pensar em outra estratégia, já que "o roto não pode falar do esfarrapado".
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário