R.B. 4/DEZ/19 "Mantendo o monopólio do plantio com os chefões do tráfico"



"Mantendo o monopólio do plantio com os chefões do tráfico"

São Paulo, 4 de dezembro de 2019 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, para ampliar a valorização acumulada no ano (24,0%), impulsionada pela melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais, pela valorização das commodities e pelo aumento das "apostas" de crescimento da economia tupiniquim em 2020 e (2) o DÓLAR pode cair, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e devolvendo mais uma parte da forte valorização ainda acumulada no ano (8,6%).

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, dividida entre as perdas das bolsas de NY e o resultado acima do esperado do PIB tupiniquim no terceiro trimestre deste ano, em um pregão com bom volume de negócios (R$ 17,4bi) e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 4,20, mesmo após fechar o pregão anterior no menor patamar em 10 dias, diante da expectativa de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,6%, realizando lucros recentes, pressionada por ações ligadas a consumo e China 0,3%, ainda beneficiadas pela divulgação de dados melhores do que o esperado da economia do país, (2) da EUROPA, devolvendo os ganhos da abertura, Inglaterra -1,7%, França -1,0% e Alemanha -0,1%, diante dos "temores" de que o governo norte-americano aumente as tarifas de importação dos produtos europeus e (3) dos EUA, S&P -0,7%, DJ -1,0% e NASDAQ -0,5%, pressionadas por declarações de Trump sobre o comércio e com destaques de queda para as ações dos setores de energia, financeiro e de consumo discricionário.

Apesar de manter o dia 15/DEZ/19 como data chave para implementar a chamada fase 1 do processo, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, afirmou ontem que um acordo comercial entre as duas maiores economias do globo não tem prazo para ser alcançado, e pode ficar para depois da eleição de 2020 à Casa Branca.

Surpreendendo o "mercado", que esperava 0,4%, e mostrando que o país está no caminho certo, o PIB tupiniquim do terceiro trimestre cresceu 0,6% em relação aos 3 meses anteriores, impulsionado principalmente pelo setor privado, o que é mais uma ótima notícia.

Dando novos sinais positivos da economia tupiniquim, (1) em NOV/19 as vendas do varejo de SP foram 5,8% maiores do que no mesmo período de 2018 e (2) 48% dos empresários que tem a intenção fazer novos investimentos no último trimestre de 2019, patamar bem superior ao auferido no mesmo período de 2018 (38%).

Surpreendidos positivamente com o ótimo resultado do PIB tupiniquim no terceiro trimestre, cujo destaque foi o "robusto" crescimento do investimento, imediatamente bancos como Goldman Sachs e Citi revisaram para cima a perspectiva de crescimento para este ano e o próximo.

Conhecedor, como poucos, da dinâmica da economia tupiniquim, o Itaú, maior banco privado do país, "aposta" que a maior demanda de médias e grandes empresas pelo mercado de capitais e o baixo patamar da taxa básica de juros podem trazer um aumento entre 10% a 20% no volume de emissões nos segmentos de dívida privada e private equity (aporte de capital privado em empresas) em 2020.

Insistindo em não seguir o melhor caminho, que é permitir que bancos estrangeiros façam oferta pública de seus produtos e serviços no Brasil, o BC tupiniquim segue fingindo que acredita que o open banking é o melhor aposta para impulsionar a concorrência no monopolista setor bancário brasileiro.

Segundo Sergio Vale, economista-chefe da MB Associados, o agronegócio tupiniquim, que sustentou bons padrões de crescimento mesmo nos anos de crise da economia brasileira, terá novamente um grande destaque no PIB do país em 2020, impulsionado pelo crescente aumento da produtividade e pela abertura de novos mercados.

"Vendendo o sonho grande", que colhe os frutos internacionalmente na bolsa de NY, a gestora brasileira Vitreo já captou mais de R$ 36mi com dois novos fundos para investidores interessados em participar da abertura de capital da XP nos EUA.

Política:

Mostrando serviço e ajudando a melhorar as contas públicas do país, ontem uma Comissão do Senado aprovou, em votação simbólica, a reforma da Previdência dos militares, que agora segue para o plenário da Casa.

Por obra do nefasto Rodrigo Maia, presidente da Câmara, perdeu validade ontem a incrível Medida Provisória de Bolsonaro que desobrigava empresas de publicarem suas demonstrações financeiras no Diário Oficial e em jornais de grande circulação.

Canalhas e ladrões de dinheiro público, os parlamentares, comandados por Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, manobram no Congresso para elevar de R$ 2,0bi para R$ 3,8bi o valor destinado ao fundo eleitoral de 2020.

Também torrando dinheiro público para se promover, Bolsonaro, que se elegeu presidente com um celular e usando a internet do hospital, decidiu que vai gastar R$ 300mi em propaganda do seu governo.

Caminhando para enjaular um dos maiores bandidos do Brasil, ontem, por maioria de 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal decidiu aceitar uma denúncia contra o senador Renan Calheiros e abrir um processo penal contra o parlamentar por envolvimento em um esquema de corrupção na Transpetro, subsidiária de logística e transporte da Petrobras.

Certamente preocupando a organização criminosa petista e seus canetinhas de aluguel, ontem foi homologada a delação premiada de Luiz Henrique Molição, que integra o grupo de hackers que invadiu contas de autoridades públicas no Telegram, entre elas o ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da Lava Jato.

Em guerra aberta com o presidente, os membros do diretório nacional do PSL, presidido pelo deputado federal Luciano Bivar, confirmaram, por unanimidade, as suspensões e advertências a 18 parlamentares do partido e a dissolução do diretório estadual de SP, que era comandado por Eduardo Bolsonaro.

Integrantes do grupo Muda Senado combinaram de apresentar amanhã requerimento com assinatura da maioria dos 81 senadores pedindo votação neste ano do projeto de lei que regulamenta a prisão após condenação em segunda instância.

Ontem, por 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral admitiu o uso de assinaturas eletrônicas para comprovar o apoio mínimo necessário para a criação de novos partidos, porém, frustrando os planos do novo partido de Bolsonaro, não será possível implementar a mudança a tempo de registrar novas legendas aptas a disputar as eleições municipais de 2020.

Como não pode sair às ruas, já que sabe que será xingado de bandido e corrupto, Lula vai jogar bola com os terroristas do MST no campo de futebol de Chico Buarque, o velho babaca socialista que mora em Paris.

Como a retrograda direita tupiniquim está dividida, a Cúpula Conservadora das Américas, que iria acontecer em Fortaleza e que serviria de palanque para Eduardo Bolsonaro, foi adiada indefinidamente.

Crítica:

"Mantendo o monopólio do plantio com os chefões do tráfico" que ocupam os gabinetes parlamentares, os ministérios e as agências reguladoras de Brasília, a ANVISA, dominada por pessoas retrogradas, idiotas e canalhas, decidiu ontem proibir a plantação de maconha no Brasil e permitir apenas a venda nas farmácias de remédios feitos com a erva, que precisam ser importados de países civilizados.

Apesar de menos de 1% da população brasileira investir em ações, segundo uma pesquisa feita pelo SPC 10% dos brasileiros já caíram em investimentos falsos, como pirâmides, e obviamente perderam dinheiro.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário