R.B. 3/DEZ/19 "Elevado nível de imbecilidade"



"Elevado nível de imbecilidade"

São Paulo, 3 de dezembro de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, impulsionada pela divulgação do PIB tupiniquim, que deve confirmar a recuperação da economia brasileira, e iniciando um rali de fim de ano, que pode levar a bolsa a encerrar 2019 acima dos 115.000pts e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, mesmo após fechar o pregão anterior no menor patamar em 10 dias, diante da expectativa de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, ignorando a piora do “humor” nas principais as bolsas mundiais, beneficiada pela divulgação de dados positivos da economia tupiniquim e impulsionada pela recuperação dos preços das commodities e (2) o DÓLAR caiu -0,7% à R$ 4,21, seguindo a melhora do “humor” na bolsa brasileira e também influenciado pela redução das “apostas” de novos cortes da taxa básica de juros do país.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,0%, no maior patamar em 14 meses e China 0,2%, impulsionadas pela divulgação índice de gerentes de compras do setor industrial chinês, que avançou de 51,7pts em OUT/19 para 51,8pts em NOV/19, atingindo assim o maior patamar desde DEZ/16 e marcando o quarto mês consecutivo de expansão, (2) da EUROPA, devolvendo os ganhos da abertura, Inglaterra -0,8%, França -2,1% e Alemanha -2,0%,  prejudicadas por declarações protecionistas de Trump, que anunciou novas tarifas contra Brasil e Argentina, e pela afirmação Christine Lagarde, presidente do BC Europeu, ressaltando o compromisso da instituição com a busca da meta de inflação de quase 2% e (3) dos EUA, realizando lucros recentes, S&P -0,9%, DJ -1,0% e NASDAQ -1,1%, prejudicas pela redução das “apostas” de acordo comercial entre Pequim e Washington e pela divulgação de que o índice de atividade industrial do país recuou de 48,3pts em OUT/19 para 48,1pts em NOV/19, patamar bem abaixo do esperado pelo “mercado” (49,4pts).

Confirmando que a economia norte-americana continua forte, a Cyber Monday, dia após o feriado do Ação de Graças dos EUA e que oferece descontos em compras, estava no caminho para faturar um valor recorde em vendas online, de US$ 9,4bi.

Ao anunciar, pelo Twitter, que vai voltar a taxar o aço exportado por Brasil e Argentina, Trump certamente fez a China avaliar quanto deve confiar nos acordos que fechar com o referido presidente dos EUA e CPT do mundo.

Após ser pego de surpresa com o anúncio do presidente Trump de que aplicará uma sobretaxa sobre as exportações de aço do Brasil, o governo Bolsonaro deve negar que atue para desvalorizar o real e argumentar que a adoção das tarifas deve prejudicar a indústria carvoeira dos EUA.

Cada semana um pouquinho mais otimista, o “mercado” (1) elevou, de 2,20% para 2,22%, suas “apostas” para o crescimento da economia brasileira em 2020 e (2) manteve em 3,60% suas projeções para a inflação medida pelo IPCA no ano que vem, patamar abaixo do centro da meta do BC (4,00%).

“Apostando” na recuperação da economia tupiniquim, as companhias alemãs Mercedes-Benz e Robert Bosch anunciaram ontem um investimento conjunto de R$ 70mi para a construção de um centro de testes veicular em Iracemápolis, cidade que fica a 170 km de SP.

Metendo o bedelho onde não deve e perdendo mais uma oportunidade para ficar calado, ontem, faltando menos de 10 dias para o início da última reunião do Copom, Bolsonaro afirmou que a taxa básica de juros da economia brasileira, que em tese é decidida pelo BC, cairá de 5,00% para 4,50% ao ano.

Tentando explicar sua inexplicável medida intervencionista, Campos Netos, presidente do BC tupiniquim, afirmou que seu objetivo, ao fixar um limite de 8% ao mês para os juros do cheque especial, não era tabelar preços, mas aperfeiçoar o mercado, ressaltando que a decisão foi tomada com base em questões técnicas.

Desta vez coberto de razão, Roberto Campos Neto, presidente do BC tupiniquim, afirmou que a medida de hedge (proteção) cambial com isenção tributária precisa avançar na Receita Federal para que o dinheiro estrangeiro volte para o Brasil.

Segundo “rumores”, a oferta da XP Inc na Bolsa de valores de NY, que deve ocorrer no dia 12/DEZ/19, pode alcançar até US$ 2,1bi, valor que é US$ -400mi abaixo do esperado inicialmente pelo “mercado” (de US$ 2,5bi).

Fruto positivo de uma administração séria e livre das garras da organização criminosa petista, a Petrobrás finalmente saiu da lista de empresas suspeitas do bilionário Fundo Soberano da Noruega.

Política:

Ilustrando o “elevado nível de imbecilidade” de alguns membros do governo Bolsonaro, Dante Mantovani, atual presidente da Funarte, afirmou que o rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto e que alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo.

Separando os políticos honestos dos corruptos, foi criada a frente parlamentar em defesa da prisão em segunda instância, que já conta com o apoio de 171 deputados e 32 senadores.

Frustrando mais uma vez a organização criminosa petista, seus canetinhas de aluguel e suas linhas auxiliares, Rinaldo Reis Lima, corregedor nacional do Conselho Nacional do Ministério Público, determinou o arquivamento de reclamação apresentada pelo nefasto deputado Paulo Teixeira, do PT de SP, contra o brilhante e heroico procurador Deltan Dallagnol.

Com dinheiro público, DEM, PP e Solidariedade, que são partidos do Centrão, iniciaram uma ofensiva publicitária para se apresentarem como alternativa à polarização entre petistas e bolsonaristas.

Beneficiado pela soltura de Lula, que aumenta a polarização, e pelos sinais, mesmo que ainda tímidos, de recuperação da economia, as sondagens internas dos partidos já apontam um aumento na aprovação popular do governo Bolsonaro.

Perdendo mais uma oportunidade para ficar calado, Bolsonaro, ao aventar a possibilidade de ter Moro como vice em 2022, queima o filme do atual ocupante do cargo, general Hamilton Mourão, e cria atritos com os evangélicos, que pleiteiam o posto.

Em mais um de suas declarações desnecessárias, ontem, em entrevista para o Jornal da Recorda, Bolsonaro afirmou que foi pressionado a demitir Paulo Guedes depois que o ministro falou no risco de “alguém pedir o AI-5”.

Crítica:

Confirmando que o Brasil, com mentalidade retrograda e um governo conservador, deve ser o último país do mundo a liberar a maconha, seja para uso recreativo ou medicinal, ontem Renato Porto, diretor da Anvisa que era abertamente favorável ao plantio da cannabis e do registro de medicamentos à base da planta, renunciou ao cargo.

Dando uma pequena amostra do tamanho da rapinagem que a organização criminosa petista fez nos cofres públicos tupiniquins, em OUT/19 a Lava Jato de Curitiba ultrapassou a marca de R$ 4bi efetivamente recuperados por meio da devolução voluntária de dinheiro roubado por réus e condenados, termos de ajustamentos de conduta, acordos de colaboração premiada e de leniência.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário