R.B. 23/DEZ/19 "Deixando de ser cabide de emprego de vagabundo e corrupto"



"Deixando de ser cabide de emprego de vagabundo e corrupto"

São Paulo, 23 de dezembro de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando a valorização das commodities, beneficiada pelos sinais positivos da economia tupiniquim e impulsionada pelo bom desempenho das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo o esperado “humor positivo” na bolsa brasileira e influenciado pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, recuperando quase todas as perdas da abertura, quando na mínima atingiu 114.525pts, para fechar o dia mantendo o patamar dos 115.000pts (aos 115.121pts), em mais um pregão de ótimo volume de negócios (R$ 25,2bi) e (2) o DÓLAR subiu 0,8% à R$ 4,09, recuperando parte das perdas auferidas no mês de DEZ/19 (-2,9%) e acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,2% e China -0,4%, devolvendo parte dos lucros auferidos na semana, após o BC chinês decidir manter inalteradas suas taxas de juros, (2) da EUROPA, recuperando as perdas da abertura, Inglaterra 0,1%, França 0,8% e Alemanha 0,8%, beneficiadas pela valorização das commodities e pela divulgação de dados melhores do que esperado do PIB inglês e do índice de confiança alemão e (3) dos EUA, batendo novos recordes históricos de alta, S&P 0,5%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,4%, ainda na esteira do otimismo com o acordo comercial do país com a China e desta vez também impulsionadas pela constatação de que o pedido de impeachment de Trump deve facilitar sua reeleição.

Caminhando em direção do Brexit, a Câmara dos Comuns do Reino Unido, agora de ampla maioria conservadora, votou a favor do acordo do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, dando assim mais um passo significativo para a saída do país da União Europeia em 31/JAN/20.

Descartando novos cortes da taxa de juros dos EUA em 2020, os estrategistas do banco Wells Fargo ressaltam que a economia norte-americana está bem posicionada para o novo ano e descartam a possibilidade de aprovação do impeachment de Trump ser aprovado no Senado, de ampla maioria republicana.

Ressaltando a importância do país como parceiro nas áreas de comercio e segurança, o senador norte-americano Marco Rubio, do Partido Republicano, pediu para Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, que priorize a ajuda para que o Brasil ingresse na OCDE.

Segundo Manraj Sekhon, estrategista da gestora ranklin Templeton, o otimismo em torno da agenda econômica do governo brasileiro tem criado um clima mais favorável para o investimento no país, que segundo ele tem o quadro mais favorável para os emergentes em 2020, com avanço das privatizações, que devem atrair capital externo, e de reformas, como a tributária.

“Deixando de ser cabide de emprego de vagabundo e corrupto”, as estatais federais, revertendo um crescimento observado durante os governos da organização criminosa petista, reduziram o número de funcionários em -71 mil ao longo dos últimos 5 anos, o que representa uma queda de -12,8% em relação ao auge observado ao fim de 2014 (522.856).

Fazendo mais com menos, o governo Federal projeta arrecadar neste ano de 2020 R$ 20,8bi com dividendos repassados por estatais, retornando assim o patamar registrado antes da crise iniciada em 2014 e superando em quase 3 vezes o valor auferido em 2018 (R$ 7,7bi).

Dando novos sinais positivos da economia tupiniquim, (1) apresentando o primeiro resultado positivo desde 2014, em 2019 o setor de planos de saúde deve fechar 2020 com um crescimento de 0,4% ou cerca de 200 mil novas vidas cobertas e (2) após baterem recorde históricos na Black Friday, o comércio varejista tupiniquim “aposta” que as vendas do Natal deste ano devem crescer 5,2% na comparação com 2018.

Criando um mercado ainda pequeno no Brasil, as vendas de cartões de presente para serviços de streaming e jogos dobraram no último trimestre na comparação com a média do ano nas lojas do Pão de Açúcar e do Extra.

Política:

Após dizer que não tem certeza se Sergio Moro seria aprovado como ministro do STF pelo Senado, Bolsonaro afirmou que convidará o referido ministro da Justiça para ser candidato à vice-presidente se ele tentar se reeleger em 2022.

Batendo no peito e chamando para si a responsabilidade, Bolsonaro “garantiu” que Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, prometeu para ele que não irá mais retomar as tarifas sobre o aço e o alumínio do Brasil.

Repetindo o que a nefasta imprensa tupiniquim insiste em não escutar, Bolsonaro mais uma vez excluiu a possibilidade de recriação da CPMF e defendeu uma reforma tributária que seja possível de ser aprovada pelo Poder Legislativo.

Mostrando, para a tranquilidade do “mercado”, que continua consciente das suas limitações técnicas, Bolsonaro reafirmou que, na área econômica, Paulo Guedes, brilhante ministro da Economia, é quem manda no país, e não o contrário.

Convidado para debater sobre a desigualdade e corrupção na América Latina, o apresentador Global Luciano Huck tentará ofuscar a presença de Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial de Davos no mês que vem.

Biscando formas de terem apoio para mudarem a lei e assim poderem se reeleger nas presidências da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, para tentar a “simpatia do mercado”, “mandaram dizer” que em 2020 aprovarão a autonomia do BC.

Para o desespero da organização criminosa petista e seus canetinhas de aluguel, o corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis Lima, arquivou uma representação contra Deltan Dallagnol por uma suposta conversa, roubada por um hacker, que ele teria tido com o então juiz Sergio Moro.

Janaina Paschoal, brilhante advogada e deputada estadual de SP, afirmou que protocolou no Senado um pedido de impeachment de Dias Toffoli, nefasto ministro do STF e ex-advogado da organização criminosa petista, pois ele usou o poder dele de maneira absolutamente fora do padrão, em flagrante crime de responsabilidade, para se blindar de investigações.

Atropelando o legislativo, que por sua vez protege seus bandidos, Celso de Melo, ministro do STF, decidiu afastar o deputado Wilson Santiago (PTB-PB), que foi um dos alvos de uma operação da Polícia Federal que apura superfaturamento de obras na Paraíba.

Após ser chamada de “a gordinha que atrapalha” pelo presidente do país, Joice Hasselmann afirmou que o governo Bolsonaro trabalha no Senado para segurar a volta da prisão em segunda instância para proteger Flávio Bolsonaro, acusado de promover o esquema de “rachadinha”.

Crítica:

Organização criminosa travestida de empresa e que cresceu com corrupção, tráfico de influência e dinheiro público, na sexta-feira a JBS, dona da Friboi, comprou por R$ 700mi as marcas de margarina Delícia, Primor e Gradina.

Brilhante e respeitado, o escritor Mario Vargas Llosa classificou como uma “tragédia” a vitória da chapa Alberto Fernández/Cristina Kirchner na Argentina e ressaltou que o pior do que está por vir.

A LegenDairy Foods, que produz queijo a partir de componentes do leite produzidos em laboratório, captou US$ 4,7mi junto a um grupo de investidores, que inclui a empresa alemã de medicamentos e tecnologia Merck, para melhorar seus produtos, feitos de castanha de caju e outros vegetais, mas sem ordenhar vacas.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário