R.B. 22/OUT/19 "Colocar um basta nas molecagens de seus filhos"



"Colocar um basta nas molecagens de seus filhos"

São Paulo, 22 de outubro de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, diante da valorização das commodities, do movimento ascendente das principais bolsa mundiais, da expectativa positiva para a divulgação de resultados trimestrais de peso, como os da Vale e da Petrobras, e da iminente aprovação definitiva da reforma da Previdência e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo os ganhos do pregão anterior, influenciado pelos mesmos motivos que devem manter o “humor positivo” na bolsa tupiniquim e também pelo fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,2%, renovando o recorde histórico de fechamento (aos 106.022pts), acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada pela gradativa melhora das perspectivas para a economia brasileira, em um pregão com bom volume de negócios (R$ 18,8bi) e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 4,13, recuperando parte das perdas registradas na última sexta-feira (-1,2%) e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2% e China 0,1%, à espera de novos avanços na disputa comercial entre Pequim e Whashigton, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,2%, França 0,2% e Alemanha 0,9%, beneficiadas pela consolidação da visão de que, apesar de ainda não haver resolução definitiva para o Brexit, os recentes desdobramentos no Reino Unido tornam um divórcio abrupto em 31/OUT/19 cada vez menos provável e (3) dos EUA, S&P 0,7%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,9%, com destaques de alta para as ações dos setores financeiro e de energia, iniciando a semana de expectativas positivas para divulgação de balanços importantes.

Se mostrando otimista, Liu He, vice-premiê da China, declarou que seu país e os EUA fizeram "progresso concreto" em muitas áreas durante a última rodada de negociações em Washington e construíram um fundamento importante para a assinatura de um "acordo em fases".

Apresentando números cada vez mais interessantes para quem investe em renda variável, o “mercado” (1) reduziu, de 4,75% para 4,50%, suas “apostas” para a taxa básica de juros no final de 2019, (2) diminuiu, de 3,28% para R$ 3,26%, suas projeções para o IPCA deste ano e (3) elevou, de 0,87% para 0,88%, suas expectativas para o crescimento da economia brasileira em 2019.

Confirmando mais uma vez o crescente interesse por investimentos no Brasil, ontem o governo realizou o primeiro leilão de áreas para exploração de minérios no país, que foi arrematado por R$ 15 milhões, mais 1,71% de royalties, pela Perth Recursos Minerais, empresa de origem australiana e com capital do fundo MMH Capital, de Dubai.

Dando novos sinais positivos da economia tupiniquim (1) a AliExpres anunciou que estuda abrir um centro de distribuição no Brasil, (2) o IPO da C&A teve uma demanda 3 vezes maior que a oferta, (3) o FGTS antecipado e 13º do Bolsa Família irão injetar R$ 14,5 bi extras na economia brasileira ainda neste ano e (4) a Cyrela busca R$ 800mi na Bolsa para investir na compra de escritórios e shoppings.

Em defesa de seu mercado, os fabricantes de água mineral natural preparam reação contra a iminente chegada da concorrência de água do mar dessalinizada que, após receber no final da semana passada a regulamentação da Anvisa, poderá ser vendida engarrafada.

Corroborando com a opinião de Bolsonaro, que antes de embarcar para a Ásia havia dito o Brasil está aberto a negócios independente de posições ideológicas, Tereza Cristina, brilhante ministra tupiniquim da Agricultura, afirmou que o governo brasileiro “não precisa e não deve se meter” na guerra comercial entre China e EUA.

-    A Boeing caiu -3,8% na bolsa de NY, diante de “rumores’ de que a ação pode ser rebaixada caso continue a haver atrasos na certificação dos modelos 737 MAX, que tiveram seus voos interrompidos após dois acidentes fatais.

Política:

Com baixa possibilidade de derrota, hoje a reforma da Previdência deve cumprir a sua última etapa de votação no Senado, reestruturando as regras de aposentadorias e pensões, economizando cerca de R$ 800bi em gastos públicos nos próximos 10 anos e ajudando, e muito, o Brasil a atrair novos investimentos externos.

Finalmente indicando que pode estar disposto a “colocar um basta nas molecagens de seus filhos”, ontem Bolsonaro (1) afirmou que não deve mais indicar seu filho Eduardo para a embaixada dos EUA e (2) pediu para seu filho Carlos parar de estimular a guerra no PSL.

Se lixando para o futuro do PT, o que é ótimo para o Brasil, Lula, que já “avisou” que quando sair da cadeia fará caravanas pelo país, afirmou que o partido deve lançar candidatos à prefeito em 2020 nas principais cidades do Brasil para que ele possa aparecer nos programas eleitorais se defendendo.

Apesar de comemorar, quase sozinho, a incrível redução de -7.905 assassinatos nos 8 primeiros meses deste ano na comparação com o mesmo período de 2018, Sergio Moro, brilhante ministro da justiça tupiniquim, afirmou que os números cairão ainda mais se as leis não forem afrouxadas.

Diante da suspeitíssima decisão de Dias Toffoli, nefasto presidente do STF, de interromper todas as investigações e processos criminais no país com base nos relatórios da Unidade de Inteligência Financeira (antigo Coaf), a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) alertou que a capacidade do Brasil de investigar e processar casos de suborno estrangeiro está seriamente ameaçada.

Em sua “luta para soltar bandidos”, Dias Toffoli, presidente do STF e novo-amigo de Bolsonaro, teme uma onda de protestos contra as manobras para enterrar a Lava Jato e a intimidação mais agressiva vem de caminhoneiros, que gravaram vídeos ameaçando novas paralisações caso Lula saia da cadeia.

Condenado, já em segunda instancia, a 20 anos de cadeia por lavagem de dinheiro e peculato, Eduardo Azeredo, tucano e ex-governador de MG, apresentou um habeas corpus para Gilmar Mendes, nefasto ministro do STF, alega que seu processo é de trata de caixa 2 e, por isso, deveria ter tramitado na Justiça Eleitoral.

Dando mais uma prova do seu patriotismo e de sua incessante busca por justiça, Deltan Dallagnol enviou ao Conselho Superior do MPF um ofício em que recusa a disponibilidade para ocupar vagas abertas nas Procuradorias Regionais no Rio Grande do Sul ou Brasília, barrando assim a manobra que queria retirá-lo da coordenação da força-tarefa da Lava Jato.

Ainda sem efeito imediato, já que cabe recurso, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná cassou o mandato do deputado Federal Ricardo Barros, do PP do Paraná, que encampou e relatou na Câmara a nefasta proposta da Lei de Abuso de Autoridade.

Crítica:

Com os nefastos socialistas chilenos mostrando que, assim como os tupiniquins, não tem respeito pela democracia, uma onda de protestos violentos, com depredações e danos ao patrimônio público, já causou a morte de 11 pessoas no Chile e obrigou o governo a colocar o exército nas ruas e a decretar um toque de recolher.

Evo Morales, ditador da Bolívia e aliado da organização criminosa petista, fraudou as eleições presidenciais do seu país, que agora enfrenta uma enorme onda de protestos, com manifestantes chegando a colocar fogo no prédio do tribunal eleitoral.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário