R.B. 14/OUT/19 "Ajudando quem paga suas contas em dia"



"Ajudando quem paga suas contas em dia"

São Paulo, 14 de outubro de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após 3 pregões consecutivos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais diante de notícias de que a China quer mais conversas com autoridades norte-americanas antes de assinar um acordo comercial parcial e (2) o DÓLAR pode subir, retornando à sua trajetória de alta, influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,0%, para fechar em território positivo pelo terceiro pregão consecutivo, beneficiada pela valorização das commodities, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e também influenciada pelo aumento das “apostas” de novos cortes da taxa básica de juros e (2) o DÓLAR caiu -0,7% à R$ 4,09, devolvendo os ganhos do pregão anterior, influenciado pelos leilões de venda do BC e pela manutenção do “humor positivo” na bolsa tupiniquim.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,1%, com destaques de alta para as ações das montadoras e das corretoras e China 0,9%, animada com a possibilidade, concretizada no final do dia, de um acordo parcial nas negociações comerciais entre Pequim e Washington, (2) da EUROPA, acompanhando o movimento ascendentes das bolsas de NY Inglaterra 0,8%, França 1,7% e Alemanha 2,9%, também impulsionadas pela valorização das commodities e pelo anúncio de que a União Europeia dará celeridade às negociações do Brexit com o Reino Unido e (3) dos EUA, S&P 1,1%, DJ 1,2% e NASDAQ 1,3%, após Trump, presidente do país e CPT do mundo, anunciar que havia chegado à "fase 1" de um acordo comercial com a China.

Em mais um de seus golaços, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, chegou a primeira fase de um acordo comercial com a China, no qual a Casa Branca não vai aplicar aumento de tarifas sobre produtos chineses que entrariam em vigor no próximo dia 15 e os chineses comprarão mais produtos agrícolas dos norte-americanos.

Segundo Stéphane Witkowski, conselheiro do Instituto de Altos Estudos da América Latina da Universidade Sorbonne Nouvelle, em Paris, embora as relações diplomáticas entre França e Brasil enfrentem seu pior momento, a troca de farpas entre os presidentes Bolsonaro e Macron não afetará a ratificação do acordo entre a UE e o Mercosul.

Reagindo à divulgação de dados de inflação abaixo do esperado, o Bradesco reduziu, de 4,75% para 4,50%, sua projeção para a taxa básica de juros da economia tupiniquim no final deste ano de 2019 e, ressaltando que a dinâmica inflacionária continuará muito “comportada”, também informou que espera estabilidade dos juros em todo ano de 2020.

Apostando que, mesmo com o dólar a cima dos R$ 4,00, a canonização da Irmã Dulce deve gerar um novo vetor no turismo religioso, a CVC já levou grupos de turistas ao Vaticano para o evento no fim de semana passado e prepara um roteiro fixo para o local.

“Ajudando quem paga suas contas em dia” a ter acesso a juros menores, o aval para que as primeiras empresas gestoras dos dados de bons pagadores comecem a operar, concedido na sexta-feira passada pelo BC, deverá fazer o número de brasileiros incluídos no Cadastro Positivo saltar dos atuais 10 milhões para até 90 milhões.

Com potencial para aumentar a concorrência no monopolista setor financeiro tupiniquim, o Banco Inter e a Uber estão em negociações para estabelecer uma parceria na área de serviços financeiros, confirmando o trabalho do grupo japonês SoftBank para integrar seus negócios na América Latina.

Fugindo, assim como promete fazer a XP, dos altos custos da monopolista e ineficiente bolsa tupiniquim, a rede brasileira de restaurantes Madero, que avança no plano de abrir capital, “avisou” que fará a operação, que deve superar os US$ 2,5bi, nos EUA.

-    A Renault subiu 5,1% na bolsa de Paris, após o conselho da empresa aprovar a destituição do CEO Thierry Bolloré, que era próximo ao antecessor Carlos Ghosn, que foi preso em NOV/18.

Política:

Se tudo ocorrer conforme prometido por Alcolumbre, o capítulo final da votação da reforma da Previdência deverá ser na próxima quarta-feira, no plenário do Senado, que ainda precisa de 2 sessões de discussão do texto final.

“Louco, arrogante e com muitos seguidores e admiradores no Brasil”, Ciro Gomes afirmou que (1) Bolsonaro vai renunciar, (2) Luciano Huck é um estagiário na política e (3) Sergio Moro é corrupto, desonesto, politiqueiro, despreparado e analfabeto.

Com o objetivo claro de prejudicar Lula e sua organização criminosa petista, o senador Styvenson Valentim, do Podemos, apresentou um projeto de lei que proíbe a participação de condenados em propaganda eleitoral.

Substituindo bandidos da organização criminosa petista por pessoas que, em tese, são honestas, trabalhadoras e disciplinadas, Bolsonaro, em seus primeiros 9 primeiros meses na Presidência, já ampliou em ao menos 325 postos o número de militares, da ativa e da reserva, que participam da administração federal.

Usado como palanque para Eduardo Bolsonaro tentar se projetar como sucessor político do pai, CPAC (Conservative Political Action Conference), custou mais R$ 1.000.000,00 para os cofres públicos tupiniquins e será alvo de investigação por um grupo de deputados do PSL.

Arrumando confusão onde deveria ter apoio, Bolsonaro voltou a defender que seja aberta a “caixa-preta” do PSL, ressaltando que não está por atrás de fundo partidário e que fez sua campanha presidencial com R$ 2 milhões de uma vaquinha virtual.

Queridinho dos bandidos tupiniquins, que é aplaudido no Congresso Nacional mas vaiado toda vez que aparece em público, Gilmar Mendes deixou claro que quer anular a pena de Lula, acusando Sergio Moro de parcialidade no processo do triplex, e para isto já tem o apoio de seus colegas, e comparsas, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli.

Com o objetivo claro de aniquilar a Lava Jato, para assim libertar seus bandidos de estimação e principalmente afastar deles próprios as investigações, os “nobres” ministros do STF pretendem analisar, até NOV/19, (1) o mérito de ações que discutem a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, (2) firmar o entendimento sobre o compartilhamento de dados fiscais e bancários de órgãos como a Receita e o antigo Coaf sem autorização judicial e (3) definir critérios sobre a anulação de condenações nos casos em que réus delatados não tiveram assegurado o direito de falar depois de réus delatores.

Em um discurso exaltado, em que chegou a chorar duas vezes, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, defendeu a unidade da direita, para que não seja perdida uma oportunidade histórica de mudar o país.

Crítica:

Governada por um ditador cruel e perturbado mentalmente, a Rússia, que é aliada do também ditador sírio Bashar al-Assad, bombardeou ao menos 4 hospitais na Síria em apenas 12 horas no dia 5/MAI/19.

Brilhante e corajoso, Ernesto Araújo, ministro tupiniquim das Relações Exteriores, afirmou que o Brasil é vítima de uma ação ideológica mundial que se manifesta, entre outros pontos, pelo climatismo, que é formado por pessoas que acreditam no aquecimento global por ação humana.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário