R.B. 11/OUT/19 "Sinais alarmantes de abstinência de mortadela estatal"



R.B.
"Sinais alarmantes de abstinência de mortadela estatal"

São Paulo, 11 de outubro de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, para fechar em território positivo pelo terceiro pregão consecutivo, influenciada positivamente pelos mesmos motivos do pregão anterior e também beneficiada pela confirmação que era uma “vergonhosa Fake News” a informação divulgada ontem pela nefasta imprensa socialista tupiniquim sobre o apoio dos EUA à entrada do Brasil na OCDE e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo os ganhos do pregão anterior, influenciado pelos leilões de venda do BC e pela esperada manutenção do “humor positivo” na bolsa tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, reduzindo mais uma parte das perdas acumuladas no mês (-2,8%), beneficiada pela valorização das commodities, pelo movimento ascendente das principais bolsas mundiais e pelo andamento de pautas importantes no Congresso Nacional e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 4,12, na contramão da trajetória internacional da moeda norte-americana, novamente diante do aumento das “apostas” de corte mais intenso de juros pelo BC tupiniquim, o que reduziria ainda mais o diferencial das taxas do Brasil com os países desenvolvidos, tornando o país menos atrativos para o capital externo especulativo.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, recuperando as perdas da abertura, Japão 0,4% e China 0,8%, com os investidores “animados” com a retomada de negociações entre as 2 maiores potências econômicas globais, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 1,3% e Alemanha 0,6%, seguindo o “humor positivo” das bolsas de NY e com destaques de alta para as exportadoras, diante do bom resultado apresentado pela balança comercial alemã e (3) dos EUA, S&P 0,6%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,6%, impulsionadas por uma declaração de Trump, do presidente dos EUA e CPT do mundo, de que está otimista para se reunir nesta sexta-feira com o vice-premiê da China Liu He, para negociar os termos de um possível acordo comercial.

Mostrando “gentileza” antes de uma reunião importante com autoridades chinesas, ontem a Casa Branca concedeu licenças especiais que autorizam algumas empresas norte-americanas a fazer negócios com a Huawei, que tem se destacado como um dos principais pontos de divergência na rixa comercial sino-americana.

Ressaltando o controle da inflação, a tendência de queda da taxa de juros (já no menor patamar da história) e o bom andamento das reformas, Paulo Guedes, brilhante ministro da economia tupiniquim, “avisou” ontem, na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2019, que o Brasil está entrando em um longo ciclo de crescimento econômico.

Indicando que o Brasil se torna cada dia mais um destino atraente para investimentos, ontem, na 16ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo, o governo arrecadou o valor recorde de R$ 8,9bi em bônus de assinatura.

Como, além da piadinha dos 220 milhões de patos, nada é feito para aumentar a concorrência no setor financeiro tupiniquim, segundo um relatório divulgado ontem pelo BC a rentabilidade dos bancos brasileiros cresceu de 14,7% em DEZ/18 para 15,8% em JUN/19.

Dando mais um sinal de recuperação, mesmo que lenta, da economia tupiniquim, em AGO/19 as vendas do comércio varejista cresceram 0,1% na comparação com JUL/19, registrando o oitavo mês consecutivo de avanço, e aumentaram 1,3% na comparação com AGO/18.

Em busca de novos acordos comerciais, sem se importar com questões ideológicas, o presidente Bolsonaro vai, no final deste mês, ao Oriente Médio apresentar a grandes investidores dos Emirados Árabes Unidos, do Catar e da Arábia Saudita, uma carteira de projetos e obras de infraestrutura.

Como, diante de um cenário inédito de taxa de juros em 5,5% ao ano e com tendência de fechar 2019 em 4,5%, os investidores brasileiros estão sendo “obrigados” a serem mais arrojados, segundo dados da Anbima nos 9 primeiros meses deste a participação dos investidores locais em operações de IPO no Brasil ficou em 55,4%, contra 36,3% registrado no mesmo período de 2018.

Podendo beneficiar bastante o setor agrícola tupiniquim, segundo dados oficiais divulgados ontem pelo Departamento de Agricultura dos EUA, a safra norte-americana de soja caiu -24,7% e estoques recuam 50%, ambos na comparação com 2018.

Política:

Segundo um relatório elaborado pela Instituição Fiscal Independente, a proposta de reforma tributária que tramita na Câmara (PEC 45) dá maior flexibilidade para que os estados busquem o equilíbrio das suas contas, seja pela liberdade na definição da alíquota do novo imposto sobre consumo, seja pela possibilidade de promover ajustes na vinculação entre receitas e despesas.

Cobertíssimo de razão, mas mais uma vez de forma não recomendável para um presidente, Bolsonaro afirmou, na conferência de imprensa informal que todas as manhãs, que a Folha de SP é “um panfleto ordinário que desce às profundezas do esgoto”.

Mostrando que o time de Paulo Guedes também pode ter ideias idiotas, integrantes da equipe econômica sugeriram incluir na reforma administrativa um dispositivo que proíba servidores públicos de terem filiação político-partidária.

Para a alegria de bandidos e de seus amigos e comparsas do STF, segundo uma reportagem a revista Veja o brilhante, corajoso e heroico procurador Deltan Dallagnol será retirado do comando da Lava Jato.

Com 55 nomes da Câmara e 22 do Senado, todos com acompanhantes, os cofres públicos tupiniquins irão bancar uma comitiva oficial que irá à cerimônia de canonização de Irmã Dulce, no Vaticano.

Em um evento 100% patrocinado com dinheiro público, hoje a direita mundial reúne-se em SP para o participar do CPAC, que é a sigla em inglês para Conservative Political Action Conference.

Mostrando que, com bons lobistas e muito dinheiro, tudo é possível no Brasil, o Ministério da Economia decidiu permitir o patrocínio a clubes esportivos por empresas internacionais de apostas.

Crítica:

Com “sinais alarmantes de abstinência de mortadela estatal”, a nefasta imprensa socialista tupiniquim, que torce para o Brasil dar errado, protagonizou ontem uma enorme Fake News ao divulgar que os EUA haviam retirado o apoio à entrada brasileira na OCDE, algo que foi desmentido no final do dia por Trump.

Copiando Trump, seu chefe, e também contrariando a nefasta imprensa socialista tupiniquim, Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, reforçou que seu país apoia e vai se esforçar pela entrada do Brasil na OCDE.

Em mais um dia triste para os socialistas, que torciam para Raoni, o índio que vive em Paris, e para Greta, a adolescente perturbada que acredita em aquecimento global por ação humana, o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali, foi o ganhador do Prêmio Nobel da Paz 2019.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário