R.B. 23/AGO/19 "Uma perigosa mentalidade colonialista e uma ignorância vergonhosa"



"Uma perigosa mentalidade colonialista e uma ignorância vergonhosa"

São Paulo, 23 de agosto de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando as perdas do pregão anterior, acompanhando o movimento ascendente das bolsas da Europa e dos EUA, diante do aumento das “apostas” de adoção de estímulos monetários, tanto nas principais economias do mundo quanto no Brasil e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo parte da forte alta acumulada neste mês de AGO/19 (6,7%), influenciada pela esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e pelo aumento da intensidade dos leilões de venda do BC.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,2%, revertendo uma abertura positiva, mas mantendo o patamar dos 100.000pts (aos 100.011pts), em um dia em que a cautela predominou no mercado internacional por conta do risco um quadro recessivo e (2) o DÓLAR subiu 1,2% à R$ 4,08, para fechar o dia no maior patamar desde 20/MAI/19, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e a piora do “humor” na bolsa tupiniquim, mesmo diante dos leilões de venda do BC.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,1%, acompanhando o fechamento positivo das bolsas de NY no dia anterior  e beneficiadas pela valorização das commodities , (2) da EUROPA, Inglaterra -1,1%, França -0,9% e Alemanha -0,5%, prejudicadas pelos sinais de desaceleração das economias da região, como o índice de confiança do consumidor na zona do euro, que caiu a -7,1 na preliminar de AGO/19, patamar pior que o esperado (-6,8) e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ -0,4%, influenciadas negativamente pelo anúncio de que em AGO/19 o índice da indústria do país atingiu o menor patamar em 119 meses e positivamente pelas “apostas” de novos estímulos monetários.

Já que o primeiro toca flauta enquanto o segundo trabalha, o presidente francês, Emmanuel Macron, e o premiê britânico, Boris Johnson, mostraram posições divergentes sobre a possibilidade de evitar controle na fronteira entre as Irlandas, que é um entrave para uma saída negociada do Reino Unido da União Europeia.

Contrariando a opinião de Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, Patrick Harker, presidente do FED (BC dos EUA) da Filadélfia, afirmou que não existe necessidade de outro corte de juros norte-americanos agora nos EUA.

Sofrendo com o baixo crescimento de suas economias, o BC Europeu, ciente de que a inflação está controlada, prepara um pacote de medidas de estímulo que incluem uma combinação de cortes de juros, compras de ativos e mudanças na orientação das taxas de juros.

Mais otimista que o “mercado”, o governo Bolsonaro estima que o PIB tupiniquim do segundo trimestre do ano, a ser divulgado na próxima semana, tenha uma alta entre 0,2% e 0,3% em relação aos primeiros três meses do ano, o que afastaria o temor de recessão técnica.

Com a economia tupiniquim se recuperando e o país saindo do fim do poço, em JUL/19 arrecadação federal com impostos teve crescimento real (descontada a inflação) de 2,95% na comparação com JUL/18, atingindo R$ 137,7bi, o que representa o melhor resultado para o mês desde 2011.

“Canalhas corporativistas”, os ministros do STF, mostrando que acham que o dinheiro público não tem dono e é inesgotável, declararam inconstitucional o dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal que permite reduzir a jornada de trabalho e o salário dos servidores em momentos de crise fiscal.

Atingindo o menor patamar para o período em 8 anos, e assim abrindo espaço para o Copom seguir cortando a taxa básica de juros da economia, o IPCA-15 de AGO/19 ficou em 0,08%, acumulando com isto uma alta de 2,51% no ano em de 3,22% nos últimos 12 meses.

-    A Eletrobras subiu 4,0%, com fôlego para dar continuidade ao movimento de alta, após Salim Mattar, secretário especial de Desestatização, Desenvolvimento e Mercados, dizer que a referida estatal do setor elétrico deve ser privatizada mais cedo que as demais porque precisa de dinheiro.

Política:

Desesperadas pela falta de dinheiro público, 52 ONGs, todas elas de esquerda e a maioria ligadas à organização criminosa petista, reagiram, de forma histérica, a fala do presidente Bolsonaro que afirmou que existem suspeitas de que elas podem estar por trás de queimadas na Amazônia.

Coberto de razão, Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, afirmou que o discurso de países europeus sobre o desmatamento na Amazônia é uma política para estabelecer barreiras ao crescimento e ao comércio de bens e serviços do Brasil.

“Puto da vida” com a decisão da executiva nacional do seu partido, que segundo ele “passou a mão na cabeça de criminoso”, Fernando Alfredo, que é presidente do SPDB de SP, afirmou que o nefasto deputado Aécio Neves “fodeu com o PSDB”.

Entre os 30 tucanos nefastos que votaram pela permanecia do bandido Aécio Neves no PSDB, estão lideranças históricas, e também canalhas, que já presidiram o partido, como José Serra, Pimenta da Veiga, José Aníbal e Teotônio Vilela.

Com o andamento das investigações provavelmente chegando em Temer, que manda na referida área, ontem a Polícia Federal deflagrou uma operação contra um esquema que desviou R$ 100 milhões da Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo), responsável pela gestão do porto de Santos, o mais importante do país.

Responsável por esconder a corrupção durante o governo FHC, Everaldo Maciel, que foi secretário da Receita Federal de 1995 a 2002, afirmou que a Receita Federal “não pode jogar a rede para pescar irregularidades”.

Nova esperança de poder da nefasta esquerda tupiniquim, o apresentador global Luciano Huck, que reforma a lata-velha dos pobres e compra jatinho com dinheiro do BNDES, está se aproximando do partido REDE com o apoio de Paulo Hartung, ex-governador do ES.

Presidida pelo nefasto tucano Cauê Macris, a Assembleia Legislativa de SP, torrando dinheiro público para benefício próprio, prepara 2 mega editais para a contratação de campanhas de publicidade e empresa de gestão de mídias sociais, cujo valor estimado ultrapassa dos R$ 40mi.

Se Jair Bolsonaro, em defesa dos bandidos e corruptos, insistir em indicar seus escolhidos para postos-chave da PF, passando por cima da autoridade de Sergio Moro, o diretor-geral Maurício Valeixo “avisou” que está disposto a entregar o cargo e ressaltou que será seguido por uma série de outros colegas que ocupam posições de comando.

Crítica:

Enquanto defendem, com toda razão, a prisão dos corruptos e bandidos, cerca de 4,2 milhões de brasileiros, segundo estimativas da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura, de forma “hipócrita e ilegal”, usam o famoso “gatonet” para assistir TV à cabo através dos mais de 600 tipos de caixinhas para TV pirata que são comercializados no Brasil, gerando um prejuízo de R$ 8,7bi por ano, sendo R$ 1,2bi em impostos federais e estaduais.

Dias Toffoli, nefasto Presidente do STF e ex-advogado do PT, afirmou, de forma estarrecedora, que “o Brasil ficou travado em 4 anos num moralismo enfrentando questões de ordem e esquecendo o progresso” e, para fechar com “chave de merda”, ressaltou que “você nunca vai ter progresso se tiver que ter ordem como uma premissa”.

Nada contra uma ONG e muita gratidão a quem contribui com elas, seja com trabalho ou com grana, mas tudo contra uma ONG que recebe dinheiro público, o Estado tem que dar saúde, segurança e educação e não escolher “ONGs amigas para dar dinheiro”.

Com “uma perigosa mentalidade colonialista e uma ignorância vergonhosa”, Macron, babaca e presidente da França, afirmou que a Amazônia (1) é um “patrimônio mundial” e deve ser discutida na reunião do G7 e (2) é o "pulmão do mundo", algo que qualquer estudante sabe que é mentira, já que uma floresta madura absorve à noite o oxigênio que gera durante o dia e faz o oposto com o CO2.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário