R.B. 8/JUL/19 "O gigantismo, o poder e a eficiência da XP"



"O gigantismo, o poder e a eficiência da XP"

São Paulo, 8 de julho de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo após fechar o pregão anterior no maior patamar da história (aos 104.089pts), acompanhando a recuperação dos preços das commodities e impulsionada pelas “apostas” de que a reforma da Previdência será aprovada esta semana na Câmara e (2) o DÓLAR pode cair, retornando à sua trajetória de queda, influenciado pela esperada manutenção do “humor positivo” na bolsa tupiniquim e pelo aumento do fluxo positivo de recursos externos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, para acumular uma alta de (3,1%) nos 5 primeiros pregões de JUL/19, influenciada positivamente pela expectativa de aprovação, antes do recesso parlamentar, da reforma da previdência de R$ 990bi no plenário da Câmara e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 3,82, em descompasso com a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim, já que acompanhou o fortalecimento da moeda norte-americana no exterior e recuperou parte das perdas registradas na semana (-0,6%).

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2% e China 0,2%, à espera do agendamento de uma reunião entre os presidentes Trump e Xi Jinping, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,7%, França -0,5% e Alemanha -0,5%, acompanhando as perdas das bolsas de NY, devolvendo uma parte dos ganhos acumulados na semana e com destaques de queda para as mineradoras, como Rio Tinto (-3,8%) e BHP (-2,7%) e (3) dos EUA, realizando lucros após fecharem nos maiores patamares da história, S&P -0,2%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,1%, já que a divulgação de que a economia do país criou bem mais postos de trabalho (224mil) do que o esperado (160mil) reduziu as “apostas” de corte dos juros pelo FED (“Copom” local) marcada para 31/JUL/19.

Arrancando muitos aplausos da plateia, Salim Mattar, secretário de desestatização do governo Bolsonaro, prometeu, durante expert XP 2019, que as privatizações irão gerar R$ 990bi para os cofres públicos tupiniquins.

Já contando com a aprovação da reforma da Previdência, Paulo Guedes, brilhante ministro da economia tupiniquim, indicou que (1) a taxa básica de juros vai cair, (2) a reforma Tributária será enviada ao Congresso e (3) o programa de privatizações será acelerado.

Prestigiado dinossauro do mercado financeiro tupiniquim, Luis Stuhlberger, gestor do fundo Verde, afirmou que, diante da expectativa de aprovação da reforma da Previdência “de magnitude maior que o esperado” e de redução da taxa básica de juros, está “moderadamente otimista” com a retomada da economia brasileira e tem investido em títulos públicos de longo prazo atrelados à inflação (NTN-Bs) e em ações de empresas fora dos setores financeiro e de commodities com grande potencial de valorização.

Com o claro e nobre objetivo de evitar novos casos de corrupção, o Ministério da Economia planeja impor um conjunto de condições para repassar recursos do pré-sal a estados e municípios, como melhora nos números da educação básica, redução da mortalidade infantil, avanços no índice de saneamento, mudança nas regras do mercado de gás e aumento da rigidez de tribunais de contas regionais.

Respondendo por 15,9% das receitas tupiniquins com exportações, a soja ainda é o principal produto vendido pelo Brasil no exterior, porém o petróleo e seus derivados, que já respondem por 14,2%, devem assumir a liderança em breve, atraindo bilhões em investimentos, por sua vez impulsionados pelas privatizações de partes enormes do conglomerado Petrobras e pela abertura do mercado de gás.

Segundo Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, o fim da era petista foi determinante para o fechamento do acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia.

Com um público recorde de mais de 30.000 pessoas, que pagaram cerca de R$ 1.000,00 para participarem do evento, a Expert XP 2019, que na semana passada reuniu os principais ministros do governo e a nata do empresariado e do mercado financeiro tupiniquim, se tornou, apesar de apenas 0,5% da população brasileira investir em ações, a maior feita de investimentos do mundo, mostrando “o gigantismo, o poder e a eficiência da XP”, a maior corretora de valores do Brasil.

Política:

Em busca da paternidade da reforma da Previdência, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, “prometeu” que colocará a referida matéria para votação em plenário esta semana, em primeiro e segundo turno, acreditando que o governo tem 340 votos favoráveis, 32 a mais do que os 308 necessários, e alertando que, para que não haja risco de derrota, é preciso ter um quórum de cerca de 500 deputados nas sessões.

Menos otimista que o presidente da Câmara, Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, afirmou ontem que espera 330 votos a favor das mudanças na aposentadoria e que na quarta-feira o governo pretende votar, e aprovar, a matéria em primeiro tuno na Câmara dos Deputados.

Em mais uma tentativa desesperada de criar instabilidade no governo, a jornalista Monica Bergamo, fã de Lula e canetinha de aluguel da organização criminosa petista na Folha de SP, começou a dizer que Moro, supostamente descredenciado para ser ministro do STF, pode ser candidato à vice-presidente de Bolsonaro em 2022.

Como o poder encanta, principalmente os corruptos, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, canalhas e respectivamente presidentes da Câmara e do Senado, não desistiram de votar a PEC que permite a reeleição dos 2 ao comando do Legislativo.

Mostrando que existe socialista babaca em toda parte do mundo, cerca de 50 parlamentares franceses divulgaram um manifesto contra o acordo da União Europeia com o Mercosul, descrevendo o tratado comercial como "erro econômico e horror ecológico".

Presente, ao lado de Moro, no Maracanã para ver a final da Copa América, Bolsonaro foi aplaudido, entregou o troféu e campeão e comemorou com a seleção em campo, mostrando que a sua popularidade só caiu para os institutos d pesquisa.

Agindo com prudência, o Ministério da Economia aguarda a Câmara votar, e aprovar, a reforma da Previdência para colocar em prática seu plano de reduzir as normas de segurança no trabalho em vigor no Brasil.

Crítica:

Palhaço a serviço da organização criminosa petista, o ator José de Abreu foi condenado a pagar uma multa de R$ 20 mil em danos morais por ter dito que facada que Bolsonaro levou do militante do PSL foi uma farsa elaborada pelo Mossad com o apoio do hospital Albert Einstein.

Agora controlada por Andre Esteves, dono do BTG Pactual, banqueiro do PT e já preso pela Lava Jato, a revista Veja se aliou aos hackers do Intercept para tentar “queimar o filme” de Sergio Moro, libertar bandidos e impedir que as investigações do maior esquema de corrução da história da humanidade avancem.

Para o desespero da imprensa socialista global, na sexta-feira a economia norte-americana, que já está em pleno emprego, anunciou a criação de 224 mil postos de trabalho em JUN/19 e ontem foi divulgado que a aprovação Trump, presidente dos EUA, CPT do mudo e responsável por este sucesso, subiu de 39% em ABR/19 para 44% em JUL/19, atingindo o maior patamar desde o início do seu governo.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário