R.B. 21/JUN/19 "Fortalecendo o mercado de assessoria independente de investimentos"



"Fortalecendo o mercado de assessoria independente de investimentos"

São Paulo, 21 de junho de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, se ajustando a valorização das principais bolsas mundiais durante o feriado tupiniquim, beneficiada pela alta das commodities e impulsionada pelo crescente aniquilamento da organização criminosa petista e de suas linhas auxiliares e (2) o DÓLAR pode cair, para fechar em território negativo pelo terceiro pregão consecutivo, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciada pela esperada manutenção do “humor positivo” na bolsa brasileira.

Quarta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,9%, para fechar o dia acima dos 100.000pts pela primeira vez na história (aos 10.303pts), acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY e embalada pela crescente confiança no avanço da reforma da Previdência e pela expectativa de corte da taxa básica de juros tupiniquim e (2) o DÓLAR caiu 0,3% à R$ 3,84, , diante da melhora do “humor” na bolsa tupiniquim que, somada à tendência de cortes de juros nos EUA, ajudou a elevar o fluxo positivo de recursos externos, principalmente oriundos de captações se destinados à investimentos no setor produtivo da economia.

Ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,6% e China 2,4%, apoiadas pelo viés expansionista adotado por grandes BCs e animadas com a possibilidade de uma nova rodada de negociações comerciais sino-americanas, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,4% e Alemanha 0,5%, beneficiadas pela valorização das commodities e também com destaques de alta para as ações das empresas exportadoras, diante da desvalorização do euro e da libra frente ao dólar e (3) dos EUA, S&P 0,9%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,8%, ainda impulsionadas pela consolidação das “apostas” de corte dos juros do país e pela retomada das negociações comerciais com a China.

Animando o mercado acionário ao indicar que está próximo a cortar a taxa básica de juros da economia norte-americana, o FED (“Copom” dos EUA) retirou a palavra "paciente" de seu comunicado divulgado na quarta-feira após sua reunião de política monetária.

Também na quarta-feira, porem após o fechamento da bolsa tupiniquim, o Copom, frustrando as expectativas de parte do “mercado”, decidiu que a taxa básica de juros brasileira permanecerá em 6,5% ao ano, como tem estado desde MAR/18, ressaltando que a economia interna parou de se recuperar e que o cenário externo melhorou e indicando que a redução da Selic só virá após a aprovação da reforma da Previdência, que por sua vez pode afetar prêmios de risco e a trajetória da inflação.

Fruto dos elevados índices de desemprego, mas também da falta de educação financeira e do consumismo exagerado, o número de lares paulistanos com pessoas endividadas subiu de 55,2% em ABR/19 para 56,5% em MAI/19, atingindo assim o maior patamar desde NOV/17.

Após anos de rapinagem da organização criminosa petista, o BNDES ainda tem R$ 107bi em ações de empresas, principalmente Petrobrás e Vale, e obviamente enfrenta dificuldades para vender rapidamente estas participações.

Fortalecendo o mercado de assessoria independente de investimentos”, hoje 85% concentrado na XP/Itaú, na quarta-feira a Agora/Bradesco recebeu a Associação Brasileira de Agentes Autônomos de Investimentos e, após revelar planos ambiciosos para o setor, prometeu, em uma produtiva reunião, o apoio institucional à pauta da ABAAI pelo fim da nefasta exclusividade na distribuição de valores mobiliários.

Para dar conta das reuniões do G20, no Japão, e da rodada Mercosul e União Europeia, na semana que vem, (1) Paulo Guedes, ministro da Economia, segue para o Oriente com o presidente Bolsonaro e (2) Tereza Cristina, ministra da Agricultura, e Ernesto Araújo, do Itamaraty, vão a Bruxelas tratar do acordo comercial.

Nos 4 primeiros meses do ano as exportações do agronegócio tupiniquim cresceram 8% na comparação com o mesmo período de 2018 e, segundo Ivan Wedekin, da Wedekin Consultores, o crédito destinado à agropecuária comercial para a próxima safra é adequado, principalmente porque o setor já está "desmamando" do governo.

-    O Deutsche Bank caiu -2,8% na bolsa da Alemanha, por causa da informação de que a instituição está enfrentando uma investigação do FBI sobre um suposto esquema de lavagem de dinheiro.

Política:

Contando com o apoio da população, que já entendeu que a reforma é imprescindível e prejudica apenas os mais ricos, Bolsonaro afirmou que cogita enviar um novo texto ao Congresso para incluir a capitalização na Previdência, caso o sistema não passe no atual texto da reforma.

“Canalhas que acreditam que são uma casta especial”, deputados e senadores da esquerda e também do centrão pressionam o tucano Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência, por um alívio nas novas regras de aposentadoria de quem ocupa cargos eletivos.

Acuados pela brilhante e paciente participação de Sergio Moro em uma audiência no Senado, que o deixou mais fortalecido ainda, os nefastos ministros do STF decidiram adiar o julgamento da suspenção do referido ministro da justiça, que estava marcado para o dia 25/JUN/19.

Como tem o direito, e também o dever moral e eleitoral, de trabalhar com pessoas alinhadas com seus ideais e objetivos, Bolsonaro decidiu colocar o general Floriano Peixoto no comando dos Correios, com a missão de privatizar a referida estatal corrupta, ineficiente e que foi usada diversas vezes como linha auxiliar da organização criminosa petista.

Para o desespero da impressa socialista tupiniquim, Bolsonaro, com cada vez mais apoio popular, foi o primeiro presidente brasileiro da história a participar da Marcha para Jesus, evento que reúne milhares de evangélicos.

Ressaltando que FHC foi tão ruim e canalha quanto Lula, o general Heleno, brilhante ministro do Gabinete de Segurança Institucional, afirmou que sempre foi um grande opositor do PT e de tudo que o cerca.

Desesperando a imprensa socialista tupiniquim e emparedando os vagabundos do Congresso Nacional, Bolsonaro voltou a “avisar” que, se não ocorrer uma reforma Política séria, que retire privilégios e moralize o sistema, ele será candidato à reeleição em 2022.

Após a derrota sofrida no Senado nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro fez apelo à população para que pressione os deputados a manter a vigência dos decretos que flexibilizam as regras para o porte de armas no País. Em transmissão ao vivo pelo Facebook, ele afirmou "ter certeza" que a Câmara reverterá a decisão tomada pelos senadores, que aprovaram a derrubada dessas normas.

Após a derrota sofrida no Senado nesta semana, o presidente Bolsonaro fez apelo à população para que pressione os deputados a manter a vigência dos decretos que flexibilizam as regras para o porte de armas no País.

Em defesa da Lava Jato e com o slogan “ou você vai ou o Lula volta”, a direita Brasileira, agora com o apoio dos liberais do MBL e do partido NOVO, marcou para o dia 30/JUN/19 uma série de manifestações em todas as capitais e nas principais cidades do Brasil. 

Crítica:

Ressaltando que atualmente 13,8% do território nacional é destinado às reservas indígenas, o que é o maior patamar do mundo, Bolsonaro, coberto de razão, “avisou” que não fará nenhuma demarcação em seu governo e que quer integrar os índios à sociedade.

Linhas auxiliares e comparsas da organização criminosa petista, a associação dos funcionários do BNDES e 4 de seus ex-presidentes protestaram contra a iminente abertura da “caixa preta” da instituição e contra a transferência de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador para custear a reforma da Previdência.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário