R.B. 30/MAI/19 "Beneficiando os grandes traficantes"



"Beneficiando os grandes traficantes"

São Paulo, 30 de maio de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para fechar em território positivo pelo quarto pregão consecutivo, beneficiada pela melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais e ainda impulsionada pela redução das tensões na política tupiniquim e (2) o DÓLAR pode cair, tentando agora manter os R$ 4,00 como resistência e quiçá zerar até amanhã a valorização ainda acumulada em MAI/19 (1,4%), seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e novamente influenciado pela valorização da Bovespa.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,2%, na contramão das principais bolsas mundiais e revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -0,7%, diante do clima mais otimista para o andamento das reformas tupiniquins e do aumento das “apostas” de redução da taxa básica de juros do país e (2) o DÓLAR caiu -1,2% à R$ 3,98, para fechar o dia abaixo dos R$ 4,00 pela primeira vez desde 15/MAI/19 e também no menor patamar desde 10/MAI/19, descolado do movimento de desvalorização das divisas de países emergentes, influenciado pelo aumento do fluxo positivo de recursos externos e pelos mesmos motivos que animaram a Bovespa.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,2% e China -0,2%, em um ambiente de cautela sobre o crescimento global e menor apetite por risco, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,2%, França -1,7% e Alemanha -1,6%, prejudicadas pela nova escalada das tensões entre EUA e China, pela pressão da União Europeia sobre a Itália e pelas incertezas políticas na Alemanha e no Reino Unido e (3) dos EUA, S&P -0,7%, DJ -0,9% e NASDAQ -0,8%, influenciadas negativamente pelo recuo das commodities e pela continuidade dos temores de que a curva de juros invertida dos Treasuries possa prenunciar uma recessão da economia do país.

Após a Comissão Europeia cobrar esclarecimentos sobre a situação fiscal do país, que gasta muito mais do que arrecada, Matteo Salvini, vice-primeiro-ministro e ministro do Interior da Itália, fez duras críticas a Bruxelas e afirmou que irá usar toda sua energia para mudar essas regras antigas e obsoletas.

Reforçando as “apostas” de que o BC, para incentivar a recuperação econômica, pode começar a reduzir a taxa básica de juros da economia brasileira, ontem os juros futuros para JAN/25 negociados na bolsa tupiniquim atingiram o menor patamar da história (8,16% ao ano).

Em outra frente de atuação para incentivar o crescimento do PIB brasileiro, BC tupiniquim estuda um plano estrutural para reduzir, no longo prazo, os depósitos compulsórios feitos por instituições financeiras, o que ajudaria a liberar mais recursos à economia.

Ainda sem incomodar muito os monopolistas bancos tupiniquins, porem trazendo um pouco de liberalismo para o fechado e atrasado mercado financeiro tupiniquim, o BC apresentará um projeto para autorizar que pessoas físicas possam ter contas em dólar no Brasil, para facilitar remessas a quem tem dívidas ou obrigações a pagar na moeda americana, e também que possam manter contas em reais em outros países.

Após se reunir com aa bancada do NOVO, que é liberal, Bolsonaro, segundo seu porta-voz, avalia a possibilidade de vetar o trecho esdrúxulo da medida provisória que obriga as empresas de aviação a despachar bagagens gratuitamente.

Metendo o bedelho até em empresas estatais, hoje o Supremo Tribunal Federal julgará se as privatizações e desinvestimentos da Petrobrás devem ser feitos pela estatal com licitação e prévia autorização do Legislativo, o que colocaria em risco as operações.

Com bastante dinheiro e “costas quentes para bater de frente com gigantes”, tanto no segmento de corretoras como no segmento bancário, o BTG Pactual, após criar uma unidade de varejo digital, tem afirmado e também trabalhado bastante para ser o sexto maior banco de varejo do país.

Política:

Baixando sua bolinha, Rodrigo Maia, presidente da Câmara que é conhecido como Botafogo nas planilhas de propina da Odebrecht, afirmou que, se o Congresso e Executivo manterem ambiente tranquilo, a reforma da Previdência deve ser aprovada até a segunda quinzena de JUL/19.

Após se reunir com a bancada de deputados federais do PP, que pertencem a organização criminosa do Centrão, Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou que está confiante no alcance de um meio-termo e um objetivo comum com o Congresso em prol da reforma da Previdência.

Mostrando que, quando pressionado pelas ruas, atua em benefício do país, ontem, após 8 anos de tramitação da matéria, o Senado aprovou a Lei Geral das Agências Reguladoras, que proíbe indicações políticas nas agências reguladoras e cria mecanismos para evitar a influência de empresas privadas nas agências que as regulam.

Na tentativa de viabilizar a votação da reforma previdenciária, um grupo de entidades e empresários fará a partir do próximo mês uma ofensiva, com dinheiro 100% privado, nas bases eleitorais de deputados indecisos ou resistentes à proposta.

Com potencial para economizar R$ 9,8bi dos cofres públicos tupiniquins ainda neste ano, a Câmara aprovou na noite de ontem uma medida provisória que cria um pente-fino nos benefícios do INSS, com regras mais rígidas para ter direito ao auxílio-reclusão e com programas de combate a fraudes que inclusive pagam bônus para servidores que encontrarem irregularidades.

Nomeado esta semana por Bolsonaro para o cargo, Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em 2014 em um “acidente” de avião, anunciou ontem que vai cortar -20% dos cargos comissionados da Fundação Joaquim Nabuco.

Preparando a maior bomba para o PT desde a prisão de Lula, segundo “rumores” Palocci revelou, na CPI do BNDES, que a conta no exterior na qual Joesley Batista depositou propina pertencia ao PT e que outros empresários, de bancos e empreiteiras, deram propina ao partido por meio desta mesma conta.

Dias Toffoli, presidente do STF, ex-advogado de Zé Dirceu e atualmente puxa-saco de Bolsonaro, foi alvo de críticas de partidos, congressistas e associações de juízes devido à sua participação na costura de um pacto entre os três Poderes da República com o objetivo, entre outros, de aprovar as reformas da Previdência e tributária.

A ação apresentada pelo Podemos ao Supremo Tribunal Federal para levar o Coaf de volta ao ministro da Justiça Sergio Moro foi sorteada para o ministro Edson Fachin.

Atuando contra as liberdades individuais e “beneficiando os grandes traficantes”, que tem gabinetes no Congresso Nacional e que ganham muito mais com a proibição, Dias Toffoli, presidente do STF, deve retirar da pauta da suprema corte tupiniquim a ação que pede a descriminalização do porte de drogas e que está marcada para 5/JUN/19.

Já escancarando que se lixam para a educação e que o objetivo é soltar Lula, o líder máximo da organização criminosa petista, hoje os socialistas, os tapados, os idiotas, os vagabundos e seus cúmplices sairão às ruas do país para protestar contra Bolsonaro.

Crítica:

Mais e 1 mês após ser criticada pela Associação Brasileira dos Agentes Autônomos de Investimentos, que já tinha se manifestado sobre a importância da assessoria financeira de carne e osso, num segmento ainda concentrado em bancos, em oposição a iniciativas que propõem plataformas 100% on-line, sem acesso ao aconselhamento profissional, a campanha publicitária da Pi DTVM foi repudiada, com os mesmos argumentos, pela Ancord, pela Abac e pela Anbima.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário