R.B. 16/MAI/19 "Idiotas usados como massa de manobra"



"Idiotas usados como massa de manobra"

São Paulo, 16 de maio de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, mesmo após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 3/JAN/19, novamente na contramão do movimento ascendente das principais bolsas mundiais, diante do crescente desanimo com a economia e com a política tupiniquim, que podem levar o país para o caminho da Argentina e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, para “finalmente” fechar o dia acima dos R$ 4,00, acompanhando a manutenção do “humor negativo” na bolsa tupiniquim e o aumento das “apostas” de que o Brasil não vai atrair investimentos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,5%, devolvendo os ganhos auferidos no pregão anterior (0,4%), na contramão do movimento ascendente das principais bolsas mundiais, já que foi prejudicada principalmente pelas manifestações convocadas pelas linhas auxiliares da organização criminosa petista contra a reforma da Previdência e contra o contingenciamento de 3,5% das verbas para as Universidades Federais e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 3,99, acompanhando a nova piora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pela expectativa de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,6% e China 1,9%, recuperando parte das perdas recentes, impulsionadas por “apostas” de anuncio de novos estímulos por parte de Pequim, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,8%, França 0,6% e Alemanha 0,9%, “animadas” por relatos de que Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, deve adiar em 6 meses uma decisão sobre impor ou não tarifas sobre automóveis e autopeças importados pelos norte-americanos e (3) dos EUA, S&P 0,6%, DJ 0,5% e NASDAQ 1,1%, já que Trump minimizou as tensões comerciais com a China e mitigou a preocupação de que este conflito comercial gere tensões com outros grandes parceiros comerciais norte-americanos.

Se esforçando por um acordo, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês disse que o país espera um "ambiente justo" para suas empresas, em meio a relatos de que o governo norte-americano poderia restringir a presença chinesa no setor de equipamentos de telecomunicações citando como razão para isso a segurança nacional.

Mostrando que também tem suas armas, ontem foi anunciado que a China, segunda maior economia do planeta, vendeu em MAR/19 a maior quantidade de títulos do Tesouro norte-americano em 2 anos (US$ 20,5bi), deixando claro que o país pode usar sua posição de maior credor externo dos EUA como arma na guerra comercial que os países travam desde o ano passado.

Brilhante, como sempre, Paulo Guedes, ministro tupiniquim da economia, alertou que a aprovação da reforma da Previdência, com economia de R$ 1tri, abrirá espaço para o Brasil ter crescimento sustentado entre 10 e 15 anos, ressaltando que sem as mudanças nessa área, o país está fadado a um baixo nível de expansão.

“Chutando o pau da barraca”, BNP Paribas, citando incerteza fiscal elevada, desemprego alto e recuperação lenta dos investimentos, cortou sua estimativa de crescimento do PIB brasileiro neste ano de 2% para 0,8%, prevendo assim que o desempenho de 2019 ficará abaixo do registrado no ano anterior (1,1%).

Fazendo um alerta importante, Mário Mesquita, economista chefe do Itaú, afirmou que investidores estrangeiros esperavam uma recuperação mais robusta da economia brasileira em 2019 e estão preocupados com os resultados neste início de ano.

Cientes de que para seus planos andarem a reforma da Previdência tem que passar, em NY, onde participam do no Latam CEO Conference, (1) Doria, governador tucano de SP, afirmou que 60 programas de privatização do estado deverão gerar R$ 140bi em investimentos em 10 anos e (2) Eduardo Leite, governador tucano do RS, “avisou” que tem planos de privatizações, concessões e investimentos que, juntos, podem chegar a R$ 9bi para seu estado.

Enquanto a reforma da Previdência social se move como um paquiderme no Congresso Nacional, as reservas dos planos de previdência privada registraram alta de 10% no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2018.

Com volume de expositores 50% maior e um público 30% superior que no ano passado, ontem, a pouco mais de 15 quilômetros da avenida Paulista, onde idiotas e bandidos protestavam contra o contingenciamento de 3,5% do orçamento das universidades federais, a feira de educação privada Bett Educar, no Transamérica Expo Center, abrigava tratativas para investimentos em expansão de instituições privadas tupiniquins.

No mesmo momento que economistas reduzem suas previsões para o desempenho do PIB tupiniquim neste ano, a associação que representa os shoppings centers brasileiros anunciou que as vendas do período do Dia das Mães deste ano subiram 9,4% sobre o mesmo período do ano passado, superando expectativas do segmento (6,0%).

-    A Renesas disparou 11,0% na bolsa de Tóquio, após divulgar um balanço bem melhor que o esperado pelo “mercado”.

Política:

Podendo trazer mais problemas para o governo Bolsonaro, o Ministério Público do RJ considera haver indícios robustos dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio Bolsonaro, senador e filho do presidente.

Dando ao menos uma boa notícia para o país, ontem o processo que condenou Lula a 12 anos e 11 meses pela propina no sítio de Atibaia finalmente chegou ao TRF-4, portanto daqui a alguns meses, se o STF não impedir a prisão dos condenados em segundo grau, ele estará de volta à sua cela, apesar do presente que ganhou no STJ.

Ontem, durante sua audiência na Câmara, Abraham Weintraub, ministro da educação, afirmou que amigo de banqueiro é Lula, lembrando que o nefasto presidiário pediu para o presidente mundial do Santander a cabeça de uma analista do banco que previu que a eleição de Dilma provocaria uma crise econômica.

Herói nacional, Sergio Moro, em entrevista aos socialistas da GloboNews, afirmou que aceitou o posto de ministro da Justiça de Bolsonaro para preservar o legado da Lava Jato, que segundo ele mudou o padrão de impunidade da grande corrupção que existe no Brasil.

Acreditando, como a maioria dos funcionários públicos tupiniquins, que pertence a uma classe abençoada e especial, Gianpaolo Smanio, procurador-geral de Justiça de SP, atua descaradamente e pessoalmente no corpo a corpo em Brasília para defender interesses da categoria na reforma da Previdência.

Cármen Lúcia, “ministra sabonete” do STF, revogou ontem a liminar concedida por ela mesma no dia anterior que impedia a CPI do BNDES de acessar o “celular bomba” de Francisco de Assis e Silva, ex-diretor jurídico da JBS.

Em nome da transparência, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou ontem o voto aberto nas sessões para definir perda de mandato e prisão de senador e também acabou com o voto secreto na eleição para presidente da Casa.

Ótimo exemplo da nefasta política tupiniquim, Temer afirmou ontem ao sair da cadeia, com um enorme sorriso na cara, que aguardou com "serenidade" a decisão dos ministros do Superior Tribunal de Justiça pela sua soltura.

Mesmo com o governador em NY, ontem o governo Doria alcançou a primeira vitória na Assembleia Legislativa de SP ao aprovar, por 57 votos a 26, um projeto que extingue três estatais e funde outras duas.

Após dizer que Bolsonaro é “a fina flor da mediocridade”, Ciro Gomes, que é maluco, afirmou que problema do atual governo é que ele não tem projeto, traquejo ou habilidade de diálogo.

Abrindo mais uma linha de investigação, a deputada federal Celina Leão, do PP do DF, apresentou requerimento para que a CPI do BNDES convoque o empresário Victor Garcia Sandri, operador de propinas de Guido Mantega, para esclarecer as negociações envolvendo a criação do fundo de investimento imobiliário Atrium Nações Unidas, administrado pelo BTG, e a construção do edifício alugado à BBMafre, seguradora do Banco do Brasil.

Usando como base relatos de médicos cubanos, que afirmaram que eram obrigados a participar de reuniões políticas, 2 ONGs apresentaram ao Tribunal Penal Internacional uma denúncia contra a ditadura de Cuba, acusada de crimes contra a humanidade e de escravidão.

Crítica:

Enquanto idiotas tupiniquins, de esquerda e de direita, discutem ideias estúpidas como tabelamento do frete, na Suécia um caminhão elétrico sem motorista começou ontem a fazer entregas diárias em uma rodovia do país.

Ontem, estimulados por uma imprensa parcial e marchando ao lado de bandidos e terroristas do PT, da CUT, do MST, do PCdoB e do SOL, estudantes tupiniquins foram às ruas para protestar contra o contingenciamento de -3,5% das verbas das Universidades Federais e, provando que são “idiotas usados como massa de manobra”, não perceberam que o real motivo das manifestações é impedir a aprovação da reforma da Previdência e soltar o Lula.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário