R.B. 17/ABR/19 "Apagando fogo com gasolina"



"Apagando fogo com gasolina"

São Paulo, 17 de abril de 2019 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, ainda beneficiada pela valorização das commodities e desta vez também animada pelas "apostas" de aprovação, ainda hoje, da nova Previdência na CCJ da Câmara e de anuncio do reajuste do preço do diesel pela Petrobrás e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pela esperada manutenção do "humor positivo" na bolsa tupiniquim e em um "ajuste técnico" após fechar o pregão anterior no maior patamar desde 29/MAR/19.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,3%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY, impulsionada pela valorização das commodities e beneficiada pela "aposta" de que o governo conseguirá contornar o impasse na política de preços do diesel, o que impulsionou as ações da Petrobrás (3,1%) e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,90, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e impulsionado pelas dificuldades da tramitação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2% e China 2,4%, impulsionadas por um artigo da estatal chinesa Securities Times sugerindo que há espaço para mais valorização das ações do país, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,4%, França 0,4% e Alemanha 0,7%, beneficiadas pela divulgação de indicadores econômicos positivos, como o índice de expectativas econômicas alemã que subiu de -3,6 em MAR/19 para 3,1 em ABR/19, e acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY e (3) dos EUA, com a NASDAQ atingindo o maior patamar desde 3/OUT/18, S&P 0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,3%, influenciadas positivamente pela melhora das perspectivas para a economia do país e pela divulgação de resultados corporativos animadores.

Com a economia britânica ainda resistindo aos supostos efeitos negativos da saída do país da União Europeia, a taxa de desemprego do país da rainha Elizabeth II se manteve em 3,9% nos 3 meses até FEV/19, o que representa o menor nível desde 1975 e os salários dos britânicos, excluindo bônus, subiram 3,4% na comparação anual.

Ainda "apostando" que a economia tupiniquim crescerá 2,1% em 2019, patamar acima do esperado pelo "mercado" (1,95%), a agencia de classificação de riscos Fitch alertou que o Brasil está entre os países envoltos em riscos políticos, principalmente por conta das dúvidas sobre a aprovação da nova Previdência.

Mostrando que está 100% alinhado com Bolsonaro, Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou que o presidente disse que "não quer, não pode e não vai" interferir na política de preços da Petrobras, ressaltando que é a referida petrolífera que vai decidir o momento e o valor dos seus reajustes.

Após alertar, com boa dose de razão, que a atitude de Bolsonaro com a Petrobrás foi no mínimo "precipitada", Luiz Fernando Furlan, ex-ministro dos governos da organização criminosa petista e atualmente chairman do Lide (que é o grupo de lobistas do tucano Doria), afirmou que as dificuldades enfrentadas na tramitação da nova Previdência estão atrasando decisões de investimentos no país.

"Apagando fogo com gasolina", Bolsonaro, como se não soubesse que o problema é de muita oferta de caminhões e pouca demanda por frete, anunciou ontem uma linha subsidiada de crédito, parecido com o que fez Dilma em 2011, de até R$ 30 mil, via BNDES, para caminhoneiros autônomos comprarem pneus e fazerem manutenção dos seus veículos, o que vai endividar ainda mais a categoria.

Apesar dos caminhoneiros chantagearem o presidente e o país, ameaçando fazer greve, o preço do óleo diesel nas bombas está hoje -5,3% menor do que na semana anterior à ultima paralisação da referida categoria, em MAI/18, que aliás custou R$ -6,7bi aos cofres públicos.

Brilhante, liberal e justamente por isto atacado constantemente pela imprensa socialista tupiniquim, Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, quer acabar com a demora e a burocracia em processos de licenciamento ambiental, que em alguns casos necessita, além do aval do Ibama, laudos arqueológicos e de outras entidades, como a Funai.

Contrariando a histeria da imprensa socialista tupiniquim, segundo Yang Wanming, embaixador chinês no Brasil, a China pode concordar em permitir mais importações brasileiras de carne após negociações de alto nível marcadas para MAI/19, quando a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o vice presidente, Mourão, viajarão para o referido país asiático.

-    A Vale subiu 3,4%, apoiada na alta dos preços do minério de ferro e impulsionada pela decisão judicial que autorizou a companhia a retomar a operação de sua mina Brucutu, paralisada em FEV/19, após o crime cometido pela empresa em Brumadinho.

Política:

Enfrentando uma oposição canalha, criminosa e profissional, o governo Bolsonaro tentará votar a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça ainda nesta quarta-feira, antes do feriado da Páscoa, mas para isso terá de superar a obstrução da oposição e enfrentar a possibilidade de desidratação do texto já na primeira etapa de sua análise.

Legislando em causa própria e mostrando que ainda é dominado por bandidos, na noite de ontem o Senado aprovou, após uma sessão tumultuada, um projeto que anistia multas que haviam sido aplicadas a partidos políticos em algumas situações.

Ministros que trabalham no Palácio do Planalto e assessores do presidente Bolsonaro passaram a defender nos bastidores a troca do líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, cuja habilidade política é bastante questionada.

Pressionado por senadores sem rabo prezo com a justiça, Davi Alcolumbre, presidente do Senado, voltou a prometer que a decisão final sobre essa segunda tentativa de instalar a CPI da Lava Toga será tomada no plenário da Casa, porém ainda não definiu em que data isto acontecerá.

Ministério da Economia cedeu à pressão das agências reguladoras e manteve o direito a regalias para funcionários comissionados desses órgãos, como não bater ponto e receber auxílio-moradia de R$ 1.800 por mês quando transferidos a outras cidades.

Contrariando mais uma notícia falsa da imprensa socialista tupiniquim, a Secretaria Especial de Comunicação Social apresentou números provando que nos 3 primeiros meses deste ano os gastos de publicidade do governo Federal recuaram -60% em relação ao mesmo período do ano passado.

Alegando falta de interesse nacional e mostrando que existe vida inteligente e honesta na magistratura tupiniquim, a Justiça Federal anulou a concessão de passaporte diplomático para o picareta Edir Macedo, líder da Igreja Universal, e sua mulher, Ester Bezerra.

Em uma guerra declarada, no início da tarde de ontem Raquel Dodge, a procuradora-geral, enviou manifestação ao STF avisando o ministro Alexandre de Moraes, presidente do inquérito, sobre sua decisão de arquivar o caso das supostas fake news, ameaças e ofensas aos ministros do STF, porém 4 horas depois o referido ministro do supremo, e ex-advogado do PCC, rebateu a manifestação, afirmando que ela não tem respaldo legal e que o inquérito prossegue por mais 90 dias.

Cobertíssimo de razão, André Marsiglia Santos, advogado que representa o site Antagonista e a revista Crusoé, afirmou que a decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes de determinar a retirada de reportagens do ar foi um ato de censura e um abuso judicial.

Confirmando que "onde existe fumaça tem fogo", na manhã de hoje foi revelado que Marcelo Odebrecht enviou à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal outros e-mails que trariam menções ao ministro Dias Toffoli, que além do apelido "amigo do amigo do meu pai" também foi creditado apenas com a letra "T" em algumas mensagens.

Além de tumultuar bastante o cenário político, a decisão autoritária dos nefastos Alexandre Moraes e Dias Toffoli de censurarem uma revista pode ser um "balão de ensaio" para testar a reação da opinião pública a soltura de Lula, que pode ser determinada em um julgamento já marcado por Gilmar Mendes na segunda turma do STF.

Crítica:

Agindo como na inquisição, quando a igreja acusava, investigava e punia, e também com a certeza absoluta que é de uma casta superior, Alexandre de Moraes, ministro do STF e ex-advogado do PCC, determinou o bloqueio compulsório e sem julgamento algum de todas as redes sociais de todos aqueles que ousarem criticar a suprema corte tupiniquim.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário