R.B. 12/ABR/19 "Ir para a rua quebrar tudo"



"Ir para a rua quebrar tudo"

São Paulo, 12 de abril de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para fechar em território negativo pelo quarto pregão consecutivo, prejudicada pela redução das “apostas” de aprovação da reforma da Previdência, diante da chantagem dos parlamentares tupiniquins para que Bolsonaro aceite negociar na base do “toma-lá dá cá” e (2) o DÓLAR pode subir, novamente acompanhando a esperada pior do “humor” na bolsa tupiniquim, que reduz a cada dia o fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,2%, alheia ao movimento das demais bolsas mundiais, com os investidores preocupados com declarações de Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara, que cria dificuldades para vender facilidades na tramitação da nova Previdência e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,86, impulsionado pelo mesmo motivo que derrubou a bolsa tupiniquim e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,1% e China -1,6%, diante do aumento da preocupação com a desaceleração da economia global e com medidas protecionistas e do anúncio de que a inflação chinesa ao consumidor da China atingiu em MAR/19 o maior nível em 5 meses, graças a uma alta nos preços de alimentos, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,1%, França 0,7% e Alemanha 0,3%,  reagindo positivamente à notícia de que o Reino Unido chegou a um acordo com a União Europeia para ganhar mais prazo para decidir sobre a saída do bloco, o que beneficiou principalmente as ações dos bancos, como Deutsche Bank (2,9%), Commerzbank (3,1%) e Santander (2,4%) e (3) dos EUA, S&P -0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,1%, realizando lucros, após atingirem os maiores patamares desde OUT/18, em um pregão com pouca volatilidade.

Com a oposição radical de Ciro Gomes, que inclusive ameaçou “ir para a rua quebrar tudo” se a medida passar, o que aliás é um indicativo de que a proposta é muito boa, Bolsonaro, rezando na cartilha liberal de Paulo Guedes, enviou um projeto de lei para o Congresso com o objetivo de estabelecer a autonomia formal do Banco Central, como acontece em todas as economias livres e desenvolvidas do mundo.

Executivos de diferentes setores avaliam que a desoneração total da folha de pagamentos, um dos itens da reforma tributária proposta pelo governo Bolsonaro, vai ajudar a melhorar a competitividade da indústria nacional e gerar mais empregos, além de acabar com mais uma "jabuticaba" que existe apenas no Brasil.

Pouco tempo atrás “rei do lobby” e agora “rei das boquinhas”, Doria, governador tucano de SP, decidiu dar subsídios para as empresas farmacêuticas que se instalarem no Estado, assim como já fez com os setores aéreo e automotivo.

Coberto de razão, Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil, afirmou que o governo Bolsonaro, no marco dos seus 100 primeiros dias, exibe um modelo de "governança" que difere dos anteriores e que se equipara às principais nações do mundo.

Bastante otimista, Paulo Souza, que é diretor de Fiscalização do BC tupiniquim, afirmou ontem que a tendência é que as emissões de debêntures continuem com “bastante força” em 2019.

Usufruindo de um monopólio que tem proteção estatal, legal e judicial, em 2018 os grandes bancos brasileiros recuperaram o patamar de rentabilidade que tinham antes da recessão que se encerrou em 2016, beneficiados principalmente pela queda da inadimplência.

Se livrando dos ativos que só lhe causam dor de cabeça, para um dia quiçá ser totalmente privatizada, a Petrobras anunciou que analisa vender mais uma fatia das ações que detém na BR Distribuidora, com uma possível oferta de ações da bolsa de valores tupiniquim.

Como os investidores aguardam a tramitação da nova Previdência para assumirem posições mais arrojadas, segundo dados da Anbima as captações realizadas por empresas tupiniquins no mercado local e externo caíram -9,85% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2018.

Com o saldo anual ainda positivo em R$ 1,7bi, os investidores estrangeiros, cada dia mais ressabiados com o andamento da nova Previdência no Congresso Nacional, retiraram R$ -533 milhões da bolsa tupiniquim apenas na última terça-feira, quando aliás o Ibovespa recuou -1,1%.

Política:

Comandados por Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara que, atolado em denúncias de corrupção, cria dificuldades para vender facilidades, os partidos do Centrão ameaçam obstruir a sessão da Comissão de Constituição e Justiça para votação do relatório favorável à admissibilidade da proposta de nova Previdência enviada pelo governo Bolsonaro.

Chantagista, canalha e bandido, Rodrigo Maia afirmou, em um evento para investidores em NY, que atrapalhar o governo seria a coisa mais fácil do mundo, mas que a Câmara, com uma boa quantidade de canalhas como ele, tem muita responsabilidade.

Começando a puxar o fio de uma meada que pode terminar com o impeachment e até a prisão de membros do Supremo Tribunal Federa, Marcelo Odebrecht contou para os investigadores da Lava Jato que Dias Toffoli atuou em favor de sua empresa, obviamente em troca de propina, quando era Advogado Geral da União, em 2007.

Representante máximo da escória da política e da decadência moral e intelectual do Brasil, Jean Wyllys, covarde ex-deputado Federal que renunciou ao mandato para morar na Europa, foi ontem ao programa do Bial, na socialista e repugnante TV Globo, para dizer que se orgulha de ter cuspido no presidente Bolsonaro.

Indignados e desesperados, integrantes da oposição ao presidente Bolsonaro, com a solidariedade e apoio da imprensa socialista tupiniquim, buscam um discurso para tratar da criação do 13º do Bolsa Família, já que sabem que haverá um enorme ganho político para o Planalto em redutos da organização criminosa petista.

Confirmando mais uma vez que a Câmara Federal tupiniquim é comandada por um bandido, uma perícia nos sistemas de pagamento de propina da Odebrecht mostrou a execução de pagamentos de R$ 1,4 milhão a codinomes atribuídos a Rodrigo Maia, o “Botafogo”, a seu pai Cesar Maia, o “Déspota”.

Coberto de razão, apesar de também ser um trambiqueiro sem caráter, Marcelo Crivella, prefeito do RJ, afirmou que a TV Globo bate no governo Bolsonaro pois está indignada com o fim das propagandas do governo Federal e das Estatais, que aliás pagavam o dobro do que paga uma empresa comum.

Ciente de quanto pior para o governo e para o país, melhor para a organização criminosa de que ele faz parte, Gilmar Mendes liberou para julgamento no STF a ação sobre correção monetária de precatórios antigos e que podem provocar um rombo de R$ 40,8bi nas contas públicas tupiniquins.

Ricardo Assaf, delator da Operação Descarte, cuja quarta fase foi deflagrada ontem, disse ter entregado R$ 5mi em espécie a um amigo de Aécio Neves chamado Flávio Jacques Carneiro, que já havia sido citado na delação premiada de Joesley Batista como intermediário de propina do referido deputado tucano.

Mentor intelectual da organização criminosa petista, José Dirceu, já condenado em vários processos e que só está fora da cadeia por conta de uma decisão de “seu ministro do STF” Dias Toffoli, deve ser recolhido à penitenciária da Papuda até meados de MAI/19, quando o TRF-4 julgará seu último recurso.

Crítica:

Apoiadores entusiasmados de Bolsonaro, depois de mover esforços no Legislativo em defesa da nova Previdência, o grupo de empresários reunidos no movimento chamado Brasil 200 parte agora para cima do Judiciário, já que protocolou ontem no Senado um pedido de impeachment de Gilmar Mendes, o nefasto ministro do Supremo Tribunal Federal.

Em sua batalha para destruir o governo Bolsonaro e permitir a volta da organização criminosa petista ao poder, obviamente junto com a nefasta e generosa propaganda estatal, a Folha de SP divulga hoje em manchete que a aprovação da nova Previdência eliminará a possibilidade de liberação de remédio no SUS via decisão judicial.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário