R.B. 27/MAR/19 "Bem distante da realidade tupiniquim"



"Bem distante da realidade tupiniquim"

São Paulo, 27 de março de 2019 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, para devolver a alta registrada no pregão anterior (1,8%), acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e pressionada pela manutenção das dificuldades do governo em se relacionar com o Congresso Nacional e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, ampliando a valorização acumulada nos últimos 12 meses (16,3%), seguindo a esperada priora do “humor” na bolsa tupiniquim e também a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,8%, interrompendo uma sequência de 5 pregões consecutivos de queda, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e das commodities, beneficiada por sinais positivos da economia tupiniquim e principalmente impulsionada pela melhora das “apostas” de aprovação da nova Previdência e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,87, revertendo as perdas da abertura, para ampliar a valorização acumulada no mês (3,3%), influenciado pela ata da reunião do Copom, que indicou que a taxa básica de juros da economia tupiniquim pode cair ainda mais.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 2,1%, com destaques de alta para as ações ligadas aos setores farmacêutico e de transporte terrestre e China -1,5%, em um movimento de cautela à espera de uma nova rodada de discussões comerciais entre funcionários de alto escalão dos governos chinês e norte-americano, em Pequim, a partir de amanhã, (2) da EUROPA, recuperando perdas recentes, Inglaterra 0,3%, França 0,9% e Alemanha 0,6%, beneficiadas pela divulgação de boas notícias corporativas, como da Airbus (2,0%) e da Ocado (4,1%) e (3) dos EUA, S&P 0,7%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,7%, beneficiadas principalmente pela valorização das ações dos bancos, como Goldman Sachs (1,2%) e Citigroup (1,5%).

Com os investidores minimizando a inversão da curva de rendimentos dos Treasuries de curtíssimo prazo (três meses) e de longo prazo (dez anos) nos EUA, (1) Mary Daly, presidente do FED (“BC” norte-americano) de San Francisco ressaltou que não está "desesperada" e que projeta um crescimento ao redor de 2% para seu país neste ano e (2) Tony Dwyer, estrategista-chefe de mercados da Canaccord Genuity, lembrou que, historicamente, o momento atual dá um sinal de compra de ações no curto prazo.

Na ata da sua reunião da semana passada, quando decidiu manter a taxa básica de juros da economia brasileira no menor patamar da história (6,5% ao ano), o Copom (1) alertou que uma retomada mais robusta da economia neste ano depende de reformas fiscais e (2) ressaltou que a inflação segue em níveis confortáveis, cenário que vem embasando tanto apostas de aperto monetário mais demorado e suave à frente quanto de eventual corte nos juros para dar impulso à atividade econômica.

Grandes empresários brasileiros que apoiam o governo Bolsonaro, comandados por Flávio Rocha (Riachuelo) e Luciano Hang (Havan), divulgaram ontem um comunicado alertando que sem a aprovação da nova previdência o país quebra e, além de não gerar mais empregos, ocorrerão muitas demissões.

Farta da corrupção, da burocracia e da ineficiência tupiniquim, a Roche Farma Brasil, empresa de origem suíça de produtos farmacêuticos e de diagnóstico, anunciou que encerrará sua produção de medicamentos no Brasil, com o fechamento nos próximos 4 ou 5 anos, da fábrica de Jacarepaguá, no RJ.

Usufruindo de uma rentabilidade impressionante de 20,0% sobre o patrimônio líquido, algo bem superior ao auferido por empresas do mesmo setor nos EUA (8,0%), Octavio de Lazari, presidente do Bradesco, afirmou que as Big techs são risco aos bancos tupiniquins, ressaltando que o remédio para o banco manter sua rentabilidade é ganhar escala emprestando mais.

Sem perder sua mania de tirar dos pobres para dar aos riscos, o BNDES emprestou R$ 320 milhões para os “coitadinhos” do Itaú Unibanco, Bradesco, Santander, Caixa e Banco do Brasil criarem o Quod, que será um novo birô de crédito que reunirá os referidos 5 maiores e monopolistas bancos tupiniquins.

Visando desenvolver a região e reduzir a dependência da energia venezuelana, o governo Bolsonaro retomou estudos para tirar do papel nos próximos anos a hidrelétrica de Bem Querer, uma usina em Roraima que demandaria aportes de cerca de R$ 6 bilhões e poderia ser oferecida a investidores em um leilão em 2021.

-    A Petrobras avançou 4,7% na bolsa tupiniquim, beneficiada pela alta dos preços do petróleo e pela expectativa de um desfecho na questão da cessão onerosa.
-    A Nintendo subiu 4,8% na bolsa de Tóquio, após anunciar que que pretende lançar novas versões de seu console Switch em meados do ano.
-    A Airbus subiu 2,0% na bolsa de Paris, após anunciar pedidos de vendas de 300 aviões para a China durante visita do presidente Xi Jinping à França.

Política:

Apesar de todo PSL ter votado sim pela matéria, inclusive o deputado Eduardo Bolsonaro, que é filho do presidente, a imprensa socialista tupiniquim insiste em “lacrar” que foi uma derrota do governo a aprovação, na Câmara, da proposta de emenda constitucional que obriga a união a executar todos os investimentos do Orçamento.

Com potencial para acalmar o “mercado”, o general Carlos Alberto Santos Cruz, da Secretaria de Governo, montará uma força-tarefa com a equipe do ministro Paulo Guedes, da Economia, além de integrantes de outras pastas, que se se dedicará exclusivamente a articular a aprovação da nova Previdência.

Como não é idiota de cair na arapuca da imprensa socialista e de “seus comparsas da organização criminosa petista”, Paulo Guedes, superministro da economia, desistiu de comparecer à CCJ da Câmara que analisa a nova Previdência, alegando, com toda razão, que não faria sentido falar à comissão sem que o relator sobre o tema fosse definido.

Os líderes de 13 partidos que formam o bloco informal “Centrão”, que representam quase 300 dos 308 votos necessários para a aprovação da matéria, divulgaram um documento em que apoiam a proposta da nova da Previdência de Bolsonaro, mas ressaltaram que pretendem retirar dois pontos do texto (1) as mudanças no benefício assistencial pago a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda e (2) na aposentadoria rural.

Com a “velha política” vencendo 2 batalhas em apenas 1 dia, ontem (1) na Câmara o nefasto Rodrigo Maia engavetou o projeto que exige que advogados comprovem que estão sendo pagos com recursos lícitos de seus clientes e (2) no Senado Davi Alcolumbre arquivou a CPI da Lava Toga.

Acabando com a farra de terroristas e mostrando porque é tão criticada pela imprensa socialista tupiniquim, Damares Alves, a ministra dos Direitos Humanos, anunciou ontem que negou 265 pedidos de reconhecimento de anistiados políticos e que fará uma auditoria em reparações às vítimas de perseguições políticas concedidas nos governos passados.

Colocada no cargo pelo nefasto ex-presidente Temer, Raquel Dodge, procuradora geral da república, está cada vez mais isolada e, sofrendo oposição de seus pares, será substituída em SET/19, quando vence seu mandato, por um nome mais alinhado com o governo Bolsonaro.

Bandido da pior espécie, o nefasto deputado federal Orlando Silva, do PCdoB de SP, é um dos mais cotados para relatar a comissão mista do Congresso que analisará a MP que cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados.

Crítica:

“Bem distante da realidade tupiniquim”, onde os verdadeiros chefões do tráfico ainda estão no Congresso Nacional, nos EUA o mercado da maconha, medicinal e recreativa, cresce cada dia mais, reduzindo drasticamente a violência, gerando bilhões em impostos e já empregando em tempo integral mais de 300 mil pessoas, patamar bem superior ao de setores consolidados como mineração (52 mil empregos) e cerveja (69 mil empregos).

Em mais uma vitória de Trump, que ao que tudo indica e para o desespero da imprensa socialista tupiniquim se reelegerá com facilidade, os democratas da Câmara dos Deputados dos EUA não conseguiram reverter a decisão do referido presidente norte-americano de declarar “emergência nacional” para construir seu prometido muro na fronteira com o México.

Enquanto Lula está na cadeia, babaca, a imprensa socialista tupiniquim anuncia em tom de alarde e denúncia que o presidente Bolsonaro, que não bate cartão, foi ao cinema com a esposa, para assistir um filme inclusivo na companhia de jovens surdos, e por isto só começou a trabalhar as 11:30 da manhã.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário