R.B. 25/MAR/19 "Acuado e assustado como um rato"



"Acuado e assustado como um rato"

São Paulo, 25 de março de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a cair, mesmo após 4 pregões consecutivos de baixa, seguindo as perdas das demais bolsas mundiais e principalmente prejudicada pela redução das “apostas” de aprovação da nova Previdência e (2) o DÓLAR pode subir, ampliando os ganhos acumulados na semana passada (2,1%) e com “boas chances” de atingir os R$ 4,00 ainda nesta semana, influenciado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim e também reduzir o fluxo positivo de recursos externos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -3,1%, para fechar a semana acumulando perdas de -5,5%, acompanhando o recuo das commodities e a desvalorização das demais bolsas mundiais, em meio aos sinais de desaquecimento da economia global, e novamente prejudicada pelos “temores” de que a prisão de Temer, e do sogro do nefasto Rodrigo Maia, prejudique a aprovação da nova Previdência e (2) o DÓLAR subiu 2,6% à R$ 3,90, para fechar o dia no maior patamar do ano, influenciado pela manutenção do “humor negativo” na bolsa tupiniquim e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,1%, sustentadas pelo bom desempenho das ações do setor de tecnologia, que acompanharam a valorização de seus pares nas bolsas de NY no dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra -2,0%, França -2,0% e Alemanha -1,6%, prejudicadas pelo aumento dos temores de desaceleração da economia global, após a divulgação de que o índice de gerentes de compras da indústria alemã, que tem a maior economia da zona do euro, recuar para 44,7pts em MAR/19, o que representa o menor nível em 79 meses e (3) dos EUA, acompanhando o “humor negativo” das bolsas europeias, S&P -1,9%, DJ -1,8% e NASDAQ -2,5%, com destaques de queda para as ações dos bancos, como Citi (-4,2%) e Bank of America (-4,6%), e também influenciadas negativamente pelo anúncio de que a produção industrial do país atingiu o menor nível em 21 meses.

Com mais de 1 milhão de ingleses saindo às ruas e 5 milhões assinando um manifesto para pedirem um novo plebiscito para tentar reverter a saída do país da União Europeia, o que seria excelente para a Inglaterra, para a Europa e para todo o mundo civilizado, na sexta-feira o Conselho Europeu adotou formalmente um documento em que concede a Londres uma extensão do prazo do Brexit até 22/MAI/19.

Certamente existe empatia e boa vontade no mercado em relação à política econômica liberal de Paulo Guedes, superministro da Economia de Bolsonaro, mas investidores e empresários dos EUA já deixaram claro que vão esperar a primeira votação da nova Previdência no Congresso para decidirem se apostam ou não dinheiro no Brasil.

Tentando colocar “panos quentes”, Paulo Guedes, superministro da economia, afirmou na sexta-feira que colisões são naturais em um processo de mudança, que confia na aprovação da nova Previdência pelo Congresso e que a economia de R$ 1 trilhão que ela trará é fundamental para a adoção do sistema de capitalização para as novas gerações.

Mostrando a urgência de se aprovar a nova Previdência, no Brasil, que é um país pobre, homens e mulheres que chegam aos 60 anos têm uma expectativa de vida quase tão grande quanto a dos alemães, que é um país rico, mas mesmo assim os brasileiros atualmente se aposentam cerca de 10 anos antes.

Contrariando os “rumores, as expectativas e a torcida”, em JAN/19 o número de imóveis, novos e usados, vendidos em SP caiu -4,1% na comparação com JAN/18 e, em número de lançamentos, a queda foi maior, de -61,8% na mesma base de comparação.

Prejudicando bastante o país no longo prazo, como na crise sobram profissionais experientes que aceitam tralhar ganhando menos, o número de vagas formais no setor privado destinadas a jovens de 18 a 24 anos recuou -25% entre 2012 e 2018.

-    A B2W despencou -9,1% na bolsa tupiniquim, sob influência do rebaixamento de recomendação promovido pela Itaú.

Política:

Acuado e assustado como um rato”, ao ver seu sogro ser preso e a Lava Jata se aproximando dele, Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara, já fazia o que podia para impedir o andamento do pacote anticrime de Sergio Moro e agora já deixou claro que fará de tudo para prejudicar o governo Bolsonaro, o que dificultará bastante o andamento da nova Previdência no Congresso Nacional.

Convicto de que, para não terminar preso como Lula e Temer, não deve entregar cargos e obras públicas em troca de votos, Bolsonaro, desta vez cobertíssimo de razão, criticou a “velha política” e ressaltou que a responsabilidade pela aprovação da nova Previdência está com o Parlamento.

Tentando fazer seu partido renascer no segundo maior colégio eleitoral do Brasil, o que é vital para seu plano de se eleger presidente do Brasil em 2022, Doria, governador de SP e cada dia mais dono do PSDB, convidou o empresário Paulo Marinho, do RJ, para ser o presidente dos tucanos no estado e sua primeira missão é o lançamento de candidaturas a prefeito nas principais cidades do Rio.

Em um acordo que desagradaria apenas os tucanos, alguns senadores que apoiam a CPI da Lava Toga falam em trocá-la pela abertura de um pedido de impeachment do nefasto Gilmar Mendes, o que seria uma forma “menos radical de compensação” e também ajudaria a diminuir a crise institucional instalada no Congresso.

Fazendo os tucanos Serra, Alckmin e Aloísio Nunes, e também o vosso casuístico Gilmar Mendes, tremerem de medo, Paulo Preto, operador de propinas do PSDB, está procurando um advogado para fazer sua delação premiada.

Já contando como certo que conseguirá passar para a prisão domiciliar, apesar de não admitir isto publicamente, Lula, maior bandido da história do Brasil, está reformando seu sítio de 20 mil m² na represa Billings, que terá área de lazer completa e campo de futebol.

A organização criminosa que comanda o país, cujos tentáculos se espalha pela imprensa, pelo parlamento e principalmente pelo meio empresarial e financeiro, está vendo seus líderes indo para a cadeia e, preocupada com a forma honesta de Bolsonaro governar, sem ceder a chantagens em troca de facilidades, e já começa a conspirar duas possibilidades (1) a implementação do parlamentarismo e (2) o impeachment do presidente.

Crítica:

Preocupadas, assim como Rodrigo Maia, de serem as próximas a irem para a cadeia, as filhas do ex-presidente Temer, que também estão envolvidas nos casos de corrupção, protestaram nas redes sociais chegando ao cúmulo de compararem seu nefasto pai com Nelson Mandela.

Para o desespero e decepção da imprensa socialista tupiniquim, segundo o relatório do procurador especial Robert Mueller, o presidente Trump não conspirou com o governo russo nas eleições norte-americanas de 2016.

Sem poder para censurar (ainda bem), o Conar, que não se preocupa quando um banco vende previdência para velho ou capitalização como se fosse investimento, abriu na sexta-feira uma representação ética contra anúncios da Empiricus, entre eles o viral de Bettina, que cometeu o “crime” de ficar rica supostamente investindo na bolsa.

Enquanto os xpminios reclamam da Bettina, a Infomoney, canal de conteúdo financeiro que pertence à corretora XP, enviou um e-mail a cadastrados de seu site com destaque para um relatório da corretora Rico, que também pertence a XP, dizendo que fez seus clientes ganharem R$ 142.061,99 em apenas 10 dias.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário