R.B. 22/MAR/19 "Temer, o nefasto, no lugar onde ele deveria estar há 40 anos"



"Temer, o nefasto, no lugar onde ele deveria estar há 40 anos"

São Paulo, 22 de março de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a cair, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e novamente prejudicada pelo recuo das commodities e pelos “temores’ de que a prisão de Temer prejudique a aprovação da nova Previdência e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, influenciado pela manutenção do “humor negativo” na bolsa tupiniquim e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,3%, devolvendo mais uma parte da valorização acumulada no ano (10,1%), acompanhando o recuo das commodities e prejudica pela avaliação, precipitada e quiçá equivocada, de que a prisão do nefasto ex-presidente Temer pode atrapalhar o andamento da nova Previdência e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,80, se ajustando à piora do “humor” na bolsa brasileira e também influenciado pelo consequente temor de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não houve negócios hoje devido a um feriado nacional e China 0,3%, “aliviada” com a decisão do FED (“Copom” norte-americano) de manter o ciclo de aperto monetário em suspenso por conta das incertezas globais, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,9%, França -0,1% e Alemanha -0,5%, divididas entre o conturbado processo de saída do Reino Unido da União Europeia e o movimento ascendente das bolsas de NY e (3) dos EUA, recuperando de forma exemplar as perdas da abertura, S&P 1,1%, DJ 0,8% e NASDAQ 1,4%, com destaques de alta para as ações do setor de tecnologia.

Como fruto do aumento da credibilidade externa do Brasil, ontem o Tesouro Nacional anunciou que captou US$ 1,5bi no mercado de bônus internacional que, desdenhando da prisão do nefasto ex-presidente Temer, foi fechada com uma taxa de juros considerada baixa, de 4,7% ao ano (a menor desde que o Brasil perdeu o grau de investimentos), e teve demanda 4 vezes maior do que a oferta.

Dando um importante sinal positivo da economia tupiniquim, em FEV/19 a arrecadação federal de impostos ficou em R$ 115bi, o que representa um crescimento real (que retira a inflação) de 5,36% na comparação com FEV/18 e também é o melhor resultado registrado na série histórica, que começou em 1995.

Aliado de primeira linha da organização criminosa petista, Roberto Azeredo, o incompetente do diretor-geral da falida, socialista e inútil Organização Mundial do Comércio, afirmou que não entendeu porque o Brasil está abrindo mão do status de país em desenvolvimento para se tornar membro da OCDE.

Enquanto políticos nefastos e banqueiros picaretas se apressaram em dizer que a prisão do nefasto Temer prejudicará a aprovação da nova Previdência, grandes empresários, tupiniquins e internacionais, ressaltam que o Brasil está mostrando para o mundo que está mudando e que investiga suspeitas de corrupção, o que é muito bom para o ambiente de negócios e para a atração de investimentos.

-    A Apple subiu 3,7%, após três instituições financeiras elevarem o preço-alvo das ações da empresa.

Política:

Colocando "Temer, o nefasto, no lugar onde ele deveria estar há 40 anos”, ontem, dando um nó nos ministros do STF, o brilhante juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato do RJ, mandou prender preventivamente o referido ex-presidente tupiniquim, que (1) é acusado de comandar uma organização criminosa que rapinou R$ 1,8bi dos cofres públicos, (2) é investigado em 10 processos criminais e (3) estava  comprovadamente destruindo provas, coagindo testemunhas, espionando as investigações e até ameaçando os membros do ministério público.

Como bandidos são solidários entre eles, Lula, e a organização criminosa petista, lamentaram e criticaram a prisão de Temer, que até outro dia era acusado de golpista, e aproveitaram para criticar pela enésima vez a brilhante operação Lava Jato.

Diretamente do Chile, que é um exemplo de pais e de sociedade para ser seguido pelo Brasil, Bolsonaro, ao comentar a prisão de Temer, afirmou que a Justiça existe para todos e que a prisão do referido nefasto ex-presidente aconteceu por conta da velha forma de se fazer política e de garantir a todo custo a governabilidade.

Genro de Moreira Franco, que foi preso juntamente com seu comparsa Temer, Rodrigo Maia, o também nefasto presidente da Câmara, afirmou ontem no final do dia não ver consequência para reforma da Previdência com a prisão do referido ex-presidente e líder da organização criminosa emedebista.

Acostumados, e quiçá até viciados, na “velha política”, analistas do “mercado” e comentaristas políticos se apressaram a dizer que a prisão do nefasto Temer preocupa porque vem no momento em que a articulação política de Bolsonaro para a tramitação da Previdência no Congresso Nacional.

Colocando a raposa para tomar conta do galinheiro, Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara, escolheu os deputados Marcelo Freixo, do PSOL, e Paulo Teixeira, da organização criminosa petista, para comandarem o grupo de trabalho que vai discutir o pacote anticrime de Moro, o brilhante ministro da Justiça, com a clara intenção de fazer o assunto morrer.

Finalmente mostrando que está aprendendo a escolher as brigas que quer enfrentar, Bolsonaro decidiu apagar o vídeo “golden shower” do seu Twitter após os advogados dos 2 depravados que aparecem nas imagens ameaçarem entrar com uma reclamação no STF.

Após a prisão do nefasto ex-presidente Temer, os “nobres” ministros do Supremo Tribunal Federal voltaram a entrar em alerta diante do aumento dos “rumores” de que uma delação premiada pode atingir, ainda que indiretamente, um dos membros da corte, que seria acusado por um grande empresário de vender sentenças.

Crítica:

Como um político tupiniquim que se acorrenta ao cargo acreditando que é insubstituível, Tereza May, primeira-ministra britânica, ao que tudo indica ainda não percebeu que é ela o grande entrave para a aprovação do Brexit no Parlamento britânico.

Enquanto xpminios e falsos liberais tupiniquins criticam seu trabalho e os burocratas do Cade e da CVM ameaçam sua empresa, Bettina, a moça da Empiricus, já tem mais de 1,1 milhão de pessoas inscritas no seu canal, patamar bem superior ao número de CPF cadastrados na monopolista bolsa de valores tupiniquim (730 mil).

Mostrando que, graças à Lava Jato, a impunidade já não é uma certeza e o crime deixou de ser compensador no Brasil, atualmente se encontra atrás das grades 2 ex-presidentes da República (Temer e Lula), 4 ex-governadores (Sérgio Cabral, Luiz Fernando Pezão, Beto Richa e Moreira Franco), 1 ex-presidente da Câmara (Eduardo Cunha) e dezenas de ex-ministros, ex-parlamentares, operadores políticos e empresários, numa fila de perder de vista.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário