R.B. 5/FEV/19 "Com o amparo da lei"



"Com o amparo da lei"

São Paulo, 5 de fevereiro de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, com “boas chances” de superar os 100.000pts ainda nesta semana, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e embalada pelo aumento das “apostas” de aprovação da reforma da previdência e (2) o DÓLAR pode cair, seguindo o esperado “humor positivo” na bolsa tupiniquim e também influenciado pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos”.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -1,0%, para fechar novamente no maior patamar da história, desta vez aos 98.589pts, diante do compromisso assumido por Davi e Rodrigo, respectivamente presidentes do Senado e da Câmara, de priorizarem a tramitação e aprovação da reforma da Previdência e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,67, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também em um “ajuste técnico” após recuar -2,8% na semana passada.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,5%, impulsionada por ações de corretoras e ligadas a commodities e China não teve pregão por conta do feriado do ano-novo lunar, que manterá os mercados locais fechados até sexta-feira, (2) da EUROPA, sem uma tendência única e com pouca volatilidade, Inglaterra 0,2%, França -0,4% e Alemanha -0,1%, reagindo a indicadores econômicos e, sobretudo, balanços e outras notícias corporativas mistos e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,7%, DJ 0,7% e NASDAQ 1,1%, beneficiadas pelos sinais de avanço das negociações do país com a China e pela divulgação de dados econômicos e de balanços de empresas positivos.

Cada semana um pouco mais otimista, o “mercado”, (1) reduziu de 7,00% para 6,50% suas expectativas para a taxa básica de juros no final deste ano, (2) manteve em 2,50% suas estimativas para o crescimento do PIB neste ano, (3) diminuiu de 4,00% para 3,94% suas “apostas” para a inflação medida pelo IPCA em 2019 e (4) reduziu de R$ 3,75 para R$ 3,70 suas projeções para a cotação do dólar em 31/DEZ/19.

Dando um sinal positivo da economia tupiniquim, como houve leve volta do emprego formal, a massa salarial subiu, o consumo voltou e as pessoas voltam a tomar crédito, o que se refletiu nos resultados do quarto trimestre dos maiores bancos privados do país, divulgados recentemente, que apontam que houve uma queda na provisão para devedores duvidosos.

Indicando que prefere negociar com bandidos, Alberto Ramos, economista-chefe do Goldman Sachs para a América Latina, afirmou, sem nenhuma vergonha em sua cara de pau, que o novo líder do Senado, Davi Alcolumbre, é "relativamente inexperiente" e que a derrota de Renan Calheiros pode ter deixado "profundas cicatrizes políticas" que devem distanciar alguns partidos, particularmente o MDB, da agenda de reformas do governo.

Diversificando sua matriz energética e também ajudando no controle da inflação, no ano passado o Brasil consumiu 19,4 bilhões de litros de etanol, um volume recorde nesta década e 42,1% maior do que o auferido em 2017.

“Com o amparo da lei”, que inibe a concorrência proibindo a oferta pública de bancos internacionais, e a anuência e apoio do CADE, que permitiu recentemente o Itaú, maior banco privado do país, comprar a XP, maior corretora de valores do Brasil, 85% dos recursos depositados em bancos tupiniquins são concentrados em apenas 5 instituições (Caixa, BB, Itaú, Santander e Bradesco), o que obviamente é negativo para os consumidores, que paga juros cada dia maiores e tem produtos e atendimento cada dia piores.

-    O Itaú subiu 2,3%, diante das expectativas positivas para o seu balanço, que foi divulgado após o fechamento do pregão e que reportou um lucro líquido de R$ 25,7bi em 2018, alta de 3,43% na comparação com 2017.
-    A Vale caiu -3,4%, já que a criminosa empresa, que mesmo após assassinar mais de 300 pessoas em Brumadinho insiste em manter seu presidente, foi alvo ontem de uma ação judicial determinando o fechamento da sua barragem na mina do Brucutu, que tem potencial de reduzir sua produção em 30 milhões de toneladas por ano.
-   A Ryanair caiu - 2,3% na bolsa de Londres, após seu balanço trimestral mais recente mostrar prejuízo.
-   Apple subiu 2,8% na bolsa de NY, diante de “rumores” de que a empresa pode comprar a Netflix, cujas ações avançaram 3,4%.

Política:

Com homens iguais às mulheres, a minuta da Proposta de Emenda à Constituição de Bolsonaro para a reforma da Previdência tem (1) idade mínima de 65 anos para aposentadoria, (2) tempo mínimo de contribuição elevado de 15 para 20 anos, (3) a criação de um sistema de capitalização, (4) a inclusão de servidores públicos, políticos e militares.

Principal bastião moral do governo Bolsonaro, ontem Sergio Moro, brilhante ministro da Justiça, apresentou um projeto com 14 pontos que visam agilizar os processos e endurecer as penas para o crime organizado, corrupção e delitos violentos, incluindo, entre outras medidas, (1) o cumprimento da pena após condenação em segunda instância, (2) a criminalização do caixa 2, (3) a classificação de milícias e facções como organizações criminosas, (4) a determinação que pessoas condenadas por peculato e corrupção devem começar a cumprir suas penas já em regime fechado e (5) a possibilidade que estados e o Distrito Federal construam presídios de segurança máxima.

Além de deixar ministros do STF preocupados, já que não descartou a possibilidade de colocar em votação algum pedido de impeachment de um deles, Davi, o novo presidente do Senado, afirmou a colegas que o corregedor geral do Senado, o tucano Roberto Rocha, está “à disposição” para tomar providências contra o nefasto Renan Calheiros por causa de agressões sexistas e pornográficas dirigidas por ele a jornalista Dora Kramer e à família da senadora Simone Tebet.

Prestes a ser denunciado por seus ataques pornográficos a jornalista Dora Kramer e a senadora Simone Tebet, Renan Calheiros, o nefasto senador emedebista, quer assumir a presidência da Comissão de Constituição e Justiça do Senado e para barra-lo é só Davi, novo presidente da Casa, instituir o voto aberto nas comissões.

Podendo iniciar um movimento que deixará no MDB apenas os bandidos, a senadora Simone Tebet sinalizou que deve deixar o referido partido depois dos atritos com o nefasto senador Renan Calheiros na eleição para a presidência do Senado.

Colocando o ex-presidente do Brasil, e membros de sua família e organização criminosa, cada dia mais perto da cadeia, ontem Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, determinou o envio de 2 denúncias e de um inquérito sobre Temer à primeira instância da Justiça Federal em Brasília.

Ex-advogado da organização criminosa petista, que claramente continua advogando a favor dela na mais alta corte tupiniquim, Toffoli, presidente do STF, teve a cara de pau de dizer que quer fazer sugestões ao pacote anticrime formulado por Sergio Moro, brilhante ministro da Justiça do governo Bolsonaro.

Alertando que está preocupada com um eventual e suposto aumento de mortes provocadas por policiais, e não por bandidos, a OAB “avisou” que está passando um “pente fino” no projeto anticrime apresentado ontem por Serio Moro.

Crítica:

Na vanguarda do liberalismo, a principal agência regulatória dos serviços financeiros no estado de NY permitirá que empresas de seguros de vida usem dados de mídias sociais e outras fontes não tradicionais a fim de determinar os preços de suas apólices.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário