R.B. 6/FEV/19 "A velha tática do policial bonzinho e do policial malvado"



"A velha tática do policial bonzinho e do policial malvado"

São Paulo, 6 de fevereiro de 2019 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, ainda em um movimento de realização de lucros, diante da valorização de 11,9% acumulada no ano, prejudicada pelas incertezas com relação à proposta de reforma da Previdência, influenciada negativamente pelo recuo das commodities e acompanhando o movimento descendentes das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo o esperado “humor negativo” na bolsa tupiniquim e recuperando uma parte das perdas registradas no ano (-5,2%).

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,3%, realizando lucros após 2 dias consecutivos renovando máximas históricas, pressionada principalmente pela considerável queda das ações do Itaú (-4,3%), após o “mercado” ficar “frustrado” com lucro de “apenas” R$ 25,7bi apresentado pelo banco em 2018 e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,66, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos”.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China permaneceu fechada por conta do feriado de ano novo lunar e Japão -0,2%, com baixo volume de negócios volume de negócios e destaques de queda para as exportadoras, que se prejudicaram pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, (2) da EUROPA, Inglaterra 2,0%, França 1,7% e Alemanha 1,7%, com destaques de alta para as ações das empresas do setor de energia, impulsionadas pela valorização das commodities e por um balanço positivo da britânica BP, cujas ações avançaram 5,2% em Londres e (3) dos EUA, atingindo os maiores patamares desde 6/DEZ/18, S&P 0,5%, DJ 0,7% e NASDAQ 0,7%, em um movimento liderado por papéis de empresas de tecnologia e estimulado pela redução das “apostas” de alta dos juros no país.

País que, assim como o Brasil, é um grande exportador de commodities, ontem a Austrália, que segundo projeções deve crescer 3% em 2019, decidiu manter a sua taxa básica de juros em 1,5% ao ano, permanecendo assim desde AGO/16 no menor patamar da sua história.

Reduzindo ainda mais as “apostas” de alta dos juros nos EUA, (1) o índice de atividade do setor de serviços do país recuou de 58,0pts em DEZ/18 para 56,7pts em JAN/19, (2) o subíndice de novas encomendas caiu de 62,7pts em DEZ/18 para 57,7pts no mês passado, (3) Robert Kaplan, presidente do FED (“BC”) de Dallas, afirmou que a paciência deve ser mantida até que haja mais clareza sobre o quadro econômico norte-americano.

Bastante influenciada pela propaganda negativa que a mídia socialista tupiniquim faz do governo Bolsonaro no exterior, a agencia de classificação de risco S&P afirmou ontem que existe bastante ceticismo sobre a capacidade do novo governo tupiniquim implementar a reforma da Previdência.

Otimistas com o Brasil, (1) as concessionárias “apostam” que em 2019 as vendas de veículos novos crescerão 10,1% na comparação com 2018 e (2) a Abras, a entidade que representa o setor de supermercados, projeta um aumento de 3% nas vendas em 2019 na comparação com 2018.

“Apostando” no Brasil e ajudando a diversificar a matriz energética tupiniquim, a Rio Energy anunciou que investirá cerca de R$ 700mi para expandir seu parque de geração eólica no município de Morro do Chapéu, na Bahia.

Cobertíssimo de razão, ontem um grupo de dez acionistas minoritários, que inclui organizações não governamentais e moradores da região de Brumadinho, pediu ao conselho de administração da mineradora Vale a destituição da diretoria executiva da empresa, que aliás se o Brasil fosse um país sério já teria alguns de seus membros, inclusive o presidente, presos.

-    A Alphabet, controladora do Google, subiu 0,9% na bolsa de NY, após a companhia divulgar lucro e receita acima do esperado no quarto trimestre de 2018.

Política:

Usando “a velha tática do policial bonzinho e do policial malvado”, Mourão, vice-presidente do Brasil, afirmou que, em relação à proposta de reforma da previdência, Bolsonaro, presidente, e Paulo Guedes, ministro da economia, divergem sobre idade mínima igual entre homens e mulheres.

Conforme já era de se esperar, o pacote anticrime do brilhante ministro Moro, cujo objetivo principal é que a justiça seja feita, já enfrenta resistências no STF, onde uma boa parte dos “nobres magistrados” atua constantemente para livrar bandidos da cadeia.

Responsáveis pela queda do governo Dilma e pela renovação política que acontece no Brasil, o MBL e o Vem Pra Rua pedirão o impeachment de Toffoli, ex-advogado do PT e atualmente ministro do Supremo Tribunal Federal, sob o argumento de que ele interferiu indevidamente na eleição para a presidência do Senado, ao determinar votação fechada em um despacho as 3:45 da madrugada de sábado passado.

Criando dificuldades para vender facilidades, Rodrigo Maia, presidente reeleito da Câmara que ao que tudo indica não entendeu que a forma de fazer política está mudando, afirmou que o tamanho da base do governo no Congresso "ainda está em construção" e que não sabe se Bolsonaro tem 350 deputados para garantir aprovação da reforma da Previdência.

O corajoso e fundamental requerimento para criar a “CPI Lava Toga’”, o senador Alessandro Vieira, da REDE, cita exemplos do que ele considera “uma verdadeira desmoralização da cautela judicial e da atuação minimalista dos Tribunais Superiores”.

Desgastado pela derrota sofrida na disputa pela presidência do Senado, o que é 100% culpa do nefasto Renan Calheiros, o MDB terá direito a indicar apenas um nome para a Mesa Diretora da Casa, ocupando a modesta Segunda Secretaria.

Se pintando para a guerra contra os “bandidos de toga”, Davi Alcolumbre, em seu primeiro discurso como presidente do Senado, desafiou o Supremo Tribunal Federal e disse que o Legislativo não se curvará “à intromissão amesquinhada do Judiciário”.

Com a esquerda desunida e carente de uma liderança, o deputado petista Vicentinho usou seu primeiro discurso no plenário da Câmara para defender Lula, líder da sua organização criminosa, dizendo inclusive que ele é um "preso político".

Canalha, bandida e terrorista que já recebe mais de R$ 35mil por mês de aposentadoria e tem a sua disposição, até morrer, seguranças, motoristas e até cozinheira pagos com dinheiro público, a nefasta ex-presidenta Dilma quer agora receber mais uma pensão mensal de R$ 10.735,55 da Comissão de Anistia afirmando que é “um direito seu”.

Com o objetivo claro de expor terroristas, como a ex-presidenta Dilma, que mamam nas doces tetas do Estado, a ministra Damares Alves, da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, pretende tornar públicas as indenizações pagas a todas as pessoas anistiadas pelo governo.

Crítica:

Por se cuidarem mais, e também por questões fisiológicas e comportamentais, na média as mulheres vivem mais do que os homens, portanto é um enorme absurdo que a idade mínima de aposentadoria delas seja menor do que a dos homens.

Fazendo uma grave denúncia, que mostra o poder de estrago que um ditador maluco e sanguinário pode causar na América Latina e no mundo, o especialista em segurança norte-americano Douglas Farah, da IBI Consultants, afirmou que Maduro, ditador venezuelano, mandou dólares em caixas de papelão para El Salvador, com o objetivo de organizar a caravana de migrantes que cruzou o México no final do ano passado com o objetivo de invadir os EUA.

Lutando contra os socialistas para poder cumprir sua principal promessa de campanha, ontem Trump, presidente dos EUA, defendeu no tradicional discurso do Estado da União, a necessidade de que um muro seja construído na fronteira com o México.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário