R.B. 30/JAN/19 "Dar uma bela cagada"



"Dar uma bela cagada "

São Paulo, 30 de janeiro de 2019 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar subir, acompanhando o movimento ascendente das commodities e das principais bolsas mundiais e com o “mercado apostando” cada dia mais no destravamento da economia tupiniquim, que mostra cada dia mais que deixará o baixo crescimento para trás e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, mesmo, após fechar o pregão anterior o menor patamar em 11 dias, influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos e também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,2%, recuperando uma pequena parte das perdas registradas no pregão anterior, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada pelas “apostas” de aprovação da reforma da Previdência e (2) o DÓLAR caiu -1,3% à R$ 3,72, seguindo a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pelas expectativas de que o FED (“Copom” dos EUA) não subirá a taxa de juros norte-americana na sua reunião que termina hoje.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, próximas da estabilidade e sem uma tendência única, Japão 0,1%, sustentada pelo bom desempenho das ações do setor de tecnologia e China -0,1%, diante de novas tensões comerciais entre o país e o governo norte-americano, (2) da EUROPA, recuperando as perdas do pregão anterior, Inglaterra 1,3%, França 0,8% e Alemanha 0,1%, beneficiadas pela valorização das commodities, pelas expectativas positivas por importantes votações sobre o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, e também pela melhora do índice de confiança do consumidor francês, que subiu de 86pts em DEZ/18 para 91pts em JAN/19 e (3) dos EUA, sem uma direção única, S&P -0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ -0,8%, diante das expectativas e da cautela dos agentes com (a) as negociações comerciais do país com a China, (b) a divulgação de balanços corporativos e (c) a reunião de política monetária do FED (“Copom” norte-americano).

Com o objetivo de estimular sua economia, a China anunciou ontem, após o fechamento do pregão local, uma série de medidas e subsídios para fomentar as vendas de itens que vão de carros a eletrodomésticos e serviços de informação.

Colocando mais “lenha na fogueira” da guerra comercial entre EUA e China, o Departamento de Justiça dos EUA fez uma série de denúncias contra a gigante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei, acusando-a de roubo de tecnologia e violação de sanções comerciais.

Confirmando a urgência em se aprovar a reforma da Previdência tupiniquim, no ano passado o rombo do Instituto Nacional do Seguro Social cresceu 3,2% em comparação com 2017, considerado dados corrigidos pela inflação, e alcançou o recorde histórico de R$ 195,2bi.

Como fruto da melhora na arrecadação tributária e limitação dos gastos públicos no final do ano passado, em 2018 as contas do governo federal fecharam 2018 com um déficit primário de “apenas” R$ -120,3bi, deixando uma folga de R$ 38,7bi em relação à meta original, que era de R$ -159bi.

Evolvido, durante os governos Lula e Dilma, em inúmeros casos de corrupção, o BNDES, que em 2013 desovou R$ 190bi de recursos públicos nos bolsos de países e empresas “amigas” do poder, como Venezuela, Cuba, Friboi e Odebrecht, emprestou em 2018 “apenas” R$ 69,3bi, o que representa uma queda de 2% na comparação com 2017 e a quinta redução anual consecutiva.

Otimistas, (1) José Olympio Pereira, prestigiado presidente do renomado Credit Suisse, apesar da tragédia da Vale em MG, o "clima de otimismo com o Brasil" prossegue e a aposta é de que o novo governo fará "profundas mudanças" e vai equilibrar as contas públicas e (2) os estrategistas da Nomura afirmaram que “apostam” na valorização do real, com o dólar podendo cair para próximo dos R$ 3,50 nos próximos 3 meses.

Dando mais um sinal positivo da economia brasileira, segundo dados oficiais divulgados ontem pelo BC em 2018 as concessões de crédito livre subiram 12,8% e o estoque total, 5,5%, em ambos os casos na comparação com 2017.

Falando aquilo que “o mercado gosta de escutar”, Salim Mattar, secretário de Desestatização do governo Bolsonaro, afirmou ontem que (1) apenas Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal deverão ser preservadas como empresas estatais, e “bem magrinhas” e (2) o BNDESPar, braço de participações do BNDES, deverá ter todas as suas fatias em empresas vendidas e ser fechado durante os próximos 4 anos.

Traçando planos ambiciosos, Tarcísio Gomes de Freitas, ministro tupiniquim da Infraestrutura, afirmou que o governo federal planeja contratar mais de R$ 100 bilhões de investimentos em rodovias nos próximos 4 anos e lançar as licitações de duas grandes ferrovias ainda em 2019.

Com o Brasil, agora livre da nefasta ideologia bolivariana, conquistando novos parceiros comerciais, ontem a Malásia anunciou que abriu seu mercado para exportações brasileiras de bovinos vivos, o que reforça ainda mais a posição tupiniquim de líder mundial na exportação de proteína animal.

Reforçando a importância de somente investir neste tipo de ativo através de fundos estruturados, também conhecidos como ETN, apenas em 2018 os roubos de criptomoedas atingiram a cifra recorde de US$ 1,7bi, o que representa um crescimento de 260% na comparação com 2017.

Insistindo em não tomar a decisão correta, que seria demitir toda sua diretoria, a Vale anunciou que cortará 10% da produção anual de minério de ferro por até 3 anos para acabar de vez com 10 barragens similares a que rompeu no município mineiro, o que vai lhe custar R$ 5bi.

-    A Siemens subiu 13,0% na bolsa de Madri, após divulgar um balanço bem acima da expectativa do mercado.
-    A Eletrobrás subiu 5,7% na bolsa tupiniquim, após Wilson Ferreira Junior, presidente da empresa, dizer a privatização da referida estatal é uma necessidade.

Política:

Para evitar que o Supremo Tribunal Federal mais uma vez altere seu entendimento sobre o tema, Sergio Moro, ministro da Justiça, se reuniu na tarde de ontem com Alex Manente, líder do PPS na Câmara e autor da PEC para deixar claro na Constituição a prisão de condenados em segunda instância, para traçar com ele estratégias para uma aprovação rápida da medida.

Mostrando porque é urgente Bolsonaro “dar uma bela cagada”, aliás a primeira desde que assumiu a presidência, para sair logo do hospital e voltar a governar o Brasil, apenas ontem seu vice Mourão afirmou que (1) é possível dialogar com o nefasto Renan Calheiros, (2) Rodrigo Mais é um “bom nome” para presidir a Câmara, (3) Lula deveria ser liberado para ir ao enterro do irmão por “questões humanitárias” e (4) não sabe se prisão dos funcionários da Vale foi a atitude mais correta.

Tentando, finalmente, se aproximar da ética e dos seus eleitores, o PSDB decidiu que (1) que não apoiará Renan Calheiros, caso seja ele o candidato oficial do MDB à presidência do Senado e (2) intensificar a campanha pelo voto aberto na eleição para a presidência do Senado.

Se esquecendo novamente que #OLulaTáPresoBabaca, a organização criminosa petista, comandada por Gleisi Hoffmann, começou a promover um abaixo-assinado em favor da concessão do Prêmio Nobel da Paz ao presidiário Lula, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Pendendo para o lado do nefasto Renan Calheiros, o PSD, que tem a segunda maior bancada do Senado, se reuniu ontem para tratar da eleição para a presidência da Casa, porém ainda não tomou nenhuma decisão oficial de apoio.

Com o objetivo de fazer o que puder para atrapalhar a Lava Jato, Renan Calheiros, o nefasto emedebista que é candidato à presidente do Senado, já sinalizou que, se voltar a comandar a referida Casa, emplacará na liderança do MDB o senador Eduardo Braga, acusado de receber R$ 40 milhões em propina da Friboi.

Aumentando o favoritismo de Rodrigo Maia se reeleger presidente da Câmara, o PTB, com 10 deputados, afirmou que continua no bloco que inclui PP, MDB e PSB, formado para, em tese, fazer frente à candidatura do referido deputado Federal democrata, porem admitiu que o grupo, liderado por Arthur Lira, do PP, está com dificuldades de conseguir apoio em outras legendas.

Com cada dia “menos amigos”, os petistas, depois que Rodrigo Maia conseguiu fechar um acordo com MDB e PP, foram obrigados a procurar PSB e PSOL, porem (1) o PSB ainda resiste em se aliar ao PT e (2) o PSOL insiste com a candidatura própria de Marcelo Freixo.

Cumprindo, ao menos uma vez na vida, sua palavra, Jean Wyllys, covarde, traíra e idiota do PSOL, comunicou a Rodrigo Maia sua desistência de assumir o mandato de deputado e o Diário Oficial da Câmara já publicou o ofício.

Responsável direto pela queda de ex-presidenta Dilma, a maior idiota a ocupar a presidência do Brasil, o Vem pra Rua escolheu o nefasto senador Renan Calheiros como o alvo da vez e diz esperar as investigações sobre a família o filho de Bolsonaro para decidir se é o caso de também protestar contra ele.

Crítica:

Insistindo em bajular uma bilionária que nem sabe mais onde fica o Brasil, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, enviou uma carta a Gisele Bündchen dizendo que não se referia a ela quando, em entrevista à Jovem Pan, criticou “maus brasileiros” que levam ao exterior uma imagem negativa da agropecuária brasileira.

Muito próximo ao presidente Trump, o senador republicano pela Flórida Marco Rubio, defendeu uma relação estreita do seu país com o Brasil, que segundo ele, agora governado por Bolsonaro, pode ser um multiplicador de forças no combate às intenções malignas de regimes autoritários como China e Rússia, inimigos da democracia, que querem expandir a sua presença na América Latina.

Com o aval do Ministério Público, da Polícia Federal e até do TRF-4, a brilhante juíza Carolina Lebbos proibiu a saída de Lula para ver o enterro do irmão, ciente de que o referido líder a organização criminosa petista não perderia a oportunidade de transformar o evento em num circo, com ataques à Lava Jato e militantes dispostos a tudo, como inclusive ele já fez em cima do caixão da falecida esposa.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário