R.B. 21/JAN/19 "Pode haver espaço para decepção"



"Pode haver espaço para decepção"

São Paulo, 21 de janeiro de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após acumular uma alta de 9,3% nos 13 primeiros pregões do ano, com os investidores analisando e temendo os "estragos" que a investigação contra o filho de Bolsonaro possam causar no governo de seu pai e principalmente no andamento da reforma da Previdência e (2) o DÓLAR pode subir, para fechar em alta pela quinta vez consecutiva e reduzir a baixa acumulada no ano (-3,2%), influenciado pela esperada piora do "humor" na bolsa tupiniquim.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,8%, registrando o nono recorde de alta do ano (aos 96.097pts), desdenhando das denúncias contra o filho de Bolsonaro, beneficiada pelo bom desempenho das principais bolsas mundiais e também impulsionada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,75, para fechar em território positivo pelo quarto pregão seguido, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e com os investidores internos aguardando novidades sobre a reforma da Previdência.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,3% e China 1,4%, reagindo positivamente a relatos de que o Secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, propôs suspender algumas ou todas as tarifas adicionais impostas a importações chinesas no ano passado, (2) da EUROPA, beneficiadas pelo mesmo motivo que impulsionou as bolsas asiáticas, Inglaterra 1,9%, França 1,7% e Alemanha %, também influenciadas positivamente pelas reuniões realizadas entre autoridades alemãs e chinesas sobre tópicos que incluem a situação macroeconômica global, governança econômica, cooperação estratégica China-Alemanha, cooperação e supervisão financeira e (3) dos EUA, S&P 1,3%, DJ 1,4% e NASDAQ 1,0%, apoiadas por expectativas de amenização nos conflitos comerciais travados entre o país e a China e também "animadas" divulgação de resultados corporativos melhores do que o esperado, principalmente de bancos e de empresas de tecnologia.

Superando levemente a meta (6,5%), porem registrando o pior resultado desde 1990, na madrugada de hoje o governo Chinês anunciou que no ano passado o PIB do país cresceu 6,6%.

Animando os mercados e acalmando o presidente Trump, ao que tudo indica paciência é o novo mantra no Fed ("BC" dos EUA), já que, faltando menos de 2 semanas para a primeira reunião de política monetária norte-americana neste ano, as autoridades deixaram poucas dúvidas de que querem parar com os aumentos dos juros, pelo menos por enquanto.

Prudente, You-Na Park, analista de moedas do Commerzbank, destaca que "pode haver espaço para decepção" com o Brasil, na medida em que as expectativas para o avanço das reformas ficaram muito altas, o que pode levar o dólar para R$ 3,90 a partir de MAR/19, já que existe a possibilidade de a tramitação da Previdência ter mais "solavancos" do que os investidores esperam e gerar menos economia fiscal do que o prometido.

Positivo pela primeira vez no ano, até o dia 16/JAN/19 o fluxo de recursos externos na bolsa tupiniquim estava superavitário em apenas R$ 12,21mi, algo que pode aumentar na semana que vem diante da participação de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

As "apostas" mais otimistas indicam que o Ibovespa pode fechar 2019 próximo dos 140.000pts, somente na semana passada a Bolsa tupiniquim bateu 3 recordes históricos de alta e fechou aos 96.097pts, com isto mesmo aqueles investidores mais conservadores agora se questionam sobre comprar ações na expectativa de lucrar com a alta, o que é bom ressaltar depende da capacidade do governo Bolsonaro de aprovação das reformas prometidas, especialmente a da Previdência.

Com potencial para beneficiar as exportações tupiniquins, o Ministério da Agricultura da China informou na noite de ontem que está ocorrendo um novo surto de peste suína africana na região noroeste de Ningxia.

"Apostando alto" no Brasil, a empresa de espaços compartilhados WeWork alugou um prédio inteiro de cerca de 16 mil m² na região da marginal Pinheiros, zona sul de SP, e segundo seu diretor geral, Lucas Mendes de Freitas Teixeira, a meta para 2019 é mais que duplicar de tamanho no país.

-    A Tesla despencou -13,1% na bolsa de NY, após a empresa anunciar que cortará 3.400 empregos, o que representa 7% de sua força de trabalho, para conter custos e alegando planeja se focar no aumento da produção de versões mais baratas de seu sedã Model 3.

Política:

No discurso que fará em Davos, Bolsonaro dirá que um novo Brasil está nascendo, com segurança jurídica, que não enxerga o criminoso como vítima da sociedade, que não se associa a ditaduras e que sabe que um Estado gigante dá grandes margens a corrupção e ineficiência.

Sem se iludir com as regalias do poder, Janaina Paschoal, deputada Estatual de SP eleita pelo PSL, se disse "um pouco desanimada" com o fato de que o grupo que venceu as eleições queira manter práticas enraizadas do Legislativo, ressaltando que várias siglas que esperava que viessem para mudar estão dizendo que ela tem que ter o pé no chão e ser menos idealista.

Causando bastante barulho mesmo antes de sua posse, a deputada Federal eleita Joice Hasselmann, do PSL de SP, "avisou" que vai propor (1) a mudança da data de posse do Executivo e do Legislativo para ocorrerem no mesmo dia e (2) extinção do recesso de julho dos três Poderes.

Ao invés de irem para Venezuela ou para Cuba, as parlamentares eleitas do PSOL, que são comunistas mas não são idiotas, vão aos EUA debater o papel das mulheres em lutas sociais diante do crescimento da direita no Brasil e no mundo.

Presidente em exercício já que Bolsonaro foi para Davos, Mourão afirmou que as movimentações financeiras atípicas de Flávio Bolsonaro, senador eleito pelo PSL, e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz não são assunto do governo.

Apesar de ter entrado na vida pública em 2002 registrando como patrimônio apenas um GOL 1.0, entre 2014 e 2017 Flávio Bolsonaro registrou a aquisição de 2 apartamentos em bairros nobres do RJ ao custo informado de R$ 4,2 milhões.

Sem falar com a TV Globo, o senador eleito Flávio Bolsonaro afirmou em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da TV Record, que os depósitos fracionados identificados em sua conta são resultado da venda de um imóvel e que que o título de pouco mais de R$ 1 milhão pago à Caixa Econômica Federal deve-se ao financiamento deste imóvel.

Em nome da ética na vida pública, movimentos de direita, incluindo o MBL, o Vem Pra Rua e o Nas Ruas, organizaram ontem, na avenida Paulista, uma manifestação contra a candidatura do nefasto Renan Calheiros à Presidência do Senado, posto que o referido senador peemedebista já ocupou 2 vezes.

Como já era de se esperar, o PT já discute a criação de uma CPI para aprofundar a investigação do caso do ex-motorista Fabrício Queiroz, que trabalhou até o ano passado para o gabinete do senador eleito Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do RJ.

Mediador das várias correntes petistas, o deputado petista José Guimarães, também famoso pelos dólares na cueca, diz que a posição da sigla na disputa pelo comando da Câmara e do Senado dependerá de compromissos com a independência do Congresso, uma pauta autônoma em relação à do governo e oposição a medidas ultraliberais.

Crítica:

Símbolo da incompetência e da falta de escrúpulos da esquerda tupiniquim, o Museu Nacional, que era administrado por um "intelectual idiota" do PSOL e que foi destruído em um incêndio em 2018, recebeu do BNDES R$ 3,3 milhões para o início do seu projeto de reconstrução.

Mostrando que no mundo todo a esquerda não gosta da democracia, neste fim de semana sindicalistas em Lausanne e Berna, cidades suíças, protestaram contra a viagem de Bolsonaro a Davos recomendando inclusive que ele fosse assassinado.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário