R.B. 18/JAN/19 "Tiro no pé"



"Tiro no pé"

Montevidéu, 18 de janeiro de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, beneficiada pelo bom desempenho das principais bolsas mundiais e também impulsionada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR pode cair, retornando à sua trajetória de baixa após 3 pregões consecutivos de alta, seguindo o esperado “humor positivo” na bolsa tupiniquim e influenciado pela expectativa de aumento do fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, para fechar o dia em um novo recorde histórico de alta (aos 95.351pts), acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY e impulsionada pelo crescente otimismo externo com a agenda liberal do novo governo tupiniquim e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 3,74, atingindo o maior patamar desde 3/JAN/19, seguindo fortalecimento da moeda norte-americana no exterior e com as mesas de operação na expectativa por novidades sobre a reforma da Previdência.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,2% e China -0,4%, em meio a preocupações renovadas com a perspectiva econômica chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,4%, França -0,3% e Alemanha -0,1%, novamente prejudicadas pelas dificuldades enfrentadas para o andamento do Brexit, o que derrubou principalmente as ações dos bancos e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,8%, DJ 0,7% e NASDAQ 0,7%, apoiados pela expectativa de que avanço nas negociações comerciais com a China, o que beneficiou as ações das empresas do setor industrial, como Caterpillar (1,3%) e Boeing (1,1%).

Para incentivar a China a fazer concessões mais profundas nas negociações comerciais, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, propôs retirar algumas tarifas impostas sobre produtos chineses.

Superando as “apostas do mercado” para todo ano passado (1,28%), segundo o Índice de Atividade Econômica do BC entre NOV/17 e NOV/18 a economia tupiniquim acumulou um crescimento de 1,86%, sendo que no referido penúltimo mês do ano passado o destaque positivo ficou para as vendas do varejo, que apresentaram o melhor desempenho para o mês em 18 anos.

Ao menos parando de crescer, o número de pessoas que estão com nome sujo no Boa Vista SPC ficou praticamente estável no ano passado, acumulando uma retração de apenas -0,1% na comparação com 2017.

Segundo “rumores”, na proposta de reforma da previdência que Paulo Guedes apresentará, na próxima semana de forma detalhada durante o Fórum de Davos, ocorrerão mudanças de regras que podem acarretar economias de até R$ 1trilhão no prazo de 10 anos para os cofres federais.

Podendo desanimar os investidores, integrantes do grupo de conselheiros criado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a proposta de reforma da Previdência defendem que o governo abandone a ideia de tentar aprovar, já neste ano, a troca para o regime de capitalização.

Gerando ainda mais interesse externo nos ativos tupiniquins, analistas lembram que os dados da economia brasileira são positivos, com perspectiva de maior crescimento em um contexto de inflação e juros em baixa, o que garante a possibilidade de um lucro maior para as empresas.

-    O Morgan Stanley caiu -4,4% na bolsa de NY, depois que o banco informou lucro abaixo das expectativas do “mercado”.

Política:

Com boa dose de razão, membros da cúpula do governo Bolsonaro viram como um “tiro no pé” o pedido de Flávio Bolsonaro para suspender a investigação sobre seu ex-motorista Fabrício Queiroz, já que, além de colocar em xeque o seu discurso e o discurso de seu pai, que diziam ter interesse em ver tudo esclarecido, a jogada pode trazer “sérias complicações criminais”.

A atitude de Flávio Bolsonaro demonstra um certo desespero e joga ainda mais suspeitas, intrigas e especulações sobre os envolvidos, inclusive de que a sua conta seria um “caixa comum” da família do presidente.

Começando, conforme prometido, a jogar porcaria no ventilador, ontem à noite o BNDES começou a abrir sua “caixa preta” expondo em seu site a lista dos maiores tomadores de recursos do banco, que é liderado por Petrobras, seguida da Embraer, Norte Energia, Vale e Odebrecht.

Segundo Tatiana Carballo Gomez, coordenadora cubana do programa mais médicos no Brasil, os agentes do serviço de inteligência estatal cubano mandavam eles falarem bem do PT para os pacientes, sobretudo durante as eleições presidenciais de 2014.

Partindo para o ataque, e na posição de protagonista, o Itamaraty, em nota, afirmou que o sistema chefiado por Maduro constitui um mecanismo de crime organizado, que está baseado na corrupção generalizada, no narcotráfico, no tráfico de pessoas, na lavagem de dinheiro e no terrorismo.

Tratando como um “moleque” um dos deputados federais que teve mais votos no Brasil, Luiz Fux negou pedido de liminar para garantir que Kim Kataguiri possa apresentar sua candidatura à presidência da Câmara mesmo tendo menos de 35 anos.

Indicando que a linha de pensamento liberal de Doria está vencendo o socialismo de compadrio pregado por FHC, Marcus Pestana, secretário-geral do PSDB, se reuniu com o tesoureiro nacional do PSL, Joaé Tupinambá Coelho, para construir “pontes” entre os 2 partidos.

A entrada de João Doria na campanha de Tasso Jereissati à presidência do Senado é considerada essencial para atrair o apoio de Bolsonaro e convencer o senador eleito Major Olímpio a se retirar da disputa.

Podendo atingir 54 deputados e se aproximar mais ainda do PT, que ainda é a maior bancada da câmara com 56 parlamentares, o PSL deve receber a filiação dos deputados federais eleitos Bia Kicis, do PRP, e do Pastor Gil, do PHS.

Crítica:

Provando que o “Mito” já cumpriu ao menos uma promessa de campanha, o sertanista Sidney Possuelo, que também é socialista, ambientalista e petista de carteirinha, afirmou que a Funai “morreu, foi extinta” pelo governo Bolsonaro quando o presidente decidiu destinar para o Ministério da Agricultura a tarefa de demarcação de terras indígenas e transferir o órgão do Ministério da Justiça para o recém-criado Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Apesar de mais de 80% dos assassinatos serem praticados contra homens, alunos da rede pública e privada de SP terão que desenvolver atividades pedagógicas sobre violência contra a mulher, supostamente para aumentar o conhecimento da comunidade escolar acerca da Lei Maria da Penha.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário