R.B. 15/JAN/19 "Se não forem bandidos, são comparsas deles"



"Se não forem, bandidos são comparsas deles"

São Paulo, 15 de janeiro de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo após fechar o pregão anterior no maior patamar da história (aos 94.474pst), diante da crescente entrada de novos investidores, internos e externos, que acreditam cada dia mais na aprovação das reformas e na recuperação da economia tupiniquim e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, transformando os R$ 3,70 em “resistência”, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela gradativa melhora da imagem do Brasil no exterior.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,9%, recuperando as perdas da abertura, na contramão das principais bolsas mundiais, beneficiada pelo crescimento das “apostas” de aprovação da reforma da Previdência e pelo aumento do viés liberal na suprema corte tupiniquim e (2) o DÓLAR caiu -0,5% à R$ 3,69, rompendo facilmente o “suporte” dos R$ 3,70, diante da melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e “investimentos”.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não teve pregão por conta de feriado e China -0,7%, desanimada com a divulgação de números decepcionantes da balança comercial do país, que reforçaram os “temores” de desaceleração da segunda maior economia do mundo, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,9%, França -0,4% e Alemanha -0,3%, prejudicadas pelo anúncio de que em NOV/18 a produção industrial da região recuou -1,7% em relação ao mês anterior, patamar pior que o esperado pelo “mercado” (-1,0%), e com destaques de queda para as ações de mineradoras, como BHP Billiton (-1,0%), Glencore (-1,5%) e Rio Tinto (-0,8%) e (3) dos EUA, S&P -0,5%, DJ -0,4% e NASDAQ -0,9%, novamente motivadas pela cautela com a desaceleração da economia global, principalmente na China e zona do euro, o que derrubou as ações de grandes exportadoras, como Boeing (-0,7%), Apple (-1,5%) e Caterpillar (-0,6%).

Principal destino das exportações tupiniquins, principalmente as de produtos básicos e de baixíssimo valor agregado, a China anunciou que, já sentindo os efeitos da “guerra” comercial com os EUA, em DEZ/18 suas exportações recuaram -4,4% e suas importações caíram -7,6%, ambas na comparação com DEZ/17.

Causando frustração e confusão na equipe do banco e também despertando questões graves sobre a liderança e o futuro papel de uma instituição, que foi peça central da ordem econômica internacional liderada pelos EUA, Jim Yong Kim renunciou à presidência do Banco Mundial para trabalhar, e ganhar muito dinheiro, em um grupo de capital privado em Wall Street.

Assoprando depois de bater, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, “avisou” que um acordo comercial com Pequim é possível

Otimistas com o Brasil, (1) o banco norte-americano Goldman Sachs afirmou que “aposta” na aprovação da reforma da Previdência e que vê ainda potencial adicional de valorização par ativos brasileiros e (2) o grupo financeiro holandês ING alertou que, com a aprovação da reforma da Previdência, o dólar pode cair até R$ 3,30.

Cada semana um pouquinho mais otimista com a economia tupiniquim, o “mercado” (1) elevou, de 2,53% para 2,57%, suas “apostas” para o crescimento do PIB brasileiro em 2019, (2) aumentou, de 4,01% para 4,02%, suas projeções para a inflação medida pelo IPCA neste ano, patamar aquém do centro da meta (4,25%), e (3) manteve em 7,0% suas expectativas para a taxa básica de juros no final deste ano.

Com importações 10,7% maiores e exportações -15,1% menores, em ambos os casos na comparação com o mesmo período de 2018, na semana passada a balança comercial tupiniquim registrou um saldo positivo de R$1,8bi.

Trocando bandidos socialistas por militares, economistas e pessoas com currículo e reputação, Bolsonaro indicou 3 novos nomes para compor o conselho de administração da Petrobras e um dos nomeados, o almirante Eduardo Bace, é ex-comandante da Marinha e deve ser o presidente do colegiado.

Com o brasileiro finalmente aprendendo e entendendo que ter carro não é uma obrigação e cada vez menos uma necessidade, no ano passado as fabricantes tupiniquins de bicicletas produziram 773.641 unidades, volume 15,9% superior ao de 2017.

-    O Citibank subiu 3,9% na bolsa de NY, após divulgar um lucro acima do esperado por analistas.

Política:

Dando mais um passo em direção da reforma da Previdência, ontem Rogerio Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, se reuniu com os especialistas que vão integrar o conselho consultivo a ser criado para discutir mudanças nas regras de aposentadoria do País.

Aumentando, ao menos em tese, as chances de aprovação da reforma da Previdência, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados que tenta reeleição, “avisou” que já conseguiu angariar apoio declarado de mais de 257 votos, com siglas como Avante, Solidariedade, PSD, PR, PSDB, Podemos, PPS, PROS e PSC, além do PSL, isso faltando 2 semanas para o pleito.

Mostrando a incompetência de Temer em tratar de um tema tão importante, segundo uma pesquisa divulgada pelo Ibope 71% dos brasileiros apoiam e compreendem a necessidade da reforma da Previdência.

Tentando “grampear o bandido”, a Polícia Federal tem se mobilizado para avançar em investigações sobre Renan Calheiros, que disputará a presidência do Senado no próximo dia 1/FEV/19, e já pediu ao STF, que está em recesso, mais prazo para analisar e-mails, mensagens e planilhas apreendidas na Odebrecht para conseguir provar suposto pagamento de R$ 5mi para o referido senador alagoano.

Se cercando de pessoas que confia, ontem Bolsonaro escolheu (1) o general de divisão Otávio Santana do Rêgo Barros para a função de porta-voz do seu governo e (2) o deputado federal de primeiro mandato Major Vitor Hugo, do PSL, para a liderança do seu governo na Câmara.

Iniciando seu 4º mandato à frente do Governo do Piauí, o petista Wellington Dias, que foi o único governador nordestino a participar de uma reunião com Bolsonaro, afirmou que o novo presidente do Brasil foi eleito sem um programa de governo.

Coberto de razão, o governo brasileiro fez uma defesa enfática da atuação de Sergio Moro e da Lava Jato em documento enviado à ONU contra ação movida pelo ex-presidente Lula no organismo internacional, ressaltando que o referido líder da organização criminosa petista pretende “confundir e enganar” o colegiado ao apontar direcionamento da Justiça e dizer que é vítima de perseguição política.

Com o objetivo de fazer o que puder para prejudicar o Brasil, a frente “Brasil Popular”, comandada pela organização criminosa petista, quer ir o quanto antes às ruas para protestar contra a reforma da Previdência que Bolsonaro ainda nem apresentou.

Mais liso que um sabonete, Rodrigo Mais, o presidente da Câmara e candidato à reeleição, afirmou que o cargo não é “de governo nem de oposição” e que por isso busca acordos com partidos de lados opostos no espectro político.

Crítica:

Os presidentes das 14 escolas de samba do Grupo Especial do RJ, que “se não forem bandidos, são comparsas deles”, dizem-se surpreendidos com o corte de R$ 500 mil no valor que a prefeitura repassa para eles e ressaltam que, agora que vão receber “apenas” R$ 500mil, precisaram reduzir custos e optar por materiais mais baratos para fazer o “tradicional espetáculo deprimente” para TV Globo ganhar dinheiro na Sapucaí.

Petista e principalmente lulista “de carteirinha”, o empreiteiro Rubens Menin, fundador da MRV, se uniu ao jornalista Douglas Tavolaro, ex-VP da Record, para lançar o canal de notícias CNN Brasil, que é um licenciamento do grupo CNN Internacional.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário