R.B. 27/DEZ/18 "Se começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema"



"Se começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema"

São Paulo, 27 de dezembro de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para ampliar os ganhos acumulados no ano (11,4%), aliviada com a redução das tensões externas e impulsionada pelas perspectivas positivas para o governo Bolsonaro e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo uma pequena parte da forte alta acumulada no ano (19,3%), acompanhando a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelos leilões de venda do BC.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA recuou -0,6%, se ajustando à queda das commodities e a forte piora do “humor” nas demais bolsas mundiais durante o feriado natalino no Brasil, porem amenizando as perdas no final do dia, por conta da recuperação das bolsas de NY, da alta do petróleo e das perspectivas positivas para o governo Bolsonaro e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,92, também se ajustando ao movimento internacional da moeda norte-americana e aos “temores” de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,9%, recuperando uma pequena parte da forte queda registrada no pregão anterior (-5,1%) e China -0,3%, ainda prejudicadas pela continuidade da paralisação parcial do governo dos EUA, (2) da EUROPA, Inglaterra, França e Alemanha permaneceram fechadas por conta do feriado de Natal e (3) dos EUA, beneficiadas pela forte alta do petróleo e registrando os melhores resultados diários desde 2009, S&P 5,0%, DJ 4,8% e NASDAQ 5,8%, após a divulgação de bons resultados das vendas de Natal, que impulsionaram as ações de varejo, como Amazon (7,1%) e Kohl's (7,2%), e principalmente após Trump “aconselhar” os investidores a comprarem ações, ressaltando que o patamar é atraente e que as empresas norte-americanas estão indo muito bem.

Assoprando após Trump bater, Kevin Hassett, diretor do Conselho de Assuntos Econômicos da Casa Branca, afirmou que Jerome Powell, presidente do FED (“BC” dos EUA) está com o emprego "100% seguro".

Confirmando que os grandes bancos internacionais estão otimistas com o Brasil, Credit Suisse, “apostando” em um cenário de aprovação de reformas no governo Bolsonaro, prevê que em 2019 a moeda norte-americana deve fechar o ano em R$ 3,60 e o PIB tupiniquim crescerá 3,0%.

Dando novos sinais positivos da economia tupiniquim, segundo (1) dados Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, as vendas natalinas deste ano avançaram 5,5% sobre o Natal do ano passado e atingiram o maior patamar em 4 anos e (2) o Índice de Confiança do Comércio subiu de 99,4pts em NOV/18 para 105,1pts em DEZ/18, atingindo assim o maior nível desde ABR/13.

Piorando cada dia mais as contas públicas tupiniquins, após Rodrigo Maia, presidente da Câmara, decidir apoiar e aprovar a flexibilização da Lei de Responsabilidade Fiscal para beneficiar municípios que tiveram perda de arrecadação, está pronto para ser votado no Senado um projeto de lei que deixa de considerar como gasto com pessoal despesas com servidores de programas sociais instituídos pela União, mas executados pelas prefeituras.

Ajudando no controle da inflação, que já está bem abaixo do centro da meta, ontem a Petrobras anunciou que vai reduzir o preço médio da gasolina vendida em suas refinarias em cerca de -4,0%.

Política:

Integrantes da equipe econômica de Bolsonaro atribuíram nos últimos dias a desentendimentos com o time do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, parte da responsabilidade pela demora na definição do projeto do novo governo para a reforma da Previdência.

Assustando muito vagabundo, Luiz Henrique Mandetta, futuro ministro da Saúde, avisou que vai passar um “pente-fino” em contratos assinados pela pasta nos últimos anos, já pediu a suspensão de gastos de milhões de reais com ações nas redes sociais e ressaltou que pretende examinar “com lupa” os repasses de verbas ONGs.

Com o apoio de Doria, maior estrela tucana da atualidade, e de boa parte dos atuais dirigentes tucanos, o deputado estadual Marco Vinholi, futuro secretário de Desenvolvimento Regional de SP, deve assumir a presidência do diretório estadual do PSDB no ano que vem.

Ex-motorista de sequestrador, ex-comunista, ex-terrorista, ex-senador tucano e atualmente chanceler do nefasto presidente Temer, Aloysio Nunes Ferreira decidiu que não irá ao já tradicional coquetel de posse do Itamaraty, no dia 1/JAN/19, oferecido a autoridades internacionais.

Defensor e comparsa de bandidos, o advogado e ex-deputado petista Sigmaringa Seixas, que morreu esta semana, era o principal interlocutor de Lula, de quem tinha muita confiança, com os ministros do Supremo Tribunal Federal, o que dificultará ainda mais a saída da cadeia do referido líder da organização criminosa petista.

Comandadas por vagabundos, bandidos e/ou socialistas inúteis, as universidades federais tupiniquins, enorme fonte de corrupção e fabrica de socialistas durante os governos do PT, estão preocupadas com a possibilidade de perda de autonomia para escolha dos seus reitores no governo Bolsonaro.

Dizendo que foi diagnosticado com um câncer grave, Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro, afirmou que as transações financeiras atípicas em suas contas ocorreram por conta de negócios de compra e venda de carros e prometeu apresentar mais detalhes ao Ministério Público do RJ.

Defensores incansáveis de bandidos tupiniquins, Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, ministros do STF, estiveram entre os que mais encorajaram o presidente Temer a mudar de ideia nesta semana e estudar um novo decreto de indulto natalino para perdoar e soltar presos.

Crítica:

Já cansada da imprensa socialista tupiniquim e alinhada com o estilo do seu marido Bolsonaro, ontem, ao voltar da ilha de Marambaia, onde passou o Natal com o referido presidente eleito, a futura primeira dama Michelle vestia uma camisa com frase "se começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema", dita pela juíza Gabriela Hardt, durante interrogatório do ex-presidente Lula.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário