R.B. 11/DEZ/11 "Grande dia para a ABAAI"



"Grande dia para a ABAAI"

São Paulo, 11 de dezembro de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando iniciar um movimento de recuperação após 3 pregões seguidos de queda, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada pela melhora das perspectivas para a economia tupiniquim e (2) o DÓLAR pode cair, em um “ajuste técnico” após 5 sessões consecutivas de alta, seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos oriundo de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,5%, ampliando as perdas registradas no mês (-4,0%), influenciada negativamente (a) pelos temores de nova greve dos caminhoneiros, (b) pelas confusões envolvendo a bancada parlamentar do PSL, (c) pela denúncia do COAF contra o motorista do filho de Bolsonaro, (d) pelas perdas das bolsas da Europa e da Ásia e (e) pelo recuo das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 3,92, para fechar no maior patamar em 10 dias, acompanhando a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, acompanhando as perdas das bolsas de NY na sexta-feira, Japão -2,1%, diante da divulgação de números decepcionantes do PIB do país e China 0,8%, prejudicada por dados bem mais fracos do que se previa da balança comercial chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,8%, França -1,5% e Alemanha -1,5%, com destaques de queda para as ações dos bancos, pressionados pela confirmação de que a votação do acordo do Brexit foi adiada de forma indefinida e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,2%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,7%, em um movimento de “caça de barganhas”, após as fortes perdas da semana passada, que foi capitaneado pelas ações do setor de tecnologia, como Facebook (3,2%), Twitter (1,8%) e Intel (2,2%).

Reduzindo as “apostas” aperto monetário mais intenso nos juros nos EUA, (1) Deutsche Bank diminuiu, de 2,5% para 2,4%, sua projeção para o crescimento da economia norte-americana em 2019 e (2) o Goldman Sachs “avisou” que agora acredita que, após a elevação dos juros de DEZ/18, o FED (“BC” norte-americano) deve voltar a subir as taxas somente em JUN/19, e efetuar mais duas elevações até o fim do próximo ano.

Alimentando os temores em relação aos efeitos da guerra comercial entre EUA e China, a balança comercial chinesa registrou na semana passada dados mais fracos do que o esperado, causando uma generalizada entre as commodities, em especial o petróleo.

Cada dia um pouco mais otimista, o “mercado” (1) reduziu, desta vez 4,11% para 4,07%, suas “apostas” para a inflação brasileira em 2019, (2) elevou, de 2,50% para 2,53%, suas projeções para o crescimento do PIB tupiniquim no ano que vem e (3) diminuiu, de 7,75% para 7,50%, suas expectativas para a taxa básica de juros em 31/DEZ/19.

Dando, apenas em 1 dia, 2 amostras da enorme insegurança jurídica de se fazer negócios em um país com DNA socialista como o Brasil, (1) a Eletrobrás finalmente conseguiu vender, em leilão na B3, sua distribuidora no Amazonas, porem uma liminar do Tribunal Regional do Trabalho suspendeu o resultado e (2) a Justiça Federal no RJ anulou os efeitos de reajustes das tarifas de pedágio cobrados na rodovia Presidente Dutra, determinando a imediata redução das tarifas de todas as suas praças de pedágio.

Otimista, Fernanda Mello, sócia-fundadora da Vert, afirmou que, depois de um ano com queda expressiva nas emissões, o mercado de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) deve ser reaquecido em 2019, pois o governo não deve ter espaço para oferecer subsídios expressivos para a cadeia do agronegócio, o que deve despertar maior interesse na captação de recursos por parte das empresas do setor.

Com exportações 28,8% maiores que no mesmo período de 2017, impulsionadas principalmente pela alta nas vendas de soja, algodão e milho, na semana passada a balança comercial brasileira registrou um saldo positivo de US$ 2,1bi, acumulando com isto um superávit de US$ 53,7bi no ano.

Visando combater e conter crimes como a lavagem de dinheiro, instituições financeiras e governo tupiniquim estudam limitar em R$ 10 mil as operações que poderão ser feitas com dinheiro vivo, como saques bancários e compras no comércio, assim como já ocorre em diversos países da Europa.

Com o Brasil criando uma dependência cada dia maior da economia chinesa, algo que deve sim ser combatido com a diversificação dos parceiros comerciais tupiniquins, nos 11 primeiros meses deste ano os chineses elevaram em 32% as compras de soja do Brasil, em 48% as importações de carnes, em 60% as de celulose e em 139% as de algodão, todas na comparação com o mesmo período de 2017.

Hoje é “um grande dia para a ABAAI” (Associação Brasileira de Agentes Autônomos de Investimentos) e para o mercado de capitais tupiniquim, que precisa de mais concorrência, mais educação financeira e maior capilaridade, já que, pela primeira vez de maneira independente, cerca de 200 assessores de investimentos das principais corretoras de valores do Brasil se reunirão de uma só vez com a CVM, a B3, o partido NOVO, a ANBIMA e uma banca de advogados para debater o futuro desta profissão que, apesar de ser considerada uma das 6 melhores dos EUA, é pouco difundida no Brasil.

Política:

Ressaltando, durante seu discurso de diplomação, que o poder popular não precisa mais de intermediação entre seus representantes, Bolsonaro deixou claro que vai manter um canal direto com os eleitores mesmo a partir de 1/JAN/19.

Deputado federal eleito pelo Rio Grande do Sul com 349.855 votos, a maior votação do estado, Marcel Van Hattem, que foi escolhido para ser o líder do NOVO no Congresso Nacional, “avisou” que uma das prioridades da bancada do partido, de 8 deputados, será defender a privatização da Petrobras e da Eletrobras.

Mostrando que, na medida que se aproxima a posse de Bolsonaro, os bandidos devem ficar cada dia mais preocupados, apenas na manhã de hoje, em um desdobramento da delação dos picaretas da Friboi, a Polícia Federal faz uma operação de busca e apreensão nas residências de (1) Aécio Neves, senador tucano, (2) Paulinho da Força, dono do partido de aluguel Solidariedade e (3) Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, o dono do PTB.

Causando mais uma enorme decepção, após dizer que não pretende privatizar os Correios, Marcos Pontes, futuro Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, afirmou que planeja manter o general Juarez Cunha, indicado pelo atual titular da pasta e bandido Kassab, na presidência da referida estatal tupiniquim.

Acreditando que é mais importante do que o Presidente da República que estava diplomando, a ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, fez um estúpido discurso de quase 1 hora para dizer que Bolsonaro tem que defender as minorias.

A principal suspeita que recai sobre Flávio Bolsonaro, após o “vazamento seletivo” do COAF uma movimentação atípica de um de seus assessores, é que ele tenha cobrado uma espécie de pedágio de seus funcionários na Assembleia Legislativa, algo que pode prejudicar o governo do seu pai, que nem começou.

Mostrando que os petistas terão saudades da parcimônia de Moro, juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, negou um pedido de visita de membros da comissão de Direitos Humanos do Senado ao presidiário Lula, lembrando que o referido líder da organização criminosa petista já foi inspecionado por diversas comissões parlamentares.

Usando como argumento a matéria, totalmente sem provas, sobre uso irregular do WhatsApp feita pela Folha de SP, que é sua linha auxiliar jornalística, o PT ajuizou 2 novas ações no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a cassação da chapa de Bolsonaro.

Causando mais desanimo nos petistas e alegando que não houve desvio de conduta no caso, o corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, arquivou um dos procedimentos contra Sergio Moro no CNJ, pelo episódio envolvendo o desembargador Rogério Favreto, que quase levou à soltura de Lula, em JUL/18.

Crítica:

Com potencial para elevar consideravelmente a tensão na região, a Rússia, em um ato provocativo ao Brasil e principalmente aos EUA, enviou para a Venezuela dois bombardeiros com capacidade nuclear para manobras militares conjuntas entre os dois países que, segundo o Ministério da Defesa venezuelano, servirão para “preparar o país caso seja necessário”.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário