R.B. 12/NOV/18 "Um belo drible na burocracia e no paternalismo tupiniquim"



"Um belo drible na burocracia e no paternalismo tupiniquim"

São Paulo, 12 de novembro de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, dando sequência ao movimento de recuperação das perdas acumuladas na semana passada (-1,1%), com os investidores, internos e externos, “apostando” no sucesso do governo Bolsonaro, que aliás é o primeiro presidente de direita no país desde 1985 e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, com “boas chances” de fechar a semana abaixo dos R$ 3,70, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelo aumento das captações e investimentos externos no Brasil.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, revertendo uma abertura negativa, quando na mínima recuou -1,9%, para fechar o dia interrompendo uma sequência de 3 baixas consecutivas, mesmo diante das perdas das bolsas de NY, sustentada belo bom desempenho das ações dos bancos, como BB (2,2%), Itaú (1,3%) e Santander (1,9%) e (2) o DÓLAR caiu -0,2% à R$ 3,73, influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos e seguindo a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,1% e China -1,4%, acompanhando as perdas das bolsas de NY no dia anterior e prejudicadas pelos números mais recentes da inflação chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,5%, França -0,5% e Alemanha -0,1%, influenciadas negativamente pelo aumento das “apostas” de alta dos juros nos EUA, pelas incertezas em torno do Brexit e pela situação fiscal da Itália e (3) dos EUA, S&P -0,9%, DJ -0,8% e NASDAQ -1,6%, com destaques de queda para as ações das empresas de tecnologia e do setor financeiro, diante dos “temores” de piora do comércio global.

Coberto de razão, Peter Navarro, diretor do Conselho de Comércio da Casa Branca, “avisou” que um eventual acordo comercial entre EUA e China será moldado conforme o desejo de Trump, e não de acordo com o que Wall Street demanda.

Até bem pouco tem atrás fazendo tudo que poderia, e o que não podia, para tentar arrumar uma boquinha no governo Bolsonaro, o economista tucano Armínio Fraga afirmou, como um socialista que é, que no Brasil, mesmo quando falamos de economia, é preciso levar em consideração temas como Estado de Direito, respeito às minorias, fim da desigualdade e combate à violência.

Tirando o monopólio do FGTS, o que ajudaria a aumentar a concorrência no setor financeiro brasileiro, o modelo de Previdência planejado por Paulo Guedes, líder da equipe econômica de Bolsonaro, prevê a permissão para gestores da iniciativa privada administrem a poupança individual de aposentadoria dos trabalhadores.

Com um otimismo crescente, (1) o Itaú anunciou que espera que a taxa básica de juros da economia tupiniquim permaneça em 6,5% ao longo de todo ano de 2019 e (2) o Bradesco elevou, de 2,5% para 2,8%, suas “apostas” para o crescimento da economia brasileira no ano que vem.

Com potencial para agradar bastante o mercado financeiro tupiniquim, Paulo Guedes, ministro da economia de Bolsonaro, convidou (1) o economista Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda de Dilma e atualmente diretor financeiro do Banco Mundial, para presidir o BNDES e (2) o atual secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, para permanecer no cargo.

Apresentando mais um sinal positivo da economia tupiniquim, em SET/18, por conta de um aumento da confiança no futuro e também de uma taxa de juros mais baixa, a carteira de financiamento de veículos no Brasil cresceu 12% na comparação com o mesmo período de 2017.

Ajudando caloteiros a quitarem suas dívidas, o Serasa organiza até o dia 1/DEZ/18, juntamente com 10 grandes empresas como Itaú, Santander, Net, Claro e Vivo, o Feirão Limpa Nome, que dá abatimentos superiores a 90% aos inadimplentes.

Auxiliando no controle da inflação, diante da queda internacional do petróleo, que está sendo negociado na casa dos US$ 70,00 pela primeira vez desde ABR/18, o preço da gasolina nas refinarias da Petrobras atingiu o menor valor em quase 8 meses e no sábado a referida estatal tupiniquim anunciou o décimo quarto corte seguido no preço do combustível.

-    O UBS recuou -2,7% depois na bolsa da Alemanha, após o Departamento de Justiça dos EUA mover uma ação contra o banco por perdas de investidores ligadas a títulos hipotecários antes da crise financeira.

Política:

Trabalhando em benefício de vagabundos e contra os trabalhadores, o deputado federal Ronaldo Nogueira, do PTB do RS, afirmou que apresentará um projeto que abre caminho para sindicatos cobrarem a contribuição assistencial até de não associados, caso isto seja decidido em assembleias de trabalhadores.

Aumentando, juntamente com as mais de 2,5 milhões de assinatura de um abaixo-assinado do partido NOVO, a pressão para Temer não sancionar a lei, Bolsonaro, presidente eleito, afirmou que vetaria o escandaloso reajuste de 16,38% nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal aprovado pelos nefastos senadores tupiniquins.

Corroborando com a opinião de Bolsonaro, que garantiu que não vai proteger bandido, Sergio Moro afirmou, em entrevista ao Fantástico, que se a denúncia for consistente não será preciso esperar as cortes de Justiça proferirem o julgamento para demitir ou exonerar alguém da futura equipe de governo.

Como fruto da escassez cada vez maior da mortadela, o acampamento de apoiadores de Lula nos arredores da Polícia Federal do Paraná, onde o referido líder da organização criminosa petista está preso, foi desmontado cerca de duas semanas atrás.

Coberto de razão, o agora deputado federal eleito Luiz Philippe de Orleans e Bragança, do PSL, afirmou, para o desespero da mídia socialista tupiniquim, que o DEM, assim como o PSDB e o PMDB, é um partido de esquerda progressista.

Diretamente de NY, onde fez propaganda da sua administração na capital baiana a empresários, políticos e outras personalidades brasileiras e norte-americanas, ACM Neto, prefeito de Salvador, “avisou” que o Brasil deu o maior cheque em branco de sua história ao eleger Bolsonaro como seu próximo presidente.

Como que dispostos a tudo para afundar cada dia mais o partido, tucanos históricos, para se opor ao crescimento da força de Doria, querem que o senador Antonio Anastasia, o pau-mandado de Aécio Neves que perdeu a eleição para governador de MG, entre na disputa pela presidência do PSDB.

Rebaixado nas urnas ao posto de partido medíocre, a cúpula do PMDB articula um armistício entre suas principais lideranças para tentar garantir a sobrevivência do partido e protagonismo no Congresso durante o governo Bolsonaro.

Apresentando sinais claros inveja mesclados com debilidade mental, FHC afirmou, em entrevista ao jornal argentino Clarín, que não se apresentaria novamente como candidato a presidente do Brasil porque é “um homem razoável e as pessoas razoáveis já não têm espaço num país polarizado”.

Crítica:

Dando “um belo drible na burocracia e no paternalismo tupiniquim”, a Empiricus conseguiu uma decisão liminar na Justiça Federal de SP para impedir a Comissão de Valores Mobiliários de enquadrá-la como empresa de análise de investimentos e, por conta disto, fiscalizar e censurar seus relatórios sobre aplicações no mercado de capitais.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário