R.B. 5/SET/18 "Rally do Mito"



"Rally do mito"

São Paulo, 5 de setembro de 2018 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, alheia ao cenário externo e dando sequência ao “rally do Mito” diante do aumento da possibilidade de vitória de Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pelo mesmo motivo que deve impulsionar a bolsa tupiniquim e também elevar fortemente o fluxo positivo de recursos externos destinados à investimentos no país, que após 2 governos do PSDB e 4 governos do PT está prestes a se livrar do socialismo.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,4%, realizando lucros após fechar o pregão anterior no maior patamar desde 17/MAI/18 (aos 83.273pts), seguindo a piora do “humor” nas principais bolsas mundiais e influenciado pela redução das “apostas” de vitória de Bolsonaro no primeiro turno e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,88, também em um “ajuste técnico” após recuar cerca de -3,8% em apenas 2 pregões, acompanhando o movimento de cautela da bolsa tupiniquim e também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China permaneceu fechada por conta de feriado e Japão -0,6%, com destaques de queda para as exportadoras do setor de tecnologia, como Yahoo Japan (-1,7%) e Japan Display (-1,7%), prejudicadas pela valorização da moeda local (iene) frente ao dólar, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,2%, França -1,5% e Alemanha -0,3%, prejudicadas por uma onda vendedora nos bônus europeus, diante do aumento das “apostas” de elevações mais aceleradas nas taxas de juros pelo FED (“BC” norte-americano) e (3) dos EUA, realizando lucros recentes, S&P -0,8%, DJ -0,7% e NASDAQ -1,8%, influenciadas pela divulgação de novos dados melhores do que o esperado da economia do país, como uma forte retração no número de pedidos de auxílio-desemprego, que reforçaram as “apostas” de altas mais intensas dos juros, e com destaques de queda para as ações do setor de energia, acompanhando o recuo internacional dos preços do petróleo.

Já responsável por uma forte alta na bolsa e uma expressiva queda no dólar, o “rally do Mito” deve se intensificar caso Bolsonaro ganhe as eleições em primeiro tuno, com “boas chances” de levar a moeda norte-americana para R$ 3,60 e o índice Bovespa para acima do 90.000pts.

Cobertos de razão, executivos de grandes companhias alemãs afirmaram, durante uma reunião da diretoria Câmara de Comércio Brasil-Alemanha, que a piora no ambiente de negócios no Brasil, marcado por crescente complexidade tributária e burocracia acima da média, está levando suas matrizes a tirarem o país do radar para investimentos.

Apavorado ainda mais os banqueiros do itaim bibi, que já estão “se borrando” com a possibilidade de seus comparsas do PT e do PSDB perderem as eleições presidenciais, ontem foi anunciado que a delação de Palocci é extensa, composta por mais de 45 anexos, envolvendo pessoas com e sem prerrogativa de foro, sobre temas que eram completamente inéditos, tais como os delitos envolvendo o Sistema Financeiro Nacional.

Como na crise as pessoas começam cortando pelo supérfluo, segundo dados oficiais da Agência Nacional de Telecomunicações, em AGO/18 o número total de assinantes do setor de TV paga no país (17,79 milhões) era -3,0% menor que no mesmo período de 2017 (18,33 milhões) e -10% inferior ao registrado no final de 2014 (19,57 milhões).

Dando mais um sinal negativo da economia tupiniquim, em SET/18 a produção brasileira de veículos recuou -23,5% em setembro, prejudicada também pela crise argentina que afetou as exportações ao país.

Vendo que “a mortadela sindicalista vai acabar” em caso de vitória de Bolsonaro, o sindicato dos metalúrgicos do ABC, que inclusive serviu de refúgio para Lula antes dele se entregar para a polícia, ameaçam entrar em greve com a desculpa de que querem um reajuste salarial acima da inflação.

Confirmando a total falta de noção financeira do brasileiro, que também é facilmente ludibriado pela pressão por consumo desnecessário e incompatível com sua renda, cerca de 1/3 dos consumidores tupiniquins que pretendem comprar presentes no dia das crianças estão inadimplentes.

Carregando o Brasil nas costas, o setor agrícola tupiniquim, que se prepara para mais uma safra histórica, bateu mais um recorde de área plantada e com isto o número de colheitadeiras vendidas no país neste ano já superada em 24% o auferido no mesmo período do ano passado.

-    A JBS caiu -4,7% na bolsa brasileira, já que a empresa, que cresceu exponencialmente nos governos do PT rapinando dinheiro do BNDES, anunciou ontem que está recolhendo 2,9 mil toneladas de carne moída em sua unidade no Arizona, EUA, devido à potencial presença de salmonela na carne.
-    A Forjas Taurus subiu 0,6% na bolsa tupiniquim e acumula alta de 79,8% nos últimos 30 dias, dando sequência ao “rally do Mito” diante da consolidação das “apostas” de vitória de Bolsonaro, favorável ao porte de armas, nas eleições presidenciais tupiniquins.
-    A Alphabet, controladora do Google, recuou -2,8% na bolsa de NY, após Mike Pence, vice-presidente dos EUA, pedir a empresas norte-americanas que reconsiderem práticas de negócios na China.
-    A Apple caiu -1,8% e a Amazon recuou -2,2%, ambas na bolsa de NY e também pressionadas pelos “rumores” de que que agentes chineses inseriram microchips maliciosos em placas-mãe fabricadas pela Super Micro Computer, de quem as duas companhias compram mercadorias.

Política:

Em mais um “ajuste” para se adequar realidade, a pesquisa Datafolha divulgada ontem à noite indica que (1) Bolsonaro, com cerca de 50% de chances de ganhar no primeiro turno, subiu de 32% para 35%, (2) Haddad, mostrando que pode estar próximo do teto, oscilou de 21% para 22%, (3) Ciro, estagnado e se preparando para apoiar o PT no segundo turno, manteve os 11%, (4) Alckmin, colhendo os frutos da podridão que plantou, caiu de 9% para 8% e (5) Marina Silva, já se preparando para voltar para a toca e só sair daqui a 4 anos, manteve os 4% da pesquisa anterior.

Com tabelinhas patéticas entre Haddad, Ciro e Boulos para atacar Bolsonaro, que foi chamado diversas vezes de covarde, Marina e Alckmin disputando quem é mais pacificador e sem caráter, Meirelles arrogante como de costume, Alvaro Dias batendo forte no PT e Bonner, o mediador, bastante atrapalhado, o debate de ontem na TV Globo foi chato, improdutivo e ajudou a aumentar as chances do candidato do PSL ganhar as eleições presidenciais no primeiro turno.

Apesar dos rumores de que sairá na imprensa uma “bomba” contra Bolsonaro antes do primeiro turno, a reportagem de capa da revista IstoÉ tem o petista Haddad, poste do presidiário, dizendo que existem 32 processos conta ele.

Como em SP, maior colégio eleitoral do país, Doria e Skaf devem ir para o segundo turno na disputa pelo governo do Estado e ambos certamente não darão palanque para Haddad, o PT, em busca de um palanque nacional em um eventual segundo turno contra Bolsonaro, está orientando seus eleitores a votarem em Marcio França, rifando a candidatura do petista Luiz Marinho.

Contrariando o alerta dos petistas, que diziam que a prisão de Lula seria um ataque à democracia, segundo uma pesquisa divulgada ontem o percentual de brasileiros que consideram que a democracia como melhor forma de governo atingiu 69%, o que representa o maior patamar desde o início da série histórica, em 1989.

Crítica:

Dando mais uma prova de que, se a esquerda não ganhar as eleições presidenciais, Lula vai ficar na cadeia até morrer, ontem o Ministério Público Federal apresentou as alegações finais da ação penal envolvendo o Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo, pedindo a condenação do referido líder da organização criminosa.

Picareta e bandido que mamou na teta de todos os governos do país desde a ditadura militar até os governos do PT, o economista Antonio Delfim Netto “alertou” que são "inconsistentes" os programas de governo de Haddad e Bolsonaro, ressaltando que eles "se equivalem" pela falta de um projeto que eleve a produtividade e o crescimento.

Desesperada com a possibilidade de vitória de Bolsonaro no segundo turno, a Folha de SP, que também comanda o UOL, tem fortalecido seus ataques contra o candidato do PSL, chegando ao ridículo de “acusar” o pai da atriz Marina Ruy Barbosa de ter postado nas redes sociais a hashtag # Elesim17.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário