R.B. 25/SET/18 "Feitas para encher linguiça e prejudicar a candidatura contraria ao estabelechiment"



"Feitas para encher linguiça e prejudicar a candidatura contraria ao estabelechiment"

São Paulo, 25 de setembro de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, com “boas chances” zerar os ganhos ainda acumulados no mês (1,7%), diante da redução as “apostas” de vitória de Bolsonaro no primeiro turno e do aumento dos temores de que Haddad, com o apoio de toda a esquerda (inclusive o PSDB), possa ganhar as eleições presidenciais tupiniquins no segundo turno e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando o cenário externo mais adverso e impulsionado principalmente pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,8%, realizando lucros após avançar 5,8% na semana passada, diante do crescimento de Haddad, cada dia mais elogiado pelo estabelechiment e pela imprensa socialista tupiniquim, nas pesquisas de intenção de voto, e da instabilidade nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 4,09, recuperando terreno após 3 pregões consecutivos de queda, influenciado pela piora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão e China permaneceram fechadas por conta de feriados nacionais, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,4%, França -0,3% e Alemanha -0,6%, com atenções voltadas às tensões comerciais entre EUA e China e também para o anúncio de que o índice alemão de sentimento das empresas recuou em SET/18 e (3) dos EUA, novamente sem uma tendência única, S&P -0,3%, DJ -0,7% e NASDAQ 0,1%, com o cenário comercial prejudicando o DJ e as empresas de tecnologia se beneficiando de boas notícias corporativas.

Cada semana um pouco mais pessimista, o “mercado” elevou, desta vez de 4,09% para 4,28%, suas “apostas” para a inflação de 2018 e reduziu, de 1,36% para 1,35%, suas expectativas para o crescimento da economia tupiniquim neste ano.

Influenciados pelo aumento do desemprego, pela queda na renda, pela insegurança com o futuro da economia e principalmente disparada do dólar, que acumula alta de 29,5% nos últimos 12 meses e de 23,5% no ano, em AGO/18 os gastos dos turistas brasileiros no exterior foram -20,8% menores do que em AGO/17.

Ajudando a aumentar a pressão inflacionária, ontem os preços da referência global do petróleo, do tipo Brent, saltaram mais de 3%, atingindo assim sua máxima em 4 anos, depois que a Arábia Saudita e a Rússia barraram qualquer aumento imediato na produção, contrariando os pedidos de Trump, presidente dos EUA.

O preço médio dos imóveis caiu 19% em relação ao pico, atingindo em 2014, e a taxa básica de juros está no menor patamar da história (6,5% ao ano), porém, por medo do futuro, nos últimos 12 meses o volume total de novos financiamentos imobiliários é -50% menor do que o dinheiro emprestado em 2014 ou 2015.

Apesar de ser a segunda maior cidade da região, perdendo apenas da Cidade do México, a cidade de SP, que é violenta, cara e pouco receptiva, é apenas o oitavo destino que mais recebe turistas internacionais na América Latina e o nono em que eles mais gastam.

Prejudicado principalmente pela expressiva diminuição do superávit da balança comercial, em AGO/18 o Brasil registrou déficit em transações correntes de R$ -2,9bi, o que representa o maior rombo para o mês em 3 anos.

-    A Alphabet subiu 0,62%, após a empresa, que é controladora do Google, anunciar o lançamento de novos recursos de pesquisa, incluindo resultados inteligentes de vídeo.
-    A Apple avançou 1,44%, diante do anúncio de que a companhia concluiu a aquisição do aplicativo Shazam.

Política:

Reduzindo consideravelmente a possibilidade da corrida presidencial terminar no primeiro turno, a pesquisa Ibope divulgada ontem indicou que (1) Bolsonaro permaneceu com os 28% da semana passada, (2) Haddad subiu de 19% para 22%, (3) Ciro manteve 11%, (4) Alckmin subiu de 7% para 8% e (5) Marina caiu de 6% para 5%.

Feitas para encher linguiça e prejudicar a candidatura contraria ao estabelechiment”, as pesquisas de simulação de segundo turno são completamente inúteis, já que após 7/OUT/18 cada candidato terá metade do tempo na TV e a eleição para presidente do Brasil se dividirá entre os que querem que Lula seja solto e que a Lava Jato seja extinta e os que defendem que o referido bandido siga preso e que a justiça siga sendo feita no país.

Símbolo da podridão da política tupiniquim, que no segundo turno será coroada com a participação do PSDB, ontem Zé Dirceu, líder intelectual da organização criminosa petista, jantou com o senador Renan Calheiros, coronel peemedebista, para traçar a estratégia que pode fazer Haddad ganhar as eleições presidenciais que fará o PT voltar ao poder.

Logrando existo no seu intento de fazer o PSDB se transformar em um partido medíocre, que assim como o PCdoB atuará no segundo turno como linha auxiliar do PT, Alckmin, candidato tucano à presidente, agora é alvo de um inquérito aberto pelo Ministério Público de SP para apurar as denúncias de irregularidades nos dois decretos que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo seus familiares, que teriam recebido ao menos R$ 3,8mi.

Disposto a tudo para se livrar da cadeia a partir de JAN/19, quando ficará sem fórum privilegiado, o presidente Temer, que certamente dará induto à Lula caso Haddad ganhe as eleições presidenciais, anunciou ontem que, assim que estiver concluído o processo eleitoral, vai entrar em contato com quem for eleito para tentar aprovar a reforma da Previdência ainda em seu governo.

Já contando como quase certa a participação de Haddad no segundo turno, o PT, para atrair o PSDB e os demais partidos de esquerda, já decidiu que a partir desta semana vai concentrar seus ataques contra Bolsonaro.

Mostrando que tom dará a campanha no segundo turno, Bolsonaro afirmou ontem, em entrevista dada no leito do hospital à rádio Jovem Pan, que acredita ter sido vítima de um atentado "planejado" e "político".

Com claros sinais de retardamento mental, Suplicy, que como um idiota é usado pelo PT e que pelas pesquisas deve ser eleito senador pelos acéfalos eleitores paulistas, afirmou ontem, pela milésima vez, que implantar a renda básica da cidadania será a grande meta de seu enésimo mandato.

Indicando porque o poste de Lula não conseguiu nem ir para o segundo turno ao tentar se reeleger prefeito de SP em 2016, segundo uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Município Haddad não cumpriu 9 das 10 metas que havia prometido para o setor da saúde ao assumir o cargo em JAN/13.

Para dar para o eleitor a certeza que manterá Lula na cadeia, o programa de governo de Bolsonaro trará a garantia de que ele vai manter em vigor, independentemente do STF, a autorização para prisão após condenação em segunda instância.

Usando Alckmin, que tem quase 50% do tempo na TV, como “bucha de canhão”, o PSDB sabe que a sua candidatura presidencial morreu e o plano agora é dinamitar a campanha de Bolsonaro e negociar um acordo, com alguns ministérios e certamente o enterro da Lava Jato, no eventual governo do PT.

Com a promessa de criar escolas militares em todo o país, algo que será fantástico para o resgate da educação e a redução da mentalidade socialista, Bolsonaro prometeu que a Educação Moral e Cívica (e a Organização Social e Política Brasileira devem voltar aos currículos escolares caso ele seja eleito.

Crítica:

Sem se preocupar com complacência com monopólios, como a compra da Cetip pela Bovespa ou da XP pelo Itaú, o Tribunal de Contas da União, com a visão paternalista/socialista de que o brasileiro deve ser tratado como idiota, abriu auditoria para avaliar a atuação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na regulação e fiscalização do mercado de capitais, citando casos de empresas como JBS, Marfrig, grupo EBX, Oi, Petrobras e Eletrobras, cujas ações tiveram fortes quedas nos últimos anos devido a fatores como escândalos de corrupção e má gestão, que podem ter provocado fortes perdas a minoritários.

Confirmando a falência do sistema de ensino superior tupiniquim, causado pelas malditas cotas e pelo sucateamento das Universidades, 76% dos diretores de faculdade acreditam que os formandos chegam a mercado despreparados e 44% avaliam que o currículo não atende às expectativas de empregadores.

Apesar de fazer propaganda descarada da candidatura presidencial do petista Haddad, a Folha de SP, sem nenhuma vergonha na cara, divulgou uma pesquisa na qual 87% dos seus leitores afirmam que concordam com a decisão do jornal de não apoiar candidatos.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário