R.B. 24/SET/18 "Escandalosa autorização da justiça tupiniquim"



"Escandalosa autorização da justiça tupiniquim"

São Paulo, 24 de setembro de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após avançar 5,8% na semana passada, diante do crescimento de Haddad, cada dia mais elogiado pelo estabelechiment e pela imprensa socialista tupiniquim, nas pesquisas de intenção de voto e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando terreno após 3 pregões consecutivos de queda, influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,7%, acompanhando o movimento ascendente das commodities, para fechar o dia no maior patamar desde 8/AGO/18 (aos 79.444 pts), com bom volume de negócios (R$ 13bi) e impulsionada pelo aumento da possibilidade de Bolsonaro conseguir sair do hospital antes até o final do mês e antes do primeiro turno e (2) o DÓLAR caiu -0,6% à R$ 4,05, para fechar o dia no menor patamar em 1 mês, seguindo a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pelo aumento do fluxo positivo de recursos externos.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,8% e China 2,0%, acompanhando a melhora do “humor” das bolsas de NY no dia anterior e com destaques de alta para os papéis de seguradoras, do setor de energia e de transportes marítimos, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,7%, França 0,8% e Alemanha 0,8%, com os investidores avaliando ainda a possibilidade de uma possível aproximação entre Washington e Pequim, após imposição de tarifas menores do que o mercado esperava e de olho em novas avaliações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ -0,5%, divididas entre a realização de lucros em ações das gigantes de tecnologia, como Alphabet (-1,6%), Facebook (-1,9%) e Netflix (-1,1%), porém com o DJ batendo mais um recorde de alta, diante dos sinais de redução da guerra comercial entre o País e a China.

Fazendo um importante alerta, o Banco de Compensações Internacionais divulgou um relatório ressaltando que os mercados financeiros precisam se preparar para um longo período de turbulência, à medida que mais BCs do mundo começam a encerrar programas de incentivo e a elevar as taxas de juros.

Elevando novamente as tensões comerciais entre as 2 maiores potencias econômicas do mundo, a China anunciou no final de semana que cancelou negociações previstas com os EUA e não enviará o vice-premiê Liu He para Washington nos próximos dias.

Trocando 6 por meia dúzia, já que a concorrência no setor financeiro tupiniquim é quase nula, mais de 350 mil pessoas fizeram pedido de portabilidade da conta salário pela internet desde o dia 1º de julho, quando entraram em vigor as novas regras do Banco Central para a transferência do pagamento.

Em uma descarada defesa da manutenção do seu monopólio, o Bradesco abriu uma ação na justiça contra a fintech GuiaBolso pois quer impedir o aplicativo, que oferece um serviço para controle de gastos, de acessar os dados bancários de seus clientes mesmo com a autorização deles.

Organizando a agiotagem e tirando os bancos do processo, surgem cada dia mais no mercado financeiro tupiniquim Fintechs que permitem que o pequeno investidor empreste dinheiro diretamente a quem precisa.

“Apostando alto” na recuperação da economia tupiniquim, a fabricante de embalagens de papel Smurfit Kappa, que tem operações no Brasil desde 2015, anunciou que investirá R$ 100 milhões no ano que vem em suas 4 fábricas no país, ressaltando que o montante será usado na compra de maquinário e na adoção de tecnologias para melhorar qualidade e a velocidade de produção.

Estimulados pelo governo e pelos bancos a tomar credito e a consumir muito mais do que o necessário e principalmente do que seus rendimentos permitem, segundo uma pesquisa feita pela Anbima (1) 25% dos brasileiros acreditam, de forma equivocada, que comprar um automóvel é um investimento, (2) cerca de 55% dos brasileiros não conhecem nenhum tipo de investimento e (3) somente 9% da população faz alguma aplicação financeira.

Impulsionado pela alta do dólar, que já subiu 22,3% no ano e 29,6% nos últimos 12 meses, o valor aplicado por brasileiros em fundos cambiais cresceu de R$ 3,1bi em JAN/18 para R$ 5,4bi em AGO/18, o que representa um avanço de 70% no período.

Pressionando a inflação e cobrando da população o preço pelo apoio da “terrorista, oportunista e individualista” greve dos caminhoneiros, o preço da gasolina nos postos brasileiros chega às vésperas da eleição no maior patamar dos últimos 10 anos.

Mesmo com eventos desfavoráveis como a alta do dólar e o desempenho pior do que o esperado da economia, nos 8 primeiros meses deste ano o fluxo de passageiros em aeroportos regionais paulistas subiu 6% na comparação com o mesmo período de 2017.

-    O Twitter recuou -4,5% na bolsa de NY, após a empresa revelar em seu blog oficial que consertou uma falha de programação que "pode ter, não intencionalmente, enviado" mensagens privadas de usuários para desenvolvedores parceiros da empresa.

Política:

Na pesquisa divulgada hoje, que deve preocupar o “mercado’, (1) Bolsonaro, sem fazer campanha e atacado diariamente pelo estabelechiment, manteve os mesmos 33% da semana passada, (2) Haddad, cada dia mais concentrando os votos da esquerda, disparou de 16% para 23%, (3) Ciro, que quanto mais aparece mais fala besteira e perde votos, recuou de 14% para 10%, (4) Alckmin, mesmo com quase metade do tempo na TV, subiu de 8% para 10% e (5) Marina, logrando êxito em sua missão de perder eleições, manteve os 5% da pesquisa anterior.

Após dizer que, se eleito, vai liberar o uso recreativo da maconha, Meirelles, o candidato à presidente pelo PMDB que todo mundo gosta de trair, afirmou que é impossível aprovar a reforma da previdência ainda neste ano.

Segundo a agencia de classificação de risco A Moody's, o novo presidente do Brasil, independentemente de quem for o eleito, enfrentará desafios em seu relacionamento com o Congresso Nacional para conseguir "efetivamente" governar.

Defensor ferrenho da candidatura do tucano Alckmin, o jornal Estadão (1) está alardeando que o em pesquisas internas o PSDB verifica que o tucano cresceu em SP e (2) escreveu em seu editorial que o bolsonarismo e o lulopetismo consolidaram-se na campanha presidencial como estridentes manifestações de hostilidade à democracia e às instituições que garantem seu funcionamento.

Até outro dia “escondido nos EUA” para não ser preso pela operação Lava Jato, Eduardo Paes, que foi prefeito do RJ e rapinou como nunca a cidade durante as Olimpíadas, lidera com folga a disputa pelo governo do RJ e assim vem atraindo o apoio de prefeitos de partidos que fazem parte de coligações de rivais na disputa pelo governo estadual.

Indicando que a renovação non congresso Nacional tupiniquim será mínima, cerca de 80% do dinheiro do nefasto fundo partidário será destinado a políticos que ou tentam a reeleição ou buscam mudar de cargo público.

Sem nenhum processo ou fato grave para atacar Bolsonaro, tanto a Folha quanto a Globo, que em busca da manutenção de seus privilégios já escolheram o petista Haddad como seu candidato, atacam descaradamente o presidenciável do PSL, distorcendo pesquisas, dados e fatos.

Crítica:

Com uma “escandalosa autorização da justiça tupiniquim”, Adélio de Oliveira, o militante do PSOL que esfaqueou Bolsonaro e que o estabelechiment insiste em dizer que é um “lobo solitário”, será entrevistado na quinta-feira pelo SBT e pela Revista Veja e poderá “fazer propaganda” dos motivos que o fez tentar assassinar o referido presidenciável do PSL.

Se o Amoêdo não for para o segundo turno pode até ser que o RB vote no Bolsonaro para tirar a esquerda do poder, porém é importante ressaltar que alguns eleitores do candidato do PSL são mais chatos, antidemocráticos e burros que muitos petistas.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário