R.B. 18/SET/18 "Apostando que o eleitor tupiniquim é idiota"



"Apostando que o eleitor tupiniquim é idiota"

São Paulo, 18 de setembro de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e impulsionada pelos sinais de que, mesmo com a maioria da imprensa socialista contra, a esquerda será derrotada nas eleições presidenciais tupiniquins e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, tentando romper o agora “suporte” dos R$ 4,10, seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,8%, desdenhando das perdas das bolsas de NY e do “game over” da candidatura de Alckmin, já que os investidores e o “mercado” comemoram o fato de Bolsonaro liberar quase todas as simulações de segundo turno, principalmente contra Haddad, o poste do presidiário Lula e (2) o DÓLAR caiu -0,9% à R$ 4,13, seguindo o mesmo motivo que animou a bolsa tupiniquim, para fechar o dia no menor patamar em 1 semana, também influenciado pelo recuo internacional da moeda norte-americana ante divisas de emergentes e de alguns países desenvolvidos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não teve pregão por conta de feriado, porém China -1,1%, no menor patamar desde NOV/14, prejudicada pelo novo acirramento das tensões comerciais com os EUA, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,1%, França -0,1% e Alemanha -0,2%, acompanhando as perdas das bolsas dos EUA e da Ásia e também prejudicadas por declarações de Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, de que a perspectiva para a economia global tem piorado e (3) dos EUA, realizando lucros, S&P -0,6%, DJ -0,3% e NASDAQ -1,4%, com destaques de queda para as ações do setor de tecnóloga, que devem ser as mais prejudicadas em caso de acirramento da guerra comercial contra a China, e também prejudicadas pela queda acima do esperado do índice de atividade industrial Empire State.

Em um ato de coragem, que tardará a até então inevitável escalada chinesa rumo à liderança global, ontem o presidente Trump, mostrando porque, a despeito da imprensa socialista tupiniquim, é um dos maiores líderes da história dos EUA, confirmou que vai sim sobretaxar mais US$ 200bi as importações norte-americanas de produtos chineses.

Enquanto no Brasil o assunto é tratado como tabu pela hipócrita e conservadora sociedade tupiniquim, nos EUA a Coca-Cola anunciou que monitora de perto o crescimento do mercado de bebidas com infusão de maconha, respondendo a informações na mídia de que estava em conversas com a canadense Aurora Cannabis para superar a fraca demanda por refrigerantes com alto teor de açúcar.

Contando com a impunidade e também sofrendo com a crise, segundo dados da Receita Federal os impostos em atraso de 716.948 companhias que integram o Simples, regime tributário simplificado para microempresas e empresas de pequeno porte, já somam R$ 19,5bi.

Cada semana um pouquinho mais pessimista, ou quem sabe realista, o “mercado” reduziu, desta vez de 1,40% para 1,36%, suas “apostas” para o desempenho do PIB tupiniquim em 2018 e elevou, agora de 4,05% para 4,09%, suas previsões para a inflação medida pelo IPCA neste ano.

Diante de uma base de comparação bastante fraca, em JUL/18 o IBC-Br, que é o Índice de Atividade Econômica do BC no qual os dados são dessazonalizados, registrou crescimento de 0,57% frete a JUN/18, com destaques negativos para os setores de serviços e comercio.

Com o aumento do dólar, que tem pressionado principalmente os preços de alimentos que possuem farinha de trigo na sua composição, sendo compensado pela queda dos preços do leite, de carne bovina e de aves, em AGO/18 a inflação dos supermercados paulistas ficou em apenas 0,02%.

Provando que o Brasil tem muito a ganhar com a guerra comercial ente China e EUA, nos 8 primeiros meses deste ano o volume financeiro das exportações tupiniquins para os países do G 20 cresceu 8,8% na comparação com o mesmo período de 2017.

-    A Amazon caiu -3,2% na bolsa de NY, depois que a empresa confirmou uma reportagem do Wall Street Journal de que estaria investigando suspeitas de vazamento de dados e subornos de funcionários.
-    A Avon disparou 19,0% na bolsa de NY, diante de rumores, até agora negados, de que foi procurada recentemente pela rival brasileira Natura para uma possível aquisição.

Política:

Segundo o Polling Data, que faz a média ponderada de todas as pesquisas eleitorais e com base nisto divulga a chance de vitória de cada candidato, Bolsonaro tem 61% de chance de vencer, Haddad 21%, Ciro 16%, Marina 1% e Alckmin 1%.

Reduzindo, obviamente de forma artificial, seu radicalismo para tentar reduzir sua rejeição e atrair votos, e principalmente apoio formal, de partidos rivais como PSDB, PMDB e DEM, ontem Haddad, em sabatina para a Folha/UOL/STB, mostrou-se disposto a discutir temas como a reforma da Previdência e idade mínima.

Apostando que o eleitor tupiniquim é idiota”, (1) Alckmin, que declarou um patrimônio pessoal de R$ 1,4mi, fez uma doação pessoal de R$ 550mil para a campanha de Cassio Cunha Lima, candidato à reeleição como governador da Paraíba, (2) Haddad exibiu em seu programa uma dona de casa que supostamente tinha parado de receber o bolsa família, o que foi provado que é mentira e (3) Doria usou em seu programa de TV imagens de creches russas e dos EUA para ilustrar trechos da propaganda que falavam das creches que ele fez em sua gestão na prefeitura de SP.

Apesar de dizer que não dará indulto para o presidiário VIP de Curitiba, Haddad afirmou ontem que se for eleito presidente do Brasil Lula terá um papel de destaque no seu governo, ocupando o ministério que quiser.

Mais perdidos do que cego em tiroteio, aliados mais pragmáticos de presidenciável tucano Alckmin, também conhecido como Santo nas planilhas de propina da Odebrecht, passaram a defender nos últimos dias que o candidato faça diagnóstico mais duro do cenário eleitoral apelando ao pânico da população.

Mostrando o desespero com o possível fim das regalias e vultosas propagandas governamentais e estatais caso Bolsonaro seja eleito presidente, o jornal Folha de SP, depois de exaltar o “pragmatismo” de Haddad, defende, em editorial de hoje, o conchavo entre o candidato petista e os parlamentares de PSDB, MDB e DEM.

Paulinho da Força, principal aliado e fiador do apoio do partido de aluguel solidariedade à candidatura de Alckmin, acordou hoje com a notícia de que Tiago Cedraz, seu chefe de gabinete, é alvo de um mandato de prisão da Polícia Federal.

Apesar de claramente ser o plano B de Lula, o segundo turno provará para os eleitores tupiniquins que Haddad sempre foi o plano A de FHC e de muitos tucanos que sonham com a aproximação de PT e PSDB, que é bom ressaltar “sempre foram concorrentes mas nunca foram oponentes”.

Negando veementemente os rumores de aproximação com o PT, ACM Neto, presidente do DEM e coordenador da campanha de Alckmin, “garantiu” que a base de apoio à candidatura do tucano ao Planalto está consolidada, (2) que o risco de o Centrão abandonar do PSDB é “zero” e (3) que acredita que ainda há tempo de virar o jogo.

Crítica:

O Facebook anunciou que 62 milhões de usuários tupiniquins falaram sobre eleições no primeiro mês da campanha eleitoral, apesar de ainda ter gente, que gosta de ver o povo alienado, reclamar do elevado nível de tensão que tomou conta dos debates políticos no país, é sempre bom ressaltar que o filosofo grego Platão já dizia que quem não gosta de política é condenado a viver governado por quem gosta.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário