R.B. 17/SET/18 "Game over para Alckmin"



"Game over para Alckmin"

São Paulo, 17 de setembro de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, influenciada pelo “game over” na candidatura de Alckmin, o “queridinho do mercado”, pelo crescimento de Haddad, que se isolou em segundo lugar, e acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também com o “mercado” testando os limites do BC.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, para recuperar uma parte das perdas acumuladas na semana (-1,3%), influenciado pela aproximação do vencimento de opções, que ocorre nesta segunda-feira, e com destaque de alta para as ações da Vale (2,6%), que por ser exportadora se beneficia da valorização do dólar frente ao real e (2) o DÓLAR caiu -0,8% à R$ 4,16, acompanhando a leve melhora do “humor” na bolsa tupiniquim, reduzindo uma pequena parta da valorização acumulada no ano (25,7%) e com o “mercado apostando”, de maneira totalmente equivocada, na recuperação da candidatura presidencial de Alckmin.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 1,2%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY no dia anterior e com as exportadoras beneficiadas pela valorização do dólar frente a moeda local (o iene) e China -0,2%, prejudicada pela divulgação e dados econômicos negativos e pelo aumento das tensões comerciais com os EUA, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,5% e Alemanha 0,6%, com o euro e a libra mais fracas em relação ao dólar ajudando as exportadoras, principalmente dos setores automobilístico e de mineração, que também foram beneficiadas pela redução das tenções comerciais e (3) dos EUA, próximas da estabilidade, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ -0,1%, em compasso de espera diante da ausência de notícias concretas sobre a relação comercial entre o país e a China e mesmo após o anuncio de que em AGO/18 a produção industrial norte-americana teve alta de 0,4% na comparação com JUL/18, patamar acima do esperado (0,3%).

Coberto de razão, já que esta é uma das únicas formas de conter o inevitável crescimento do imperialismo chinês, Trump, presidente dos EUA, orientou assessores a prosseguir com a taxação de US$ 200 bilhões em importações chinesas, passando por cima das tentativas do secretário de Tesouro americano, Steven Mnuchin, de promover conversas com Beijing para resolver a guerra comercial entre os países.

Principais vítimas do irresponsável, e até criminoso, estímulo governamental para consumo via credito consignado, ao menos 3 milhões de brasileiros com mais de 60 anos não conseguem pagar as contas básicas, como as de água, luz e gás.

Pelos mais diferentes motivos, como falta dinheiro, já que custa buscar emprego, por tanto procurar e não encontrar e por já se considerar incapaz para funções que aparecem, os desalentados brasileiros, que ficam fora das estatísticas de desemprego, já somam 4,8 milhões de pessoas, o que representa 4,3% da população em idade de trabalhar, o maior patamar da história segundo o IBGE e quase o dobro do registrado de 2012 a 2015, quando a taxa de desemprego, hoje em 12,3%, era de apenas um dígito.

Sem nenhuma noção de educação financeira e desdenhando da crise pela qual o país passa, (1) cada dia mais consumidores tupiniquins buscam os bureaus de crédito para descobrir como elevar suas pontuações e pedirem novos empréstimos e (2) nos 7 primeiros meses deste ano o volume de crédito de financiamento imobiliário cresceu 21,9% n comparação com o mesmo período de 2017.

Indicando que ainda existe um enorme espaço para alta da moeda norte-americana frente ao real, segundo um estudo feito por Marcel Balassiano, pesquisador do IBRE FGV, a volatilidade recente do câmbio e da Bolsa é similar àquela observada nas eleições de 2002, embora o dólar tenha subido mais quando Lula foi eleito para seu primeiro mandato.

Com a complacência do CADE, que deveria estimular a concorrência, e se beneficiando de uma legislação feita para manter tudo como está, a concentração de ativos nos 5 bancos líderes do Brasil (Itaú, Bradesco, Santander, Caixa e BB) disparou, de um patamar de 62% em 2008 para 85% em 2016, segundo dados do Banco Mundial, bem acima do verificado em países emergentes como México (68%) e Chile (69%).

Dando mais um mais um passo do cerco da Justiça e do BC contra quem oculta patrimônio para evitar execução de cobranças judiciais, os devedores agora poderão ter investimentos em títulos públicos no Tesouro Direto penhorados eletronicamente para quitar dívidas de todos os tipos, de causas trabalhistas e atraso no pagamento de pensão alimentícia, a ações de indenizações contra empresas.

Representando uma enorme oportunidade para o Brasil, que é “turbinada” pela valorização do dólar frente ao real, segundo projeções da consultoria McKinsey, a tendência global de aumento do uso de soja na composição de alimentos industrializados poderá incrementar a produção tupiniquim da referida commodity em até 65%.

Política:

Representando um “game over para Alckmin” e indicando porque alguns membros do PSDB, capitaneados por FHC e Serra, já se aproximam do PT, para apoiar Haddad no segundo turno contra Bolsonaro, a pesquisa eleitoral divulgada hoje indica que o referido candidato tucano caiu de 8% para 6% no cenário estimulado e de 3% para 2% no cenário espontâneo.

Com inacreditáveis 30% na pesquisa espontânea, algo não atingido nem por Lula quando estava no age de sua popularidade, Bolsonaro subiu de 30% para 33% na pesquisa estimulada, praticamente se garantindo no segundo turno, criando a possibilidade de vitória em primeiro turno e mostrado que a tentativa frustrada de assassinato que ele sofreu, por um militante de esquerda, assassinou a candidatura de Alkmin.

Com a força de seu criador Lula, que mesmo enjaulado continua mandando no partido e no voto de milhões de brasileiros, Haddad, candidato do PT à presidente, subiu de 8% para 16% na pesquisa estimulada e se isolou na segunda posição na corrida presidencial.

Além de ter que explicar o péssimo desempenho na campanha, que fará o PSDB sair das eleições como um partido medíocre, Alckmin, que é investigado por inúmeras denúncias de corrupção, agora também terá que explicar porque assinou 2 decretos que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo familiares que renderam ao menos R$ 3,8 milhões para seus parentes.

Totalmente desiquilibrado, ontem Ciro Gomes, candidato do PDT ao planalto, xingou e deu um empurrão em um repórter que fez uma pergunta durante uma entrevista em um evento de campanha em Boa Vista, Roraima.

Único que não usa recursos do fundo partidário, Amoêdo, candidato do NOVO a presidente, cresce entre os eleitores com maior escolaridade e mais ricos e, caso aconteça um milagre e vá para o segundo turno, levará todos os demais partidos, incluindo aí PT e PSDB, a apoiarem a candidatura de Bolsonaro.

Crítica:

Supostamente ainda sem falar nada dos bancos, que são a maior fonte de corrupção do país, a delação de Palocci preocupa o PT, já que o outrora “queridinho do mercado” teria afirmado que Lula se envolveu diretamente em esquemas de propina, algo óbvio posto que mesmo na cadeia o referido líder petista continua comandando sua organização criminosa.

Analfabetos financeiros que lutam para sobreviver em um cenário de desemprego elevado, 48% dos microempreendedores individuais não têm previsão de gastos e receita para o mês seguinte, segundo estudo divulgado pelo Sebrae.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário