R.B. 9/AGO/18 "O NOVO também erra"



"O NOVO também erra"

São Paulo, 9 de agosto de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e prejudicada pela intensificação da tensão política, econômica e de credibilidade no país, que deve se agravar com a absurda decisão dos ministros do STF de elevarem seus próprios salários em 16% e (2) o DÓLAR pode subir, rumo aos R$ 3,80, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pela redução do fluxo positivo de recursos externos oriundos de captações e “investimentos”.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,5%, prejudicada pelo recuo das commodities e com o “mercado” avaliando a pesquisa de intenções de voto para presidente, que indicou que os eleitores não se animaram com a aliança entre Alckmin e os partidos dos bandidos do centrão e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,77, seguindo piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,1%, com destaque de queda para Tokai Carbon (-7,4%) e China -1,3%, devolvendo os ganhos do pregão anterior, novamente pressionada pelas perspectivas de tarifas norte-americanas sobre as exportações do país, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,7%, beneficiada pelo recuo da moeda local (a libra) ante o dólar, que atingiu o menor nível desde JUN/17, o que favorece as empresas exportadoras, França -0,3% e Alemanha -0,1%, prejudicadas pelo novo aumento das tensões comerciais entre EUA e China e a questão orçamentária na Itália e (3) dos EUA, também sem uma tendência única, S&P -0,1%, DJ -0,2% e NASDAQ 0,1%, divididas entre o recuo do petróleo, que atingiu o menor nível em 6 semanas, e o bom desempenho das ações de bancos, que reagiram positivamente a comentários de um membro do FED (“BC” do país), que apontou que taxas de juros mais altas proporcionariam munição no combate a uma futura desaceleração da economia.

Indicando que está dando certo o trabalho de Trump de ao menos tentar reduzir o ritmo de crescimento e de domínio da China no mundo, bem abaixo do esperado (US$ 39,1bi), a abalança comercial chinesa registrou um superávit de US$ 28,1bi em JUL/18.

Em mais uma vitória do governo Trump, que legitimamente trabalha para o crescimento do seu país, em JUN/18 as exportações norte-americanas de soja para a Europa cresceram 220% na comparação com JUN/17.

Sem medo do perigo, Axel Christensen, estrategista-chefe para América Latina da prestigiada e gigantesca gestora Blackrock, afirmou que as incertezas eleitorais jogam sombras sobre o mercado brasileiro, mas são uma ótima oportunidade para olhar para ativos locais enquanto outros investidores hesitam em se posicionar, ressaltando também que os ativos tupiniquins estão baratos em dólar, enquanto as perspectivas para a economia e para o ganho das empresas ainda são positivas, o que segundo ele favorece um fluxo de investimentos para o país.

Influenciada pela fraqueza da economia tupiniquim e também já livre da pressão causada pela terrorista greve dos caminhoneiros, em JUL/18 a inflação medida pelo IPCA ficou em 0,33%, patamar levemente acima das “apostas” do mercado (0,26%), acumulando com isto uma alta de 4,48% nos últimos 12 meses e permanecendo assim abaixo do centro da meta do BC (4,50%).

Socialistas, anticapitalistas e populistas, ontem, em movimento repentino, os “nobres” senadores tupiniquins se mobilizaram e aprovaram um projeto de Lei que proíbe companhias aéreas de cobrarem pela marcação antecipada de assento em aeronaves.

Diante das incertezas geradas pela inconcebível e anticapitalista tabela de fretes, os preços dos fertilizantes do Brasil subiram em média 11% no atacado entre os meses de JUN/18 e JUL/18 o que certamente chegará aos bolsos dos consumidores.

Como reflexo da péssima situação da economia tupiniquim, a Agência Nacional de Saúde verificou, após revisão de dados, que houve queda no número de beneficiários de planos de saúde em todos os meses deste ano na comparação com 2017.

Política:

Indicando, conforme “apostou o RB”, que os eleitores não estão convencidos a votar em Alckmin, o “queridinho do mercado”, apenas porque ele se aliou aos bandidos do centrão, uma pesquisa feita apenas com eleitores de SP indicou que Bolsonaro lidera com 18,9%, seguido do candidato tucano com 15,0%, depois por Marina 8,4%, Haddad, o poste de Lula, com 8,3%, e Ciro Gomes, o maluco, com 6,0%.

Estourando as contas públicas, sem nenhuma vergonha na cara e certamente aprofundando a crise que assola o país, ontem os “nobres” ministros do Supremo Tribunal Federal, que é a mais elevada corte tupiniquim, decidiram reajustar os próprios salários em 16%, o que obviamente terá um efeito cascata em todo o funcionalismo público do país.

Sem noção, ou quem sabe sem medo, de transformar o PT em um partido nanico, o temor de que o lançamento do nome Haddad tem levado setores da referida organização criminosa a dizer que tanto ele como Manuela D’Ávila deveriam submergir num primeiro momento, para evitar que a certeza de que Lula não será candidato seja disseminada.

Colocando mais uma vez o PSDB, que é “irmão gêmeo do PT”, no centro de um caso de corrupção, segundo investigações da Polícia Federal o economista tucano Roberto Giannetti da Fonseca é suspeito de ter recebido R$ 8 milhões da Paranapanema para negociar a compra de uma norma favorável à empresa no governo federal.

Indicando, mais uma vez, que cada povo tem o governo que merece, segundo a pesquisa divulgada ontem e feita apenas no Estado de SP, que em tese tem a população com a melhor educação do país, 50,4% dos eleitores tupiniquins tem pouco ou nenhum interesse nas eleições presidenciais.

Obviamente em uma mensagem subliminar para a Lava Jato, que será aniquilada em caso de vitória dos tucanos, a coligação de bandidos que sustenta a candidatura presidencial de Alckmin foi batizada de “para unir o Brasil e estancar a sangria” e terá R$ 816mi do nefasto fundo eleitoral para comprar votos pelo Brasil.

Crítica:

Provando que, mesmo na era do Google e da Fake News, jornalismo de qualidade tem demanda, no segundo trimestre deste ano o jornal The New York Times obteve 109 mil novos assinantes, fazendo sua receita com este segmento crescer quase 20% ante o mesmo período de 2017.

Assim como o PT está errado ao insistir que Lula, é um presidiário condenado em segunda instância, deve ir ao debate presidencial de hoje na Band, “o NOVO também erra” ao fazer uma campanha pedindo para a referida emissora convidar Amoedo, já que pela lei, que pode até ser injusta mas deve ser cumprida, apenas candidatos de partidos com uma bancada de 5 deputados são obrigados a serem convidados para os debates.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário