R.B. 10/AGO/18 "Mostrando toda sua importância para o país"



"Mostrando toda sua importância para o país"

São Paulo, 10 de agosto de 2018 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para fechar em território negativo pelo quinto pregão consecutivo, prejudicada pelo recuo das commodities, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e pressionada pelos “temores” de desempenho ruim de Alckmin, o “queridinho do mercado”, nas pesquisas eleitorais que serão divulgadas no final de semana (2) o DÓLAR pode subir, ampliando a valorização acumulada na semana (2,53%) e no ano (15,8%), influenciada pelos mesmos motivos que devem piorar o “humor” na bolsa tupiniquim e reduzir o fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,5%, acompanhando a realização de lucros nas principais bolsas mundiais, prejudicada pela redução das “apostas” de vitória de Alckmin e também influenciada pela divulgação de resultados corporativos aquém do esperado, como de Suzano, Cosan e Braskem e (2) o DÓLAR subiu 1,0% à R$ 3,80, recuperando o patamar dos R$ 3,80, atingindo o maior valor em 3 semanas, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,2%, com destaques de queda para as ações dos bancos e China 1,8%, beneficiada por rumores de que o governo de Pequim poderia apoiar companhias de tecnologia impulsionaram o setor, (2) da EUROPA, também sem uma tendência única, Inglaterra -0,4%, França 0,1% e Alemanha 0,3%, em meio ao câmbio desvalorizado e a incertezas sobre o comércio internacional e (3) dos EUA, S&P -0,1%, DJ -0,3% e NASDAQ 0,1%, divididas entre a queda dos preços de petróleo, que penalizou as ações do setor de energia, e o bom desempenho das gigantes de tecnologia, amparadas principalmente nos continuados ganhos dos papéis da Apple (0,8%).

Ontem o BC Europeu afirmou, em seu boletim econômico, que as ameaças e imposições de tarifas comerciais de Washington e a possível retaliação dos países afetados representam um sério risco à perspectiva para o comércio global e a atividade no curto e no médio prazo.

Cada dia maior, mais rico e mais poderoso, como prometeu Trump na campanha, os EUA, que já eram líderes mundiais em exportações de milho, venderam 46 milhões de toneladas neste ano fiscal (de OUT/17 a JUN/18), o que representa um volume 4% superior ao período anterior.

Dando sequência ao seu plano de desinvestimento, neste ano o BNDES vendeu R$ 6bi em participações que tem em grandes empresas privadas e segundo Eliane Lustosa, diretora de investimentos do referido banco de fomento, a intenção é usar os recursos para aumentar a participação em diferentes fundos de inovação.

Apresentando mais uma conta para o país pagar da terrorista greve dos caminhoneiros, ocorrida ao longo de 11 dias no fim de MAI/18 e início de JUN/18, segundo uma pesquisa divulgada ontem pelo IBGE no segundo trimestre deste ano o volume de abate de frangos no país recuou -8,3% na comparação com os 3 primeiros meses do ano e diminuiu -5,4% na comparação com o mesmo período de 2017.

Ótimo termômetro da economia tupiniquim, já que vende produtos supérfluos e tem o foco nas classes média e baixa, a Natura anunciou ontem que seu lucro no segundo trimestre deste ano foi -80,5% menor que no mesmo período de 2017.

-    O Spotify avançou 4,9% na bolsa de NY, após o anúncio de uma parceria com a Samsung.
-    A Adidas disparou 9,5% na bolsa da Alemanha, após divulgar um resultado bem acima do esperado.

Política:

Ontem ocorreu na BAND o primeiro debate entre os presidenciáveis, que teve (1) ataques à Alckmin por suas alianças com bandidos, (2) Bolsonaro mantendo opiniões liberais e polêmicas, como a crítica à intervenção pública na política salarial das empresas, (3) Boulos, do PSOL, mostrando que é a nova cara da esquerda, (4) Alvaro Dias, do podemos, sugerindo que Sergio Moro vai votar nele, (5) Ciro tentando parecer calmo e mais inteligente que todos, (6) Marina confusa e indicando que não quer ganhar a eleição, (7) Meirelles misturando dificuldades de dicção com tons de arrogância professoral e (8) Cabo Daciolo encerrando a maioria de suas intervenções confusas com a frase “honra ao senhor Jesus”.

Concidentemente juntos, quem diria, ontem os militantes do PT e do NOVO foram na porta do estúdio da BAND protestar erroneamente pela ausência de seus candidatos, já que o primeiro não foi por estar preso e o segundo não foi convidado por não ter 5 parlamentares, porem Lula e Amoedo certamente ganharam mais do que perderam por não participarem, já que o nível do debate foi péssimo.

Segundo dados preliminares apresentados pelos técnicos do Congresso Nacional, o escabroso e ofensivo aumento de 16,38% no salário dos ministros do Supremo, aprovado por eles mesmos mas que ainda precisa passar pelo aval da Câmara e do Senado, terá um impacto direto de cerca de R$ 4bi nas contas públicas.

Provando que Ciro consegue afugentar até membros do seu partido, Amazonino Mendes, governador do Amazonas que tentará reeleição e que é do PDT, fechou ontem uma aliança para dividir palanque com Bolsonaro, do PSL.

Disposto a mentir para seus eleitores até o fim, o PT, mesmo sabendo que Lula será impedido de concorrer, decidiu que vai esconder Haddad dos materiais publicitários de campanha, incluindo os panfletos e os programas de TV.

Crítica:

Novamente “mostrando toda sua importância para o país”, ontem a heroica força-tarefa da Lava Jato, que é combatida diariamente por aliados de Temer, de Alckmin e de Lula, devolveu oficialmente cerca de R$ 1bi para a Petrobras que foram recuperados por meio de acordos de colaboração premiada e leniência.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário