R.B. 8/AGO/18 "Os eleitores tupiniquins são idiotas"



"Os eleitores tupiniquins são idiotas"

São Paulo, 8 de agosto de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a cair, acompanhando a realização de lucros nas principais bolsas mundiais e principalmente com o “mercado” avaliando a pesquisa de intenções de voto para presidente, que deve indicar que os eleitores não se animaram com a aliança entre Alckmin e os partidos dos bandidos do centrão e (2) o DÓLAR pode subir, com “boas chances” de recuperar o patamar dos R$ 3,80, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,9%, revertendo inesperadamente, e na contramão das principais bolsas mundiais, os ganhos da abertura, diante de “rumores”, infelizmente não confirmados, que uma suposta delação premiada acusando Alckmin e (2) o DÓLAR subiu 0,9% à R$ 3,77, também revertendo o movimento da abertura, quando na mínima atingiu R$ 3,70, já que assim como a bolsa foi influenciado por especulações negativas em torno do candidato à presidente mais “queridinho do mercado”.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7% e China 2,7%, em um movimento de “caça de barganha” após recuos recentes, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,7%, França 0,8% e Alemanha 0,4%, impulsionadas pela divulgação de resultados corporativos positivos de empresas como Schaeffler (8,3%) e Unicredit (2,9%) e (3) dos EUA, S&P 0,3%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,3%, beneficiadas pelo abrandamento da aversão a risco e pelo anúncio de dados econômicos animadores.

Na ata da sua reunião da semana passada, na qual decidiu, conforme esperava cerca de 90% do “mercado”, manter a taxa básica de juros em 6,5%, o Copom reforçou que o cenário de inflação continuará favorável se não houver choques adicionais que e, diante desse nível de incerteza, o melhor é não dar sinalizações sobre a trajetória da Selic.

Representando, se os órgãos de regulação permitirem, o começo da virada de jogo entre fintechs e bancos, os clientes das Fintechs tupiniquins poderão sacar dinheiro de caixas eletrônicos da empresa Saque e Pague, que possui rede de 1.100 caixas de autoatendimento.

Diante de medidas anunciadas pelo governo no fim de JUL/18, que permitirão aos bancos escolherem, a partir de 2019, a qual taxa indexar o crédito concedido e também reduzirem a porcentagem do dinheiro que eles precisarão direcionar ao Sistema Financeiro Habitacional, o setor de crédito imobiliário tupiniquim deixará de se concentrar prioritariamente nos incompetentes bancos públicos e passará a ser dominado pelos monopolistas bancos privados.

Apresentando novos sinais negativos da economia tupiniquim, (1) nos 3 primeiros meses deste ano a quantidade de lotes lançados em SP caiu -45% na comparação com o mesmo período de 2017, (2) em JUL/18 o Indicador Antecedente de Emprego da FGV recuou -0,8pts na comparação com JUN/18, o que representa a quinta queda consecutiva e o menor nível desde DEZ/16 e (3) a administradora de shopping centers Iguatemi anunciou que as vendas dos seus lojistas no segundo trimestre deste ano foram -1,9% menores do que no mesmo período de 2017.

“Nadando de braçadas no monopólio bancário tupiniquim”, o BTG Pactual, que se apresenta como maior banco de investimentos independente da América Latina, registrou no segundo semestre deste ano um lucro líquido 23,7% maior que no mesmo período de 2017, beneficiado principalmente por suas receitas na divisão de banco de investimento e também pelo bom desempenho nas áreas de tesouraria e de gestão de recursos.

-    A Tesla subiu 11,0% na bolsa de NY, depois que o presidente-executivo da companhia, Elon Musk, afirmou no Twitter que considera fechar o capital da empresa se as ações, atualmente em US$ 379,57, chegarem a US$ 420.
-    O SoftBank subiu 6,5% na bolsa da de Tóquio, após divulgar um balanço bem melhor do que o esperado.

Política:

Podendo indicar que Alckmin, nem com o apoio dos partidos do centrão, não consegue crescer nem no seu Estado de origem, hoje a Confederação Nacional do Transporte divulga amanhã, às 11 horas, uma sobre intenções de voto para presidente da República feita apenas em SP.

A confirmação da chapa Haddad, do PT, com Manuela D’Ávila, do PCdoB, gerou preocupação no PSOL, diante dos “temores” de que ambos teriam boa inserção no eleitorado jovem, universitário e de esquerda, que é justamente o campo em que o presidenciável do partido, Guilherme Boulos, pretendia crescer.

Para barrar a tentativa do PT de jogar o presidente Temer “no colo” de Alckmin, os tucanos dirão que o referido peemedebista só chegou à presidência do Brasil porque Lula o escolheu pessoalmente para ser o vice de Dilma.

Apesar de chamar o presidente Temer de golpista, o PT se aliou a partidos da base do governo, como PMDB, PSD, PTB, PR e Rede, para disputar o governo de 15 Estado do país, sendo 9 como cabeça de chapa e 6 como vice.

O Senado deve colocar na gaveta, ao menos até as eleições de OUT/18, projetos prioritários do governo Temer, como o que viabiliza a venda de distribuidoras da Eletrobras e o que autoriza a Petrobras a negociar áreas do pré-sal.

Jarbas Vasconcelos, “bandido velho” do PMDB de Pernambuco e candidato ao senado, afirmou que Meirelles, seu colega de partido, não é seu candidato à presidente e, garantindo que também não votará em Lula, ressaltou que aguardará para ver o nível das campanhas, antes de definir quem apoiará.

Candidata à Câmara dos Deputados por SP, a tucana Thereza Collor lamentou, em nota divulgada ontem, a aliança de Alckmin, candidato à Presidência do PSDB, com Fernando Collor, seu ex-cunhado e ex-presidente do Brasil.

Acreditando, com uma grande dose de razão, que “os eleitores tupiniquins são idiotas”, Danielle Cunha, filha do ex-deputado e atualmente presidiário Eduardo Cunha, pediu ao PMDB para usar em sua campanha a deputada federal pelo RJ o mesmo número que foi de seu pai nas últimas eleições.

Se tudo ocorrer como esperado, Maluf, que cumpre prisão domiciliar, deve ser cassado hoje pela Câmara dos Deputados.

Crítica:

Atualmente o Brasil, que ainda não saiu da maior crise de sua história, tem 13,2 milhões de desempregado, porém, como se consideram sua “castra diferenciada”, 9 associações de juízes e procuradores enviaram ao STF ofício com apelo pela aprovação de um aumento de 16,3% nos próprios salários, o que desencadeará reajustes em todo o Judiciário.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário