R.B. 20/AGO/18 "Metendo impunemente o bedelho na democracia tupiniquim"



"Metendo impunemente o bedelho na democracia tupiniquim"

São Paulo, 20 de agosto de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, desdenhando da recuperação das demais bolsas mundiais e ampliando as perdas acumuladas no mês (-4,0%), diante da divulgação de 2 pesquisas de intenção de voto para presidente que devem confirmar que Alckmin, o “queridinho do mercado”, continua com menos de 10% das intenções de voto para presidente e (2) o DÓLAR pode subir, para fechar em território positivo pelo quarto pregão consecutivo, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pela redução do fluxo positivo de recursos externos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,0%, para zerar os ganhos e agora passar a acumular uma baixa de -0,5% em 2018, influenciada pela piora do cenário político, pelos sinais negativos da economia tupiniquim e também em um movimento da cautela antes do final de semana e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,91, firmando os R$ 3,90 como suporte, seguindo a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, para fechar a semana acumulando uma valorização de 4,2%.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,3%, tentando iniciar um movimento de recuperação de perdas recentes e China -1,3%, no menor patamar desde OUT/14, com destaques de queda para as ações do setor farmacêutico, diante da denúncia de falsificação de vacinas, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,1%, França -0,1% e Alemanha -0,2%, pressionadas pela retomada das tensões entre EUA e Turquia e pelas discussões sobre o orçamento da Itália e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,3%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,1%, aliviadas com o anúncio de retomada das conversas do país com a China e com destaques de alta para as ações dos bancos.

Em busca de maior flexibilidade e também com o objetivo de economizar dinheiro, Trump, presidente dos EUA, pediu SEC, que é o órgão regulador dos mercados de capitais dos EUA, para estudar o impacto de permitir que empresas apresentem seus relatórios financeiros regulares a cada seis meses, em vez de trimestralmente.

Mesmo com o país quase quebrado, o governo Temer, refém e comparsa de uma máquina pública corrupta, ineficiente e inchada, precisará remanejar cerca de R$ 750mi do Orçamento deste ano para conseguir atender às demandas emergenciais dos órgãos e evitar um apagão dos serviços públicos.

Ressaltando que a economia segue operando com elevado grau de ociosidade, o BC tupiniquim alertou que o nível de incerteza relativo ao ritmo de implementação de reformas e de ajustes na economia segue como principal fator de risco para o processo sustentado de crescimento.

Na mesma reunião em que avaliou o negócio entre XP e Itaú, o BC tupiniquim também aprovou que o grupo chinês Fosun entrasse no controle da maior concorrente dela, a Guide, que apesar de ser a número 2 no segmento de plataformas, com uma custódia de R$ 13bi, ainda pouco incomoda a rival, que tem R$ 700bi.

Provando, pela enésima vez, que atualmente é um péssimo negócio comprar um imóvel para alugar, em JUL/18 o valor médio dos alugueis na cidade de SP, que na maioria das vezes não representa nem 0,5% do preço dos imóveis, subiu apenas 0,9% na comparação com JUL/17, patamar aquém da inflação acumulada pelo IPCA (4,5%) e pelo IGP-M (8,3%) no mesmo período.

Com uma base de comparação bastante fraca, em JUL/18 a produção de aço bruto no Brasil cresceu 6,7% no comparativo anual, também beneficiada pelo acirramento da “guerra comercial” entre EUA e China.

-    A Marfrig caiu -9,30%, após a notícia de que a empresa fechou a venda da Keystone, distribuidora de alimentos à base de carnes para a norte-americana Tyson Global, por um valor abaixo do esperado pelo “mercado”.

Política:

Fazendo um discurso que atrai seu eleitorado, e desespera a imprensa socialistas tupiniquim, Bolsonaro, presidenciável do PSL, “prometeu” que o Brasil deixará a ONU, classificado por ele como “um antro de comunistas”, caso ele seja vitorioso nestas eleições.

Comemorando o apoio do Centrão nordestino ao presidiário Lula, o líder petista Jaques Wagner afirmou que cada dia mais “aposta” que Alckmin, candidato tucano à presidência, não chegará ao segundo turno.

Após criticar veementemente Bolsonaro, alertando que ele não tem preparo e nem condições psicológicas para ser presidente do Brasil, FHC afirmou que tem uma relação pessoal muito boa com Haddad, apesar de ressaltar que acha complicado o referido petista ser visto como marionete de Lula.

Pagando o preço por bancar a candidatura de um traíra narcisista, o presidente Temer, que é um bandido, está muito irritado com Meirelles porque o presidenciável do MDB não o defende dos ataques dos outros candidatos ao Planalto.

Carismático, preparado e coerente, mesmo que dentro de sua loucura socialista, Boulos, que aos poucos ocupa o lugar de Lula na liderança da esquerda tupiniquim, reuniu no sábado milhares de pessoas no Largo da Batata, na região oeste da capital paulista, para seu primeiro comício da sua campana presidencial, no qual fez promessas de desmilitarização da Polícia Militar e de desapropriação de imóveis ociosos.

“Apostando”, com toda a razão, na ignorância do eleitor tupiniquim, as maiores coligações para a disputa de governos estaduais na eleição deste ano serão lideradas pelos filhos de 2 caciques do PMDB, Renan Filho, filho de Renan Calheiros que disputa o governo de Alagoas com o apoio de 19 partidos, e Helder Barbalho, filho de Jader Barbalho que disputa o governo do Pará com 17 partidos.

Traindo Alckmin na primeira semana de campanha, Ciro Nogueira, presidente do PP, partido da senadora Ana Amélia, candidata a vice do referido tucano, participou de uma caminhada em Teresina com o petista Fernando Haddad, vice-presidente na chapa de Lula, e Wellington Dias, que disputa a reeleição para governador pelo PT.

Assimilando o golpe, Alckmin, presidenciável tucano, criticou a tentativa de impugnação de sua candidatura ao Planalto feita por Meirelles, candidato à presidente pelo PMDB, que questionou na Justiça Eleitoral a aliança formada pelo tucano dizendo que PRB, Solidariedade e PR não atualizaram as atas de suas convenções partidárias, o que levaria a falhas na formalização de apoio e em redução do tempo de TV no horário eleitoral da coligação.

Crítica:

Metendo impunemente o bedelho na democracia tupiniquim”, 3 membros de um Comitê da ONU, formado majoritariamente por socialistas vagabundos, divulgaram um manifesto, obviamente encomendado pelos bandidos do PT, recomendando ao Estado brasileiro que tome todas as medidas necessárias para permitir que Lula, mesmo preso, seja candidato à presidente do Brasil.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário