R.B. 7/JUN/18 "O Brasil pode ser o próximo emergente a entrar em crise financeira"



"O Brasil pode ser o próximo emergente a entrar em crise financeira"

São Paulo, 7 de junho de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para ampliar a retração agora acumulada no ano (-0,4%) e manter sua trajetória rumo aos 70.000pts, influenciada pela crescente deterioração da confiança na política e na economia tupiniquim, que pode se intensificar caso se confirmem os “rumores” de saída de Ilan Goldfajn da presidência do BC e de nova queda de Alckmin nas pesquisas de intenção de votos e (2) o DÓLAR pode subir, agora rumo aos R$ 4,00, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e impulsionado pela fuga cada vez maior de investidores estrangeiros.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,7%, ignorando o movimento ascendente das bolsas de NY, com destaques negativos para as ações de estatais, como Eletrobras (-6,3%), Banco do Brasil (-4,9%) e Petrobras (-1,6%), prejudicadas pelo aumento das tensões políticas e pela redução das expectativas de recuperação da economia tupiniquim, que afugenta os investidores, principalmente externos, da cara, monopolista e ineficiente bolsa brasileira e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 3,84, para fechar o dia no maior patamar desde 2/MAR/16, novamente desprezando os leilões de venda do BC, que a esta altura do campeonato só queimam reservas e não servem para nada, e também seguindo a piora do “humor” na bolsa brasileira.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4% e China 0,1%, mais uma vez impulsionadas por ações de tecnologia, embora persistam temores em relação à perspectiva do comércio global, (2) da EUROPA, desprezando a cautela com o quadro político na Itália, Inglaterra 0,3%, França 0,1% e Alemanha 0,3%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY e beneficiadas pela redução dos temores inflacionários após declarações de Peter Praet, economista-chefe do BC Europeu e (3) dos EUA, com o DJ recuperando o patamar dos 25.000pts, S&P 0,9%, DJ 1,4% e NASDAQ 0,7%, com destaques de alta para as ações das instituições financeiras, à medida que os investidores reagiram positivamente à perspectiva de que a economia norte-americana ficará ainda mais forte.

Enquanto o Brasil, governado por populistas e bandidos, com uma população e uma constituição socialista, amarga resultados cada dia piores da sua economia e do seu desenvolvimento como nação, nos EUA, governado por um capitalista e nacionalista, o BC norte-americano elevou ontem de 3,7% para 3,8% suas projeções de crescimento do PIB anualizado do segundo trimestre deste ano.

Além de fazer a economia crescer mais e de derrubar a taxa de desemprego do seu país para patamares abaixo de 4,0%, outro fruto positivo da política econômica de sucesso do presidente Trump foi o saldo da balança comercial norte-americana, que atingiu em ABR/18 o menor saldo negativo desde SET/17.

Diante da “quase certeza” de que a greve terrorista dos caminhoneiros causará um forte impacto na inflação, também impulsionada pela disparada do dólar, já tem gente no “mercado” começando a “apostar” que o Copom vai elevar a taxa básica de juros na sua próxima reunião, que ocorrerá nos dias 19 e 20/JUN/18.

Considerado um guru dos mercados internacionais, o economista Mohamed El-Erian, que é consultor-chefe da Allianz, alertou ontem para o fato de que “o Brasil pode ser o próximo emergente a entrar em crise financeira”.

Segundo economistas da consultoria Capital Economics e o grupo holandês ING, é muito grande a possibilidade da moeda norte-americana ir para além dos R$ 4,00, caso vença um candidato nas eleições tupiniquins não comprometido com as reformas.

Aumentando a cada dia o tamanho da conta, a ser paga por toda a população, por causa da greve dos caminhoneiros, (1) Marco Polo de Mello Lopes, presidente do Instituto Aço Brasil, afirmou que calcula em R$ -1,1bi as perdas no setor siderúrgico, (2) Fernando Figueiredo, presidente da associação da indústria química, estimou o prejuízo do setor em R$ -950mi, (3) A Associação das montadoras informou que em MAI/18 a produção do setor caiu mais de -15% na comparação com MAI/17 e (4) Maurício Lima, especialista da Agencia Nacional de Transportes Terrestres, estima um aumento de R$ 80bi no custo do frete.

Coberta de razão, já que a medida fere a lei de competitividade do mercado, a Fiesp anunciou ontem eu vai recorrer à Justiça, por meio de um mandado de segurança, para impedir o tabelamento do frete rodoviário, anunciado pelo governo na negociação para interromper a terrorista greve dos caminhoneiros na semana passada.

Fugindo cada vez mais rapidamente no Brasil, apenas na última segunda-feira, quando o Ibovespa subiu 1,8%, os investidores estrangeiros retiraram mais R$ -1,2bil da bolsa tupiniquim, elevando o saldo negativo acumulado no ano para R$ -6,1bi.

Provavelmente rumando para, assim como Pedro Parente, pedir demissão para manter a integridade do seu CV, Ivan Monteiro, novo presidente da Petrobrás, afirmou, coberto de razão e contrariando a opinião da maioria do governo Temer e dos parlamentares tupiniquins, que o alinhamento de preços com o mercado internacional é essencial para que a companhia cumpra seu papel de gerar riqueza e desenvolvimento.

Política:

Como bandidos sempre se reúnem em bandos, ontem o presidente Temer, cada dia mais encrencado com a justiça, abriu um espaço VIP na sua agenda para receber o senador tucano Aécio Neves, que só não está preso pois tem fórum especial.

Batendo para todo lado, ontem, na sabatina do Correio Braziliense, Ciro Gomes, candidato à presidente pelo PDT, afirmou que (1) Bolsonaro “é um câncer a ser extirpado”, (2) Temer vai para a cadeia e (3) o PMDB terá que lhe fazer oposição.

Contrariando a vontade da maioria da população e também uma decisão do Congresso Nacional, ontem, por 8 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal tupiniquim derrubar o voto impresso nas eleições deste ano.

Dono da CSN, o empresário Benjamin Steinbruch, que é filiado ao PP, já comunicou à Fiesp seu afastamento temporário da função de vice-presidente da entidade e se prepara para ser candidato à vice-presidente na chapa encabeçada por Ciro Gomes, do PDT.

Como é um completo idiota e tem medo de falar por mais de 5 minutos, Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto para presidente, anunciou que não participará da rodada de sabatinas promovida pelo UOL em parceria com a Folha e o SBT.

Alckmin, cada dia mais perdido, afirmou ontem que (1) é “futrica da corte” a possibilidade dele desistir de concorrer à presidência do Brasil, (2) o PSDB, que segue abrigando Aécio neves, não passa a mão na cabeça de bandidos, (3) que o caso de Paulo Preto, arrecadador de propinas para os tucanos de SP, não terá impacto nas eleições e (4) o general João Camilo Pires de Campos integrará a equipe que cuida de seu programa para a segurança pública.

Com o desconforto e o desanimo já instalados no tucanato, Alckmin está cada dia mais isolado e surgem cada dia mais relatos de que dirigentes da legenda vão tocar as articulações em seus estados independentemente do aval do paulista.

Mostrando que já desistiu da candidatura de Alckmin e que já tem seu plano B, FHC afirmou que o povo está na pior e com raiva dos políticos, por isto não será fácil fazê-lo votar em um candidato tradicional, e ressaltou que Marina Silva, do REDE, tem uma história que, se bem explorada, pode permitir-lhe ser competitiva.

Crítica:

Como previsto pelo R.B., a terrorista, chantagista e oportunista greve dos caminhoneiros prejudicou o país, já que a bolsa despencou, a economia parou, o dólar disparou e a inflação ganhou força, porem o que é mais difícil saber é se foi pior o apoio acéfalo/burro da população ou se foi pior a covardia/populismo do governo Temer em entregar tudo (e mais um pouco) do que os caminhoneiros queriam.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário