R.B. 5/JUN/18 "Enorme potencial de afugentar ainda mais investimentos do Brasil"



"Enorme potencial de afugentar ainda mais investimentos do Brasil"

São Paulo, 5 de junho de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, retornando à sua trajetória rumo aos 70.000pts após 4 pregões seguidos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, prejudicada pelo recuo das commodities e pressionada principalmente pelo gradativo e constante aumento da instabilidade política e econômica tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa brasileira e reduzir o fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,8%, ainda recuperando perdas recentes, beneficiada pelo movimento ascendente das principais bolsas mundiais e impulsionada principalmente pela valorização das ações da Petrobrás (8,5%) e da CSN (14,9%) e (2) o DÓLAR caiu -0,5% à R$ 3,74, em um “ajuste técnico” após avançar 6,1% nos últimos 30 dias, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pelos leilões de venda do BC.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,4% e China 0,5%, seguindo a reação positiva de Wall Street na sexta-feira passada e com destaques de alta para as ações das montadoras, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 0,1% e Alemanha 0,4%, beneficiadas por boas notícias corporativas e aliviadas pela redução das incertezas políticas na Itália e na Espanha e (3) dos EUA, com a NASDAQ fechando no maior patamar da história, S&P 0,4%, DJ 0,7% e NASDAQ 0,7%, impulsionadas por ações do setor de tecnologia, diante das expectativas de que estas empresas podem aumentar seus lucros de maneira confiável, mesmo com a economia global perdendo força.

Absorvendo boa parte do impacto negativo da criminosa e chantagista greve dos caminhoneiros, o “mercado” reduziu, desta vez 2,37% para 2,18%, suas “apostas” para o crescimento do PIB tupiniquim neste ano e elevou, agora de 3,60% para 3,65%, suas expectativas para a inflação medida pelo IPCA em 2018.

“Tirando o time de campo”, enquanto os incautos investidores tupiniquins acham que “está bom para comprar só porque caiu”, somente na última quarta-feira, dia 30/MAI/18 (2 dias antes do pedido de demissão de Pedro Parente da Petrobrás), os investidores estrangeiros retiraram R$ -1,0bi da Bolsa brasileira, elevando o saldo negativo acumulado no mês para R$ -8,4bi.

Podendo ajudar, e muito, na redução dos calotes no Brasil, o Superior Tribunal de Justiça decide hoje se a Justiça pode determinar o bloqueio de documentos, como passaporte e carteira de motorista, para pressionar réus inadimplentes a regularizar seus débitos.

Como já era de se esperar, já que “o cobertor é curto”, as medidas adotadas pelo governo Temer para reduzir o preço do litro do diesel em R$ 0,46, a fim de atender às chantagens criminosas dos caminhoneiros, irão retirar R$ -1bi em investimentos no setor de transportes que eram feitos pelos estados com o dinheiro da Cide, que foi zerada.

Apresentando mais 2 “contas salgadas” da criminosa e chantagista greve dos caminhoneiros, (1) o comércio eletrônico brasileiro anunciou que deixou de faturar R$ 407,2mi e (2) a indústria de MG informou que o prejuízo imediato estimado foi de R$ -2,5bi.

Coberto de razão, Marcelo Mesquita, representante dos acionistas minoritários no conselho de administração da Petrobrás, alertou que (1) se a empresa alterar o reajuste diário do diesel em torná-lo mensal, terá um obstáculo competitivo em relação aos concorrentes importadores e (2) as manifestações de pré-candidatos à presidência, que verbalizaram que a petrolífera tupiniquim deve controlar o mercado ou fechar o capital, têm peso negativo.

-    A Apple subiu 0,8% e fechou no maior patamar da história na bolsa de NY (USD 191,8), após a empresa anunciar que sua nova versão do sistema operacional iOS.
-    CSN 14,9% após ter sua recomendação de compra alterada de "neutra" para "acima da média" pelo Credit Suisse.
-    A Lufthansa subiu 2,1% na bolsa de Frankfurt, beneficiada pelo recuo dos preços do petróleo.
-    A rede hoteleira AccorHotels recuou -6,9% na bolsa de Paris, diante de “rumores’ de que a empresa analisa a compra de uma participação na companhia aérea Air France-KLM, cujas ações subiram 5,5%.

Política:

Com “enorme potencial de afugentar ainda mais investimentos do Brasil”, Rodrigo Maia, deputado federal do DEM, presidente da Câmara e candidato à presidente do Brasil, afirmou ontem que estuda colocar em votação a volta do imposto sobre lucros e dividendos, alegando que esta seria uma forma de fazer os mais ricos pagarem mais no país.

Sem se cansar de conspirar contra a candidatura presidencial de Alckmin, o ex-presidente FHC tem conversado, ainda de maneira informal, com Marina Silva sobre a possibilidade uma eventual aliança do PSDB com o REDE, que teria ela como cabeça de chapa e um tucano na vaga de vice.

Como no seu íntimo sabe que Lula não poderá ser candidato à presidente, Manuela D’Ávila, candidata a presidente pelo PCdoB, quer juntar PT, seu partido e o PSOL em torno da candidatura presidencial de Ciro Gomes, do PDT, que ela acredita que é o único candidato de esquerda com alguma chance de vitória.

Segundo uma pesquisa, com baixa credibilidade, divulgada por um site, Bolsonaro disparou e tem até 25% das intenções de voto, com cerca do dobro dos votos do segundo colocado, que é Ciro Gomes, que teria no máximo 12%.

Zombando cada dia mais da cara dos brasileiros, que bancam a vida de luxo desta castra superior de sociedade tupiniquim, ontem a cúpula do Judiciário reajustou em 3% os auxílios alimentação e pré-escola de seus servidores, que a partir de agora receberão os valores de R$ 910,08 e R$ 712,62.

Apesar de ainda ter apenas 1% das intenções de voto para presidente, João Amoedo, do partido NOVO, ultrapassou 1 milhão de seguidores em sua página no Facebook, se aproximando de Álvaro Dias, com 1,1 milhão, porém ainda distante de Marina Silva, com 2,3 milhões e de Jair Bolsonaro, que lidera este ranking com 5,4 milhões.

Sem sua “mortadela grátis” por conta da importantíssima reforma trabalhista, as 7 maiores centrais sindicais tupiniquim lançaram ontem uma agenda comum a ser apresentada a todos os pré-candidatos à Presidência da República e ao Congresso pedindo (1) o retorno do maldito imposto sindical obrigatório, (2) a revogação do teto dos gastos públicos e (3) a definição da jornada de trabalho em 40 horas semanais.

Confirmando a falta de crença do brasileiro na democracia e na atual classe política, segundo uma pesquisa feita pelo governo Temer atualmente 1/3 da população tupiniquim defende a intervenção militar imediata e 1/3 que a realização de eleições antecipadas, e imediatas, para debelar a crise.

Fazendo a escolha que mais combina com um partido de bandidos, a filósofa Márcia Tiburi, que defende abertamente o “direito ao assalto”, deve ser a candidata o PT ao governo do RJ em substituição ao ex-ministro Celso Amorim, que desistiu da disputa.

Colocando Temer cada dia mais perto da cadeia, a Polícia Federal encontrou planilhas e extratos bancários que apontam cerca de R$ 21mi em contas de empresas do coronel aposentado João Baptista Lima Filho, “laranja e amigo” do referido presidente do Brasil.

Crítica:

Enquanto na Espanha, mostrando um avanço na importante e fundamental separação entre Estado e religião, o novo premie inovou e jurou obediência à Constituição ao invés da bíblia, no Brasil, um país cada dia mais atrasado e fadado ao fracasso, os vereadores de SP aprovam uma lei que torna a leitura da Bíblia equivalente a leitura de 66 livros para os presos reduzirem sua pena.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário