R.B. 4/JUN/18 "Adestrada e safada companheira"



"Adestrada e safada companheira"

São Paulo, 4 de junho de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, ainda recuperando perdas recentes e beneficiada pelo movimento ascendente das principais bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que a tendência segue sendo de queda, principalmente por conta do provável aumento da instabilidade política e econômica do País e (2) o DÓLAR pode cair, em um “ajuste técnico” após avançar 6,1% nos últimos 30 dias, acompanhando a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e também influenciado pelos leilões de venda do BC.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, com o bom desempenho das principais bolsas mundiais e a valorização dos bancos, das siderúrgicas e da Vale compensando a forte queda das ações da Petrobrás (-14,8%) e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 3,76, para fechar o dia no maior patamar desde 15/MAR/18, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante da divulgação de dados mais fortes do que esperado da economia dos EUA, e também impulsionado pela perda de credibilidade externa do Brasil diante da saída do presidente da Petrobrás.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,1% e China -0,7%, à medida que tensões comerciais voltaram à tona com a decisão dos EUA de aplicar tarifas a importações de aço e alumínio do Canadá, do México e da União Europeia, (2) da EUROPA, recuperando perdas recentes, Inglaterra 0,3%, França 1,2% e Alemanha 0,9%, diante da redução da tensão política na Itália e na Espanha e do bom desempenho das bolsas de NY e com destaques de alta para as ações dos bancos, como Barclays (2,3%), Commerzbank (4,8%), Intesa Sanpaolo (3,3%) e Santander (3,3%) e (3) dos EUA, S&P 1,1%, DJ 0,9% e NASDAQ 1,5%, impulsionadas pela divulgação de dados positivos sobre o mercado de trabalho do país trazidos pelo relatório de emprego conhecido como payroll.

Coberto de razão, o economista Bernard Appy alertou que, ao baixar o diesel, cedendo às pressões dos caminhoneiros, o governo abre uma brecha para que outros setores comecem a fazer greve pedindo redução de tributos específicos.

Segundo Roberto Castello Branco, Diretor do Centro de Estudos em Crescimento e Desenvolvimento da FGV, é importante privatizar a Petrobrás, que atualmente controla 99% do refino de combustíveis no país, pois precisamos de várias empresas privadas competindo.

Principal motivo da greve dos caminhoneiros e que confirma a retração da demanda e consequentemente da economia tupiniquim, segundo dados da consultoria A.C.Pastore & Associados o movimento dos caminhões nas estradas brasileiras é, hoje, 26% inferior ao registrado entre 2003 e 2007.

Populista, safado e sem vergonha, Temer, cujo único objetivo pé se manter fora da cadeia, anunciou mais um reajuste do Bolsa Família, que ficou 1,66% acima da inflação e que custará R$ 684mi a mais aos cofres públicos do país apenas em 2018.

Revelando a urgência de se reduzir o tamanho do Estado tupiniquim e mostrando porque mais de 50% do preço dos combustíveis é imposto, (1) o Tribunal Superior Eleitoral  lançou edital para a compra de material de “reabilitação fisioterápica” para seus servidores com itens como um turbilhão de R$ 11,4 mil, esteira ergométrica de R$ 11 mil, máquina de gelo de R$ 9,8 mil, bicicleta ergométrica de R$ 5,6 mil, ultrassom terapêutico R$ 1,47 mil e caixa de som portátil com conexão bluetooth pela bagatela de R$ 536,58 e (2) uma liminar do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, esvaziou a decisão do Tribunal de Contas da União que havia limitado as hipóteses em que filhas solteiras maiores de 21 poderiam receber pensão por mortes de pais servidores públicos e que traria uma economia superior a R$ 2,2 bilhões apenas em 4 anos.

Com o país pagando o preço da greve dos caminhoneiros, em MAI/18 o Brasil registrou um superávit comercial de US$ 6,0bi, o que representa um saldo positivo -21,9% menor do que o auferido no mesmo período de 2017.

-    A Petrobrás desabou -14,8%, e deve cair mais ainda, já que Pedro Parente, responsável por tirar a empresa do caminho da falência, pediu demissão para não rasgar seu currículo diante da decisão do governo de usar politicamente a empresa e mudar sua formula de reajuste dos combustíveis.

Política:

Como os Kamikazes japoneses, o petista Edinho Silva, ex-ministro do Dilma, disse que o PT, sem medo de se tornar um partido nanico, vai usar a campanha eleitoral deste ano exclusivamente para defender Lula.

Desdenhando dos milhões que o ex-ministro de Lula e Dilma e ex-empregado do Joesley pode doar do seu próprio bolso para o seu partido, o peemedebista Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, afirmou que Meirelles não deveria ser candidato à presidente e também não deveria ter vergonha de defender o governo Temer pois ele não tem nem 1% das intenções de voto.

Com a “adestrada e safada companheira” Gleisi como principal opção, Lula negocia colocar um petista como vice da chapa de Ciro Gomes desde que o referido candidato do PDT tenha o compromisso público de tira-lo da cadeia após eleito.

Apesar de a grande maioria dos eleitores tupiniquins dizerem que querem mudança na política, as últimas pesquisas divulgadas indicam que Dilma e Aécio lideram a corrida ao Senado em MG, Renan em AL, Jaques Wagner na BA e Suplicy em SP.

Como bandidos se juntam em bandos, Temer, que foi o único presidente da história a nomear pastores para seu ministério, recebeu membros da Assembleia de Deus e ouviu do bispo Manoel Ferreira que ele pode contar com o apoio da igreja.

Com as indicações de que o TSE deve indeferir o registro de sua candidatura, Lula torce por uma decisão favorável a ele pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, o que pode constranger o tribunal tupiniquim e alimentar discurso sobre a ilegitimidade da eleição.

Já condenado a 14 anos de prisão por receber propinas em troca de contratos da Petrobras, o peemedebista Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e ex-aliado número 1 de Temer, foi novamente condenado, desta vez a quase 25 anos de prisão por desvios na Caixa Econômica Federal.

Segundo um documento sigiloso da Dersa, empresa responsável por obras rodoviárias de SP, a Odebrecht recebeu R$ 191,6mi por meio de um acordo de 2009 que foi fraudado em troca do pagamento de suborno a Serra, então governador tucano de SP.

Atualmente “adestrado para dizer aquilo que a opinião pública quer escutar”, Bolsonaro, que é líder das intenções de voto para presidente, chegou a defender um novo golpe militar no Brasil, nos anos 1990.

Crítica:

Apesar de na Constituição o Brasil ser um Estado laico, muitos tupiniquins ficaram chocados pelo fato de Pedro Sánchez, o novo premiê espanhol, não ter jurado sob a Bíblia ao tomar posse, porém é bom ressaltar que ele não é não é uma exceção no mundo desenvolvido, já que países com maior nível educacional, menos violência e menos corrupção são os que tem o maior número de ateus e agnósticos como Suécia (85%), Dinamarca (80%), Noruega (72%), Japão (65%), Finlândia (60%), Coréia do Sul (53%), França (41%) e Alemanha (34%).

Advogado de bandidos que finge que é ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes mandou soltar o ex-presidente da Fecomércio do RJ, Orlando Diniz, preso em FEV/18 em desdobramento da Lava Jato no Rio.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário