R.B. 24/MAI/18 "Voltando a era Sarney"



"Voltando a era Sarney"

São Paulo, 24 de maio de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, para fechar o dia abaixo dos 80.000pts, influenciada principalmente pela decisão equivocada, populista e covarde do governo Temer de reduzir e congelar o preço do diesel para tentar, sem sucesso aliás, acabar com a greve dos caminhoneiros e (2) o DÓLAR pode subir, com “boas chances” de fechar o dia próximo dos R$ 3,70, impulsionado pelo mesmo motivo que deve derrubar a bolsa tupiniquim e consequentemente afugentar ainda mais os investidores externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,3%, retornando à sua trajetória de baixa rumo aos 70.000pts, mesmo diante do movimento ascendente das bolsas de NY, já que é cada dia mais prejudicada pelo ritmo da economia mais lento que o esperado, pressionada pela indefinição do quadro eleitoral e agora também abalada pela irresponsabilidade fiscal do governo Temer de zerar a CIDE para fazer populismo eleitoral e (2) o DÓLAR recuou -0,6% à R$ 3,63, ainda influenciado pelos leilões de venda do BC, que queima reservas internacionais com o objetivo de conter a desvalorização do real e consequentemente a pressão inflacionária.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,2%, pressionada por fabricantes de componentes eletrônicos, que se prejudicam com a valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e China -1,4%, pressionada por um comentário desfavorável de Trump sobre o diálogo comercial entre Washington e Pequim, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,1%, França -1,3% e Alemanha -1,5%, com os investidores temendo resultados negativos nas negociações sobre as exportações europeias de aço e alumínio para os norte-americanos e “apostando” que o BC Europeu e o BC da Inglaterra darão continuidade ao aperto monetário e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, S&P 0,3%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,6%, “aliviadas” pela avaliação de dirigentes do FED (“BC” local) de que a inflação do país pode ter sido motivada por fatores temporários.

Com o país “voltando a era Sarney”, com caos na economia, desemprego elevado e agora crise de abastecimento, ontem o presidente Temer, acuado pela greve dos caminhoneiros, mandou a Petrobrás reduzir o preço do diesel em -10% e mantê-lo congelado por 15 dias, algo que, além de derrubar a cotação das ações da referida estatal, obviamente prejudicará ainda mais a reputação internacional do país e não serviu para acabar com a paralisação.

A contribuição sindical tornou-se voluntária após a reforma trabalhista, porém, gerando insegurança jurídica e interferindo no poder legislativo do Congresso Nacional, Renato de Lacerda Paiva, vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, aceitou um “acordo” que prevê o recolhimento de contribuição sindical equivalente a meio dia de trabalho dos empregados.

Confirmando que os investidores internacionais estão fugindo cada vez mais rápido do país, que por sua vez gera cada dia mais incertezas políticas, econômicas e jurídicas, neste mês de MAI/18 o fluxo de recursos externos na Bolsa tupiniquim está negativo em R$ -2,8bi.

Apesar de ser mais simples privatizar tudo, a o Conselho Monetário Nacional planeja implementar uma reforma ampla nas regras dos fundos de pensão estatais para tentar blindá-los de interferências políticas, que recentemente levaram a investimentos desastrosos e déficits bilionários.

Ainda sem ser influenciado pelo impacto inflacionário da greve dos caminhoneiros, o IPCA-15 de MAI/18 ficou em apenas 0,14%, patamar aquém do registrado em ABR/18 (0,21%) e também abaixo da média das “apostas do mercado”, que era de 0,25%.

Como já era de se esperar, a criminosa greve dos caminhoneiros provoca o desabastecimento e alta de preços na Ceasa, o principal centro de distribuição de alimentos do estado de SP, o que já fez preços de alguns alimentos quadruplicarem.

-    A Petrobras caiu -5,9%, prejudicada pelos desentendimentos e polêmicas em torno das tentativas do governo de reduzir os preços do diesel, mesmo antes do anúncio de que o presidente Temer “forçou” a empresa a reduzir o diesel em -10% e congelar os preços por 15 dias.
-    A Eletrobras despencou -9,4%, após Rodrigo Mais, presidente da Câmara, avisar que vai deixar caducar a medida provisória para privatizar a empresa.

Política:

Como que antecipando o julgamento de Lula na referida corte, hoje o Tribunal Superior Eleitoral deve responder oficialmente se um réu condenado em segunda instância pode se candidatar à Presidência e, caso eleito, assumir o cargo.

Falando em violação do princípio constitucional da presunção de inocência, o petista José Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça de Dilma, afirmou ontem que lamenta a detenção do tucano Eduardo Azeredo, o que comprova pela enésima vez que PT e PSDB são cúmplices e comparsas no crime.

Com um estoque de elogios de Lula e milhões de dólares do próprio bolso para fazer sua campanha e deixar os demais pemedebistas com todo o dinheiro do fundo partidário e eleitoral, Meirelles começará sua campanha presidencial, fadada ao fracasso, pelo Nordeste.

Reconduzindo mais um petista renomado para a jaula, ontem a 13ª Vara Federal de Curitiba expediu um mandado de prisão contra Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, condenado a 6 anos de prisão por lavagem de dinheiro.

Ontem, no mesmo dia em que seu “companheiro tucano” Azeredo era enjaulado, Alckmin, com um DNA cada dia mais socialista, afirmou que é contra a lei que coloca um teto nos gastos públicos e ressaltou que seu cunhado, envolvido em inúmeras denúncias de corrupção e lavagem e dinheiro, é “apenas um simpatizante do PSDB”.

Dando musculatura ao projeto que pode salvar o Brasil, Fred Luz, diretor-geral do Flamengo, deixou o cargo ontem para assumir a coordenação-executiva da campanha de João Amoêdo, candidato do NOVO à Presidência da República.

Além do eloquente senador Marno Malta, do PR, Janaina Paschoal, “musa” do impeachment de Dilma, e a jornalista Joice Hasselmann, são cotadas para o cargo de vice na chapa encabeçada por Bolsonaro, do PSL.

Embora a prisão de Azeredo estivesse precificada, sua concretização foi recebida como tragédia no PSDB e agora os tucanos da bancada mineira no Congresso adotaram discurso semelhante ao que o PT tem feito em relação a Lula, dizendo que o referido “companheiro” foi vítima de um julgamento político e que a pena de 20 anos é exagerada.

Crítica:

Visivelmente contrariado, foi o admirado executivo Pedro Parente, responsável por tirar a Petrobrás da beira do abismo, que anunciou a redução e o congelamento dos preços dos combustíveis, o que indica que ele deve deixar a empresa e se dedicar exclusivamente a BRF.

Desrespeitando a nova reforma trabalhista, aprovada democraticamente no Congresso Nacional, e deseducando seus alunos, ontem ocorreu uma paralisação dos professores de escolas da rede privada de SP.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário