R.B. 23/MAI/18 "Uma enorme irresponsabilidade com as contas públicas"



"Uma enorme irresponsabilidade com as contas públicas"

São Paulo, 23 de maio de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, retornando à sua trajetória de baixa rumo aos 70.000pts, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, prejudicada pelo ritmo da economia mais lento que o esperado, pressionada pela indefinição do quadro eleitoral e agora também abalada pela irresponsabilidade fiscal do governo Temer de zerar a CIDE para fazer populismo eleitoral e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e também impulsionado pela possibilidade de um aperto monetário mais agressivo nos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,1%, recuperando perdas recentes, após ter acumulado uma baixa de -5,5% nos 3 pregões anteriores, com bom volume de negócios (R$ 14,3bi) e com destaques de alta para as ações dos bancos, como Itaú (2,4%), Banco do Brasil (2,1%) e Bradesco (2,9%) e (2) o DÓLAR caiu -1,1% à R$ 3,64, para fechar em território negativo pelo segundo pregão consecutivo, ainda pressionado pelo aumento do volume dos leilões de venda do BC e desta vez também influenciado pela desvalorização internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,2%, com as exportadoras prejudicadas pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e China 0,4%, beneficiada por notícias encorajadoras sobre a gigante local de equipamentos de telecomunicação ZTE, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,2%, França 0,3% e Alemanha 0,7%, impulsionadas por avanços nas tratativas políticas pela formação de governo na Itália e com destaques de alta para as ações do setor automotivo, como BMW (2,6%), Volkswagen (2,0%) e (3) dos EUA, realizando lucros, enquanto os investidores aguardam a divulgação da ata da última reunião de política monetária do FED (“BC” local), S&P -0,3%, DJ -0,7% e NASDAQ -0,2%, com destaques de queda para as ações das empresas ligadas ao setor industrial, como Boeing (-2,5%) e Caterpillar (-1,7%), e para as empresas de energia, como Chevron (-0,9%) e ExxonMobil (-0,8%).

Fazendo um governo infinitamente melhor do que o esperado, Trump, presidente dos EUA, “avisou” ontem que vai propor novas reduções de impostos em algum momento antes de NOV/18, quando os republicanos esperam manter o controle do Congresso dos EUA nas eleições.

Apesar de ter dito que a decisão foi unanime, o BC tupiniquim revelou, na ata da sua reunião da semana passada, que chegou a discutir reduzir a taxa básica de juros em -0,25% em função da inflação baixa e recuperação econômica mais fraca, mas acabou optando pela manutenção da taxa em 6,5% ao ano, diante do choque externo e da disparada do dólar.

Mostrando “uma enorme irresponsabilidade com as contas públicas”, Temer, agindo totalmente de forma eleitoreira, decidiu zerar o imposto chamado CIDE, o que causará uma perda de R$ -5,8bi em impostos por ano, para reduzir em cerca de R$ 0,07 o preço dos combustíveis e tentar agradar os caminhoneiros, que mesmo assim seguem em greve.

Rendendo-se, aos poucos, a realidade dos fatos, o governo Temer anunciou ontem que reduziu, de 2,97% para 2,50%, sua expectativa para o crescimento da economia brasileira neste ano de 2018, patamar agora alinhado com a opinião do “mercado” divulgada na última pesquisa Focus (2,5%), porém ainda bem acima da “aposta do R.B”, que está em 1,0%.

Ameaçando ressuscitar a pressão inflacionária, o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou alta de 0,33% na terceira quadrissemana de MAI/18, patamar superior ao avanço de 0,24% registrado na segunda leitura do mês e pressionado principalmente pelo grupo Habitação, cujos preços passaram a subir 0,62% no período.

Segundo o pesquisador Mikkal Herberg, renomado especialista em petróleo, mercado global do referido “ouro negro” continua pressionado e as cotações subirão ainda mais neste ano, para fechar 2018 próximas de US$ 85,00 o barril, ampliando a pressão de consumidores por ações governamentais para conter os preços dos combustíveis.

Primeira corretora tupiniquim a entrar na guerra de preços, a Gradual Investimentos, atolada em denúncias de fraudes, irregularidades e corrupção, foi ontem liquidada extrajudicialmente judicialmente pelo BC, encolhendo ainda mais o já monopolista, caro e ineficiente mercado bursátil brasileiro.

-    A ZTE subiu 8,3% na bolsa de Pequim, após circularem relatos de que EUA e China fecharam um acordo preliminar para reverter a proibição que Washington impôs à empresa de comprar componentes e software de empresas norte-americanas.
-    A thyssenkrupp disparou 9,6% na bolsa da Alemanha, após a Bloomberg relatar que o investidor ativista Elliott Management está montando uma fatia na siderúrgica e pode revelar uma posição de mais de 3% em suas ações nas próximas semanas.

Política:

Assim como seu comparsa Aécio ainda membro da executiva do PSDB, que como o PT não se preocupa em ter bandidos filiados, o ex-governador tucano Eduardo Azeredo teve mais um recurso negado pelo tribunal de Justiça de MG, que determinou sua prisão imediata.

Após dizer que Meirelles “joga fora” sua carreia ao ambicionar ser presidente do Brasil pela organização criminosa peemedebista e que Bolsonaro é candidato à ditador do Brasil, Ciro Gomes, que além de bandido também é maluco, afirmou que o Ministério Público e o Poder Judiciário de ultrapassam as suas atribuições democráticas e quererem governar o país no lugar dos políticos.

Depois de jogar uma “bola nas costas” do governo Temer, antecipando o anúncio de eliminação da CIDE para reduzir o preço dos combustíveis, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, frustrou as expectativas do “mercado” ao dizer que não vai votar a Medida Provisória que trata da privatização da Eletrobrás.

Em busca de “musculatura partidária” e de mais 52 segundos na propaganda eleitoral da TV e rádio, Bolsonaro, que concorre a presidência do Brasil pelo “nanico PSL”, intensificou seus contatos com o PR do ex-deputado Valdemar Costa (condenado no mensalão por receber dinheiro para apoiar o governo Lula) para tornar sua candidatura mais competitiva.

Os crescentes “rumores” de que Doria poderia substituir Alckmin como presidenciável do PSDB assustaram parte do DEM, que estuda fechar aliança com o ex-prefeito para o governo de SP e teme ficar “na mão”.

Apesar de nunca ter tido nenhuma chance de vitória, os 2 principais motivos que fizeram Temer desistir de sua candidatura presidencial para apoiar seu “companheiro” Meirelles foram (1) a pressão das investigações sobre sua filha, Maristela Temer, e seu melhor amigo, José Yunes e (2) a enorme rejeição do PMDB a seu nome.

Repetindo o mantra petista de que “quem não cometeu crimes não tem o que delatar”, Paulo Preto, o operador de propinas do PSDB que foi solto por Gilmar Mendes, “avisou”, agora com bastante coragem, que nunca pensou em fazer acordo de delação e que é falsa a informação de que ele tem uma lista de 90 políticos que teria ajudado a eleger.

Crítica:

Desperdiçando tempo e dinheiro público para debater um assunto sem nenhuma importância, a quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça vai definir a possibilidade de regulamentação judicial de visitas a animal de estimação, após o rompimento de união estável entre seus donos.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário