R.B. 29/MAR/18 "Inesperada prisão dos comparsas e laranjas mais próximos do presidente Temer"



"Inesperada prisão dos comparsas e laranjas mais próximos do presidente Temer"

São Paulo, 29 de março de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, desdenhando a redução do compulsório e prejudicada pela intensificação das tensões políticas por conta da “inesperada prisão dos comparsas e laranjas mais próximos do presidente Temer” e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a esperada piora do humor na bolsa tupiniquim e também influenciado pela redução do fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, recuperando as perdas da abertura, beneficiada pelo bom desempenho das ações dos bancos, como Itaú (0,9%), Bradesco (0,7%) e Santander (1,6%), que seguiram seus pares nas bolsas de NY e como que se antecipando à redução dos compulsórios, que foi anunciada após o fechamento do pregão e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 3,34, seguindo o fortalecimento da moeda norte-americana no mercado internacional e impulsionado pela cautela do investidor com questões políticas tupiniquins.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,3% e China -1,4%, revertendo ganhos do pregão anterior, influenciadas principalmente pelo recuo das ações de tecnologia, como Tokyo Electron (-4,4%) e Samsung Electronics (-2,6%), (2) da EUROPA, sem uma tendência punica, Inglaterra 0,6%, França 0,2% e Alemanha -0,2%, na medida em que notícias setoriais e corporativas dividiram o peso na balança com a força vendedora que pressiona ações de tecnologia desde o pregão anterior e (3) dos EUA, após mais um pregão marcado pela forte volatilidade, S&P -0,3%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,8%, em um cenário de continuidade da pressão negativa contra as companhias de tecnologia em meio a relatos sobre uma possível ofensiva da Casa Branca contra a Amazon, cujas ações caíram -4,4%.

Como que dando “uma injeção de adrenalina na apática economia tupiniquim”, ontem, após o fechamento do pregão, o BC anunciou a redução do percentual dos recursos que os bancos são obrigados a manter parados junto à autoridade monetária, conhecidos como compulsório, com o objetivo de liberar cerca de R$ 25,7bi para empréstimos e de reduzir o spread bancário

Com o objetivo de coibir a lavagem de dinheiro, ontem finalmente o Conselho Monetário Nacional decidiu proibir o pagamento em espécie de boletos acima de R$ 10 mil.

Revelando mais uma vez o péssimo estado das contas públicas tupiniquins, segundo dados oficiais do BC, em FEV/18 (1) as contas do setor público (União, Estados e municípios) ficaram no vermelho em R$ -17,4bi e o resultado só não foi pior porque a arrecadação foi forte no mês passado, já que foi ajudada por receitas não recorrentes como as do Refis e pelo aumento da alíquota do PIS/ Cofins e (2) a dívida bruta consolidada chegou a 75,1% do PIB, o que representa a pior posição da série histórica, iniciada em 2006.

Ao que tudo indica o novo ministro da Fazenda será Eduardo Guardia, atual vice de Meirelles, que é considerado desafeto da massa média parlamentar, por tentar evitar que arrombem as portas da Fazenda, e o clima pode “esquentar” caso ele tente aprovar medidas como as que limitem o número de cargos de indicação política e aumentem a tributação de empresas.

Em negociações com o nanico PSC para também ser candidato à presidente, Paulo Rabello de Castro, em sua última entrevista coletiva como presidente do BNDES, fez duras críticas à equipe econômica do governo Temer, ressaltando que a devolução de R$ 130bi para o tesouro, que deveriam ser usados para empréstimos subsidiados, é coisa de “nanoliberalistas”.

Com uma alta média de 3,28%, em MAR/18 foram preços dos produtos agropecuários no atacado, principalmente farelo de soja, milho, soja em grãos, leite e derivados, que mais impulsionaram a taxa de inflação medida pelo IGP-M no referido período.

Para evitar a imposição de sobretaxas sobre aço e alumínio do Brasil, os EUA querem uma reavaliação da cota sobre etanol norte-americano implementada pelo governo de Temer e o compromisso para que a China não faça triangulação de carregamentos de aço pelo território brasileiro para os EUA.

Incompetente e corrupta, a Funcef, que é o terceiro maior fundo de previdência do país e que foi alvo da Polícia Federal por conta de fraudes bilionárias, decidiu, com toda a razão, processar criminalmente os bancos e gestoras responsáveis pelas porcarias que investiu através de fundos de participação, como os R$ 6bi colocados em projetos fracassados como Sete Brasil e Eldorado.

Prejudicando a Petrobrás e a união, ontem, por suspeitas de irregularidades, o Tribunal de Contas da União determinou a retirada dos 2 blocos exploratórios mais caros da lista de ofertas da 15ª rodada de licitações de áreas para exploração de produção de petróleo no país, agendada hoje.

-    A empresa do setor de saúde Shire disparou 13,9% na bolsa de Londres, favorecida pelo anúncio da farmacêutica japonesa Takeda de que está interessada em adquiri-la.

Política:

José Yunes, que jantou com Temer, fora da agenda oficial, na segunda-feira, foi hoje preso pela Polícia Federal, juntamente com o Coronel João Batista Lima Filho, conhecido laranja do referido presidente, acusados, entre outras coisas, de intermediar o pagamento de propinas para a empresa Rodrimar em troca de um decreto do setor portuário.

Assumindo, para delírio dos seus seguidores, uma posição cada dia mais agressiva, Bolsonaro, que só cresce quando bate em Lula, afirmou que os supostos tiros na caravana petista são uma farsa e que a perícia vai apontar a verdade.

Segundo Carlos Zarattini, que discursou ontem no palanque de Lula, se o PT voltar ao poder, a democracia será ampliada por meio do controle dos canais de televisão que “enchem a cabeça das pessoas de merda”.

Mostrando sua habilidade para ascender, ao mesmo tempo, velas para o Capeta e para Deus, Flávio Rocha, 1 dia após se filiar ao partido da Igreja Universal para ser candidato à presidente, foi jantar com João Roberto Marinho, do Grupo Globo.

O PSB tem conversado com o ex-ministro do STF Carlos Ayres Britto sobre a possibilidade de ele se filiar ao partido, já que ele, por sinal, tem feito a ponte entre Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF, e Marina Silva, da REDE, na tentativa de que se aliem na campanha presidencial.

Colocando mais uma denúncia nas costas do prefeito tucano Dória, que agora quer ser governador do Estado, Walter Torre, dono da WTorre, que integra o consórcio Walks, excluído da PPP da iluminação da cidade de SP, alertou que há um ano, Denise Abreu, ex-diretora do Departamento de Iluminação Pública da capital, já demonstrava preferência pelo consórcio FM Rodrigues/Consladel, que levou o contrato de R$ 7bi em MAR/18.

Alegando questões humanitárias, o ministro do STF Dias Toffoli, que antes de integrar a corte era advogado do PT e que vai ocupar a presidência do STF após a saída de Cármen Lúcia, decidiu ontem soltar Maluf, aliado de Lula.

Crítica:

Com o objetivo claro de evitar a prisão do bandido do Lula, libertar todos os políticos bandidos e também acabar com a operação Lava Jato, entidades fajutas e compradas de advogados lançam hoje uma campanha contra a prisão depois de condenação em segunda instância.

Segundo investigações, ainda preliminares, existe a possibilidade de que “foi mais uma fraude petista” o suposto atentado sofrido pelos ônibus que carregava o bando de Lula na região sul do país, o que, se comprovado, confirma pela enésima vez que o referido ex-presidente é o principal responsável por desunir e aumentar o ódio e a intolerância no Brasil.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário