R.B. 28/MAR/18 "O Brasil repetindo o script do seriado House Of Cards"



"O Brasil repetindo o script do seriado House Of Cards"

São Paulo, 28 de março de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, ampliando as perdas acumuladas em MAR/18 (-3,6%) e reduzindo a valorização registrada nos últimos 12 meses (29,6%), influenciada pelo aumento das tensões políticas no Brasil e também prejudicada pelo recuo das commodities e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, seguindo esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelos temores de redução do fluxo positivo de recursos externos destinados a investimentos e captações.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,5%, devolvendo os ganhos da abertura, contaminada pelo mau humor externo e cada dia mais pressionada pelo aumento das “apostas” de que, atropelando a lei da ficha limpa e assassinando a Lava Jato, Lula será o candidato do PT à presidente e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 3,33, para fechar o dia no maior patamar desde 22/DEZ/17, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e prejudicara pelo recuo da bolsa tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 2,6% e China 1,1%, ajustando-se aos fortes ganhos das bolsas de NY no dia anterior e beneficiadas pela redução das tensões entre os governos norte-americano e chinês, que comandam as 2 maiores economias mundiais, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,6%, França 1,0% e Alemanha 1,6%, ainda contagiadas pelos fortes ganhos alcançados em Wall Street no dia anterior e também beneficiadas por boas notícias corporativas, como do conglomerado varejista francês Casino (3,8%) e da farmacêutica inglesa GlaxoSmithKline (4,9%) e (3) dos EUA, devolvendo os ganhos da abertura, S&P -1,7%, DJ -1,4% e NASDAQ -2,9%, prejudicadas novamente pelas ações do setor de tecnologia, em meio à investigação sobre o uso ilegal de dados de usuários do Facebook.

Enquanto se amenizam as possibilidades de guerra comercial entre EUA e China, cresce a tensão política entre as 2 maiores potencias militares do mundo diante da preocupação sobre questões diplomáticas entre a Rússia e os países do Ocidente.

Se preparando para sair do governo para disputar, contra o presidente Temer, a presidência do Brasil, Meirelles, mostrando sua total falta de noção e de modéstia, já começou a desenhar a equipe econômica que quer deixar no seu lugar e o seu preferido para assumir seu lugar no ministério da fazenda é Eduardo Guardia, que já enfrenta resistência de políticos de influência no Congresso.

Na ata da sua reunião da semana passada, na qual cortou a taxa básica de juros do Brasil para o menor patamar da história (6,5%), o Copom deixou claro que, com a economia ainda engatinhando, a inflação controlada e a utilização da capacidade produtiva bem baixa, reduzirá novamente a Selic no seu próximo encontro, marcado para os dias 15 e 16/MAI/18.

Influenciado positivamente pelo bom desempenho da arrecadação, o mês passado o déficit primário (receitas menos despesas antes do pagamento de juros) somou R$ -19,3bi, resultado -28,8% menor do que no mesmo período do ano passado.

Exatamente como esperado pelo “mercado”, o IGP-M de MAR/18 ficou em 0,64%, patamar bem superior ao auferido em FEV/18 (0,07%), porém acumulando uma alta de apenas 0,20% nos últimos 12 meses.

Se especializando cada dia mais em gambiarras, o Governo Temer, para cumprir a regra de ouro em 2019, já estuda incluir, no Orçamento do ano que vem, a vinculação de determinadas despesas a receitas ou créditos adicionais.

Incomodando cada dia mais os caros, monopolistas e ineficientes bancões tupiniquins, a cooperativa financeira Sicredi, que logo mais deve ser comprada pelo Itaú ou pelo Bradesco, anunciou que vai iniciar em MAI/18 a operação de seu banco digital, batizado de Woop, que tem investimentos previstos de R$ 105mi somente em 2018.

Mesmo com a taxa básica de juros do país no menor patamar da história (6,5% ao ano), o saldo acumulado dos recursos dos investidores externos na bolsa brasileira, que estava positivo desde o começo do ano, entrou no vermelho, agora em R$ -152,5mi, no final da semana passada, e o motivo é o crescimento dos “temores” com a política, a economia e a justiça tupiniquim.

Ontem a Caixa anunciou que, com queda na inadimplência, implementação de um programa de demissões voluntárias e aumento da receita com tarifas e prestação de serviços, acumulou um lucro líquido recorrente (livre de efeitos extraordinários) R$ 8,6bi em 2017, o que representa um recorde histórico e uma alta de cerca de 107% ante o resultado do ano anterior.

-    A Sabesp recuou -8,6%, liderando as quedas da Bolsa brasileira, após a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de SP propor reajuste tarifário considerado baixo pelos investidores.
-    A GE subiu 4,3% na bolsa de NY, beneficiados por relatos de que Warren Buffett está considerando investir na companhia, já que as ações estão sendo negociadas no nível mais baixo desde 2009.
-    O Twitter despencou -12,0% na bolsa de NY, após a divulgação de um relatório alertando que, de todas as mídias sociais, ela é a mais vulnerável à regulamentação de privacidade.
-    O Facebook caiu -4,9% na bolsa de NY, diante de “rumores” de que seu presidente-executivo, Mark Zuckeberg, pode ter de depor no Comitê Judiciário do Senado no dia 10/ABR/18.

Política:

Indicando que é cada dia maior a possibilidade do TSE, rasgando a lei da ficha limpa, permitir a candidatura presidencial de Lula, ontem Dias Toffoli, petista de toga no STF, permitiu a candidatura do ex-senador cassado Demóstenes Torres ao senado por Goiás.

Mostrando uma enorme habilidade em tirar bandidos da cadeia, ontem a Segunda Turma do STF decidiu soltar o deputado peemedebista Jorge Picciani, afastado da Assembleia Legislativa do RJ por receber propina de empresas de ônibus e preso preventivamente desde NOV/18 do ano passado, alegando que ele está doente e usa fraudas.

Para coroar o seu dia de “solta ladrão”, ainda ontem a Segunda Turma do STF rejeitou por unanimidade uma denúncia contra o senador peemedebista Romero Jucá, acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um esquema para beneficiar o grupo Gerdau.

Prejudicando ainda mais a candidatura presidencial de Alkmin, ontem, conforme esperado, o empresário Flavio Rocha, que em tese tem o perfil liberal, confirmou sua filiação ao PRB, partido dos picaretas da Igreja Universal, para concorrer à presidência do Brasil.

Diante de um número cada vez maior de candidatos ditos “de centro”, o “mercado” começa a ver um risco do Brasil repetir em 2018 a eleição de 1989, quando foram para o segundo turno os 2 extremos, agora numa versão com Ciro Gomes, do PDT do CE, e Jair Bolsonaro, do PSL do RJ.

Após Rabello de Castro anunciar sua saída do BNDES para ser candidato do PSC à presidência do Brasil, com o claro objetivo de ter fórum privilegiado para se livrar da cadeia, Dyogo Oliveira, atualmente ministro do Planejamento, pode assumir a presidência do referido banco tupiniquim de fomento, que aliás é um dos principais braços de liberação de recursos neste ano eleitoral.

Preocupando os seguranças da mais alta corte do país e também o PT, ruralistas de todo o país estão sendo convocados por suas associações de classe para protestarem em frente ao Supremo Tribunal Federal no dia 4/ABR/18, data do julgamento do habeas corpus de Lula.

Com o claro objetivo de vitimizar Lula, que obviamente só se desloca de helicóptero, ontem o PT, com boas chances de estar mais uma vez mentindo, acusou a “elite” de atirar contra um ônibus de militantes que são pagos para acompanhar a caravana de do referido ex-presidente petista pelo país.

Surpreendendo positivamente seus críticos, Raquel Dodge, procuradora geral da república, pediu que o STF receba a denúncia contra Aécio Neves no inquérito que investiga se executivos da JBS pagaram R$ 2mi de propina ao referido picareta tucano.

Ontem à noite, antes de entrar no cinema para assistir a um filme em homenagem ao picareta do Edir Macedo, Alckmin, perdendo mais uma ótima oportunidade de ficar calado, afirmou, quando questionado sobre o suposto ataque à tiros contra o ônibus da caravana de Lula, que o PT colhe o que plantou.

Crítica:

Com “o Brasil repetindo o script do seriado House Of Cards”, (1) o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou que aposta que a ministra do STF Rosa Weber, depois de muito teatro, vai tirar Lula da cadeia e enterrar a Lava Jato, (2) o petista José Eduardo Cardozo “avisou” que uma eventual prisão de Lula terá forte reação social e (3) o ministro do STF Edson Fachin foi à público dizer que ele e sua família estão sendo ameaçados de morte.

Enquanto o Brasil ganhava do time reserva da Alemanha, com o aval da mais alta corte do país, (1) Romero Jucá se livrou de uma denúncia, (2) Demóstenes Torres ganhou o direito de se candidatar e (3) Jorge Picciani soube que vai para casa.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário