R.B. 23/FEV/18 "Declaração desnecessária"



"Declaração desnecessária"

São Paulo, 23 de fevereiro de 2018 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, “finalmente” realizando lucros após 7 pregões consecutivos de alta, influenciada pelo recuo das commodities, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e repercutindo a declaração do ministro da Secretaria de Governo de que Meirelles é substituível e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e impulsionado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, para registrar o maior patamar da história pelo terceiro pregão seguido, agora aos 86.686pts, embalada pelos bons resultados corporativos, como o do Banco do Brasil (3,1%), e pela valorização do petróleo e (2) o DÓLAR caiu -0,5% à R$ 3,25, seguindo a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pela trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -1,1%, seguindo o desempenho negativo dos mercados acionários de NY no dia anterior e China 2,2%, ajustando-se a melhora do cenário global durante os dias do feriado do ano-novo lunar no país, quando a bolsa esteve fechada, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,4%, França -0,1% e Alemanha -0,1%, prejudicadas pela divulgação de balanços corporativos ruins e de alguns indicadores que frustraram as expectativas, como a alta menor que o esperado do PIB do Reino Unido, e com as exportadoras pressionadas pela valorização do euro frente ao dólar e (3) dos EUA, sem uma tendência única, após um pregão com boa volatilidade, S&P 0,1%, DJ 0,7% e NASDAQ -0,1%, divididas entre a alta consistente do petróleo e o desempenho negativo de bancos e companhias de tecnologia.

Reduzindo as “apostas” de alta mais intensa dos juros nos EUA, Raphael Bostic, presidente da distrital do FED (“BC” local) de Atlanta, afirmou em conferência bancária que o crescimento econômico norte-americano sugere o gradualismo na condução da política monetária.

Ajudando a favorecer a depreciação do dólar, principalmente ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o petróleo subiu 1,8%, impulsionado pela notícia de que ocorreu uma redução inesperado dos estoques da referida commoditie nos EUA.

Perdendo uma ótima oportunidade de ficar calado, já que sua “declaração desnecessária” certamente trará impacto negativo ao “mercado”, ontem Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, afirmou que Meirelles é substituível no comando do Ministério da Fazenda e que ele deve deixar o cargo até ABR/18 para concorrer nas próximas eleições.

Ontem, em entrevista à rádio Itatiaia, Meirelles, ministro tupiniquim da Fazenda, afirmou que um BC autônomo daria mais eficácia ao controle da inflação e redução de juros, além de elevar a credibilidade da autoridade monetária e tornar a economia mais estável.

Menos de 1 mês após Ilan Goldfajn, presidente do BC tupiniquim, criticar fortemente as moedas virtuais, ontem o BNDES anunciou que firmou uma parceria com o KfW, que é o banco de desenvolvimento alemão, para investimentos em tecnologia blockchain, que é a mesma usada para criar ao bitcoin.

Diante de uma demanda bastante fraca e da queda do preço dos alimentos, o IPC de SP registrou deflação de -0,23% na terceira quadrissemana de FEV/18, o que representa o primeiro resultado negativo desde SET/17.

Se esbaldando no monopólio, na falta de educação financeira e na corrupção tupiniquins, no ano passado o lucro somado dos 4 maiores bancos brasileiros (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander) chegou a R$ 57,6bi, valor que representa um aumento de 14,6% na comparação com o auferido em 2016.

Política:

“Baixando sua bolinha”, provavelmente após tomar o pito de alguém, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, afirmou que muitas das medidas econômicas propostas pelo presidente Temer em substituição à reforma da Previdência serão aprovadas até o meio do ano, ressaltando que 11 das 15 ações anunciadas pelo governo para melhorar a economia já tramitam no Congresso.

Realmente acreditando que está acima da lei, ontem Lula, pregando para seu bando de vagabundos e idiotas, afirmou que a condenação que pode deixá-lo fora da eleição e levá-lo para a cadeia é um "erro histórico" e um "crime contra a Constituição".

Apesar de seu governo ser rejeitado por cerca de 70% da população, tudo indica que o presidente Temer, em busca de fórum privilegiado para se manter fora da cadeia em 2019, deve ser candidato nas eleições deste ano.

Discordando da repreenda feita pela direção do PT, Lula afirmou que foi positivo o encontro do ex-prefeito petista Fernando Haddad com Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência, que podem compor uma chapa nas próximas eleições presidenciais.

Em sua primeira manifestação ao Supremo sobre a acusação de que recebeu propina de R$ 2mi do empresário-picareta Joesley Batista no ano passado, a defesa do senador Aécio Neves, que é um bandido, diz que ele foi vítima de uma armadilha da Procuradoria-Geral da República, que as provas apresentadas contra ele são ilícitas e que seus acusadores omitiram informações.

A nova ofensiva da Justiça sobre Paulo Preto, ex-diretor da Dersa, preocupa os principais aliados do governador Alckmin, já que o referido tucano foi o responsável por sua nomeação, em 2005.

Revelando mais uma vez a enorme falta de união do maior partido do Brasil, que aliás também é o maior covil de bandido, os diretórios do PMDB de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre querem que o TSE impugne a mudança de nome do partido para MDB.

Eduardo Paes, pré-candidato ao governo do RJ que, como medo de ir em cana, está morando nos EUA, “avisou” que deixará o PMDB, com o claro objetivo de tentar se descolar do desgaste do partido no estado, provavelmente para se filiar ao PP.

Descontentes com o cronograma de prévias para definir o candidato do PSDB a governador de SP, tucanos articulam a sua anulação e evitar vitória do prefeito Doria.

Crítica:

Como acredita que magistrados são “seres diferenciados, iluminados e acima da lei”, Raquel Dodge, A procuradora-Geral da República, se manifestou em defesa do “direito” dos membros do Ministério Público Federal de receberem auxílio-moradia de R$ 4,3 mil mensais, mesmo quando dispõem de casa própria.

Ontem o BankBoston, que é bom lembrar foi presidido por Meirelles, atual ministro brasileiro da Fazenda, se livrou de pagar, por conta de uma decisão do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, de uma dívida de R$ 750mi que o referido banco tem com a Receita Federal.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário