R.B. 22/FEV/18 "É uma insanidade deixar todos seus investimentos no Brasil"



"É uma insanidade deixar todos seus investimentos no Brasil"

São Paulo, 22 de fevereiro de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, finalmente realizando lucros após 6 pregões seguidos de alta, seguindo a considerável piora do “humor” nas principais bolsas mundiais e prejudicada pela crescente podridão do sistema político tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, com “boas chances” de fechar a semana recuperando o patamar dos R$ 3,30, impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim e reduzir cada dia mais o fluxo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, novamente registrando um recorde histórico de fechamento, desta vez aos 86.051ptspts, e com ótimo volume de negócios (R$ 14,9bi), porem perdendo “forças” no final do pregão, diante dos sinais de que a redução dos estímulos monetários nos EUA pode ser mais rápida e intensa do que o esperado e (2) o DÓLAR subiu 0,2% à R$ 3,27, revertendo uma abertura negativa, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e impulsionado pela ata do FED (“BC” dos EUA).

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2%, ignorando o tom negativo dos mercados acionários de NY no dia anterior e impulsionada pelas ações das exportadoras e China permaneceu fechada por conta do feriado de ano novo lunar, que aliás acaba hoje, (2) da EUROPA, sem um sinal único, Inglaterra 0,5%, França 0,2% e Alemanha -0,1%, divididas entre a divulgação de bons resultados corporativos, como da Glencore (5,2%) e do Lloyds (2,8%), e um movimento de cautela antes da divulgação da ata do FED (“BC” dos EUA) e (3) dos EUA, revertendo os ganhos da abertura, S&P -0,6%, DJ -0,7% e NASDAQ -0,2%, após a volatilidade ter aumentado substancialmente nas 2 últimas horas da sessão, diante da avaliação secundária de que o cenário de crescimento econômico do país segue consolidado, o que sugere mais juros no futuro.

Na ata da sua última reunião, o FED (“BC” dos EUA) informou que a maioria dos dirigentes da instituição (1) avaliavam que "mais" alta gradual de juros pode ser apropriada e (2) concordaram que o fortalecimento nas perspectivas econômicas de curto prazo aumentou a probabilidade de uma trajetória ascendente gradual da taxa de juros do país.

Confirmando que “é uma insanidade deixar todos seus investimentos no Brasil”, no ano passado, governado por Temer, o Brasil caiu 17 posições e, agora na 96ª, atingiu a pior colocação em 5 anos no ranking global sobre percepção da corrupção, produzido pela ONG Transparência Internacional.

Hoje a agenda de indicadores e eventos tem como destaques (1) a reunião do Conselho Monetário Nacional, (2) a divulgação de balanços do 4º trimestre, como do Banco do Brasil, CCR, BRF e Magazine Luiza e (3) a ata da reunião de política monetária do BC Europeu.

Ressaltando que a situação pode levar ao descontrole da inflação e até a questionamentos na Justiça sobre os juros no País, a possibilidade de o BC tupiniquim passar a perseguir dois objetivos (o controle da inflação e o crescimento econômico) é vista como um retrocesso por ex-presidentes e ex-diretores da instituição.

Colocando em implantação sua ideia de contar com o ovo na cloaca da galinha, Meirelles, ministro tupiniquim da Fazenda, afirmou ontem que o governo federal está trabalhando para viabilizar novo empréstimo ao corrupto Estado do RJ, desta vez de R$ 1bi, que terá como garantia royalties de petróleo.

Como na crise a situação fica pior para quem tem menos opções e conhecimento, entre 2014 e 2016 a renda do segmento mais rico da população brasileira, que ganha acima de 160 salários mínimos por mês, aumentou 2,0%, já descontada a inflação do período, já a renda média dos contribuintes como um todo se reduziu em -3,3% na mesma base de comparação.

O segmento de varejo e private no Brasil encerrou o ano passado com um volume de R$ 2,66tri, o que representou um aumento de 11,2% em relação ao visto um ano antes e, segundo a Anbima, com a taxa básica de juros pela primeira vez em 6,75%, a tendência é que os investidores buscam por investimentos de maior risco, visto que os produtos de renda fixa perderam parte do apelo com a Selic mais baixa.

Apresentando um resultado invejável para qualquer país do mundo, atualmente, passados menos de 10 anos do primeiro leilão de energia eólica no Brasil, que ocorreu em 2009, a capacidade instalada do País neste setor de energia renovável e limpa atingiu 13 gigawatts, o que representa quase o mesmo volume instalado da maior hidrelétrica brasileira, Itaipu, com 14 gigawatts.

Lutando, com é natural, pela manutenção das suas regalias e privilégios, os agricultores franceses, temendo uma intensa entrada de carne proveniente da América do Sul, fizeram ontem uma manifestação em todo o país contra as negociações para um acordo de livre-comércio entre a União Europeia e o Mercosul.

“Apostando” no Brasil, a fabricante indiana de autopeças PLC anunciou ontem que vai investir US$ 30mi na construção de uma fábrica em Santa Gertrudes, que será a sua primeira unidade na América e que deverá entrar em operação até o fim deste ano.

Com o objetivo de reduzir custos e fazer serviços em aviões da frota da LAN, a companhia aérea Latam vai investir US$ 15,8mi para expandir seu centro de manutenção em São Carlos, interior de SP, que já realiza reparos complexos.

Se reinventando para recuperar a credibilidade, a Petrobrás, com o objetivo de tentar evitar casos de corrupção como os investigados pela Operação Lava Jato, decidiu proibir seus empregados de se encontrarem com políticos sem testemunhas.

-    A Embraer caiu -0,5%, após Dennis Muilenburg, presidente da Boeing afirmar, indicando que já entendeu as dificuldades que terá para fazer negócios com o corrupto governo tupiniquim, que uma possível aquisição da fabricante brasileira de aviões não é essencial para sua empresa.

Política:

Cada dia mais na oposição, já que quer ser candidato à presidente, o deputado democrata Rodrigo Maia, que é presidente da Câmara, afirmou que classificou como "inviável" a aprovação da criação de um imposto para custear gastos com segurança pública no Brasil, que segundo ele foi proposto pelo Temer em conversas reservadas nos últimos dias.

Com as investigações se aproximando rapidamente dos bandidos tucanos Serra e Alckmin, ontem foi revelado que Paulo Preto, ex-presidente da Dersa conhecido operador de propinas do PSDB, tinha R$ 113 mi em recursos não declarados em uma conta na Suíça e provavelmente oriundos de desvios de recursos do Rodoanel.

Claramente em rota de colisão com o governo, o democrata Rodrigo Maia, que é presidente da Câmara, “avisou” que a pretensão do presidente Temer de disputar a reeleição é um problema do Palácio do Planalto e não dele.

Apesar de o “mercado apostar” que ele será preso em breve, ontem Lula, que não tem outra coisa a fazer, afirmou que “está candidato” a presidente e que não respeita a decisão judicial que o condenou por corrupção.

Covil de velhas raposas da política tupiniquim, ontem, por 5 votos a 3, os membros do Tribunal de Contas da União livraram mais uma vez ex-dirigentes do Senado ligados ao MDB de julgamento por supostos desvios em contrato de terceirização.

Crítica:

Mostrando que pode estar enfraquecida, mas não está morta, hoje, na primeira operação Lava Jato de 2018, batizada de Integração, Policiais federais, servidores da Receita Federal e membros do Ministério Público Federal executam 50 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão temporária para apurar crimes de corrupção, fraude a licitações e lavagem de dinheiro nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo.

Após o ataque armado da semana passada, que deixou 17 mortos em uma escola no interior da Flórida, Trump, presidente dos EUA, sinalizou apoio a um plano para armar professores e auxiliares de escolas.

Responsável por boa parte do turismo na Inglaterra, que gera bilhões de dólares aos cofres públicos do país, a família real britânica custa por ano R$ 348mi aos ingleses, já a presidência tupiniquim, que rouba, corrompe e envergonha o país, custa R$ 564bi por ano.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário