R.B. 2/JAN/18 "Discretamente, porém não o suficiente para passar despercebido"



"Discretamente, porém não o suficiente para passar despercebido"

São Paulo, 2 de janeiro de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, em um movimento de realização de lucros acumulados nos últimos 12 meses (26,8%) e após 6 pregões seguidos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e prejudicada pelas incertezas políticas e econômicas para o Brasil em 2018 e (2) o DÓLAR pode subir, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado pela trajetória internacional da moeda norte-americana.

Quinta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, embalada pelos mais recentes sinais de recuperação da economia tupiniquim, como o crescimento nas vendas do comércio para o Natal, e pela ausência do rebaixamento da “nota” do Brasil por parte da agência de classificação de risco S&P e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 3,31, para fechar o ano acumulando uma valorização de 1,9%, em um movimento de cautela antes do feriado de final de ano e também impulsionado pela expectativa de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,1%, com as exportadoras prejudicadas pela desvalorização do dólar frente a moeda local (o iene), porem fechando o ano acumulando uma valorização de 19,1% e China 0,3%, sustentada pelo salto dos papéis de tecnologia, depois de afastadas do radar dos investidores as dúvidas em relação às vendas globais do iPhone, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,8% (7,6% no ano), sustentada pelo bom desempenho dos papéis do setor de commodities, porem realizando lucros, França -0,5% (9,3% no ano) e Alemanha -0,5% (12,5% no ano), em um pregão marcado pelos volumes mais baixos, típicos da reta final do ano e (3) dos EUA, S&P -0,5%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,7%, realizando lucros no último pregão do ano, que teve dezenas de recordes históricos de alta, levou os principais índices a acumularem altas respectivamente de 19,3%, 25,2% e 27,6% e foi o melhor ano para o mercado de ações do país desde 2013.

Apesar das comemorações com o crescimento das vendas de Natal, em NOV/17 o número de empregados com carteira assinada atingiu o menor nível dos últimos 5 anos (33,2 milhões de pessoas), acumulando uma redução de 857 mil trabalhadores na comparação entre o trimestre encerrado neste novembro e o igual período de 2016.

Confirmando a situação preocupante das contas públicas tupiniquins, segundo um relatório oficial divulgado pelo BC, sem a devolução de recursos do BNDES ao Tesouro, a dívida bruta brasileira pode encostar em 80% do PIB em 2018, o que, na avaliação de agências de classificação de risco, compromete a sustentabilidade do pagamento da dívida em países emergentes.

Apesar de ainda usar apenas 74,5% da capacidade instalada, o Índice da Confiança da Indústria tupiniquim subiu 1,3pts em DEZ/17 e terminou o ano com 99,6pts, o que representa o nível mais alto desde os 100,1pts de JAN/14.

Superando as expectativas iniciais, as vendas do setor automotivo, após 4 anos de queda e beneficiadas pelo baixo patamar da taxa básica de juros, devem fechar 2017 com alta de aproximadamente 10% em relação ao ano anterior.

Por conta de uma inflação baixa e de cofres públicos em sérias dificuldades, o governo Temer anunciou que o salário mínimo de 2018 será de R$ 954,00, o que representa um reajuste de apenas 1,81% na comparação com 2017, patamar abaixo da inflação e que e trará uma economia de R$ 3,4bi ao longo deste ano.

Com preços ainda astronômicos e, mesmo com os juros baixos, demanda reprimida, nos 11 primeiros meses de 2017 o volume contratado de financiamento imobiliário com recursos da caderneta de poupança foi -4,3% menor do que no mesmo período do ano anterior.

Em busca de melhores condições para produzir, que vão desde impostos mais baixos a custos menores também com salários e conta de luz, a fabricante brasileira de brinquedos Estrela anunciou que vai reabrir sua fábrica no Paraguai.

Ajudando no controle da inflação e possivelmente contribuindo com mais um argumento para um novo corte da taxa básica de juros na reunião do Copom em FEV/18, na sexta-feira passada a Agência Nacional de Energia Elétrica definiu que o consumidor brasileiro não pagará taxa extra na conta de luz em JAN/18, devido às melhores condições para a geração de hidrelétricas no país.

Apresentando o primeiro resultado negativo desde 2009, quando recuou -1,72%, o IGP-M, também conhecido como a inflação do aluguel, fechou o ano passado registrando uma deflação de -0,52%, influenciado principalmente pela baixa dos preços dos alimentos.

Superando as “apostas” mais otimistas, no ano passado a balança comercial brasileira, beneficiada pelo forte crescimento das exportações e pela redução das importações, acumulou um superávit US$ 69bi, o que representa o melhor resultado da história.

-    A Amazon caiu -1,4% na bolsa de NY, após Trump utilizar o seu perfil no Twitter para questionar o Serviço Postal dos EUA sobre a cobrança à Amazon e a outras empresas para a entrega de produtos.
-   A Apple caiu -1,1% na bolsa de NY, 1 dia depois de ter divulgado uma carta pedindo desculpas aos clientes após admitir que, nos modelos mais antigos do iPhone, o desempenho do aparelho é prejudicado para compensar problemas na bateria.

Política:

“Discretamente, porém não o suficiente para passar despercebido”, Luciano Huck, que semanas atrás “avisou” que ficaria de fora da disputa presidencial de 2018, pediu para o Ibope não exclua seu nome das sondagens eleitorais.

Representando o que existe de pior na política tupiniquim, o PDT, legenda que na esfera federal faz oposição ao presidente Temer e que lançou o nome de Ciro Gomes como candidato ao Planalto em 2018, é o partido que mais cargos de primeiro escalão ocupa em governos de partidos das mais diversas correntes ideológicas, como PT, PMDB, PSDB, PP, PSB e até PCdoB.

Para tentar atrair o apoio do PSB à candidatura do ex-ministro Ciro Gomes ao Planalto, dirigentes do PDT falam em dar a vaga de vice a Aldo Rebelo.

Com um raciocínio pragmático, integrantes da executiva nacional do PT sugeriram ao ex-presidente Lula que ele se reaproxime do empresariado nacional, alertando que sem um novo pacto com o que o partido chama de elite, as chances de ele deixar de ser pintado como um dos extremos da eleição presidencial são diminutas.

Partindo da premissa de que o eleitor brasileiro é um idiota, a direção do PT elaborou um documento com 3 prioridades para o partido nas eleições de 2018, (1) eleger Lula para a Presidência, (2) aumentar a bancada de deputados e de senadores e (3) consolidar e ampliar sua presença nos governos estaduais e nas Assembleias.

Cada dia mais doente, apesar de tentar aparentar o contrário, o presidente Temer passou o primeiro dia de 2018 atendendo a telefonemas de aliados que queriam saber de seu quadro de saúde, após o pemedebista ter sido diagnosticado com infecção urinária e febre na semana passada.

Tão lunático quanto os petistas, o presidente Temer, que amarga a pior avaliação de um inquilino do Planalto desde a redemocratização, “aposta” em uma reconciliação dos políticos com o povo em 2018 e acredita que será um bom cabo eleitoral nas eleições deste ano.

Após Dória, com medo de perder ainda mais moral e votos, mandar cancelar o lançamento da obra, o PT organiza a inauguração extraoficial do viaduto Dona Marisa Letícia, na zona sul de SP, para o dia 15/JAN/18.

Analistas políticos tarimbados entre os maiores partidos do país começam a colocar em xeque a teoria de que Bolsonaro, que é um acéfalo despreparado, derreteria ao longo da campanha ao expor suas ideias esdruxulas.

Alertando que ela “jogou para a plateia”, a decisão da presidente do STF, Cármen Lúcia, de suspender trechos do decreto de indulto natalino do presidente Temer foi criticada, por motivos diversos, entre políticos, bandidos e corrutos.

Crítica:

“Pagando o pato” da corrupção dos governos Lula e Dilma, o Tesouro Nacional liberou do Orçamento R$ 124mi para ressarcir o BNDES pelos calotes que sofreu por financiar, em outros países, obras de empreiteiras brasileiras envolvidas na Lava Jato.

Como “bandidos são unidos na adversidade”, nada menos do que 10 ministros do STJ redigiram nota pública para criticar a atitude do juiz Glaucenir Oliveira, de Campos dos Goytacazes, que insinuou nas redes sociais que Gilmar Mendes recebeu dinheiro para dar um habeas corpus a Anthony Garotinho.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário