R.B. 4/DEZ/17 "Começou a corrida ao ouro digital"



"Começou a corrida ao ouro digital"

São Paulo, 4 de dezembro de 2017 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, com os investidores “assustados” com a última pesquisa de intenção de votos à presidente que coloca Lula em primeiro lugar e derrotando, com folga, todos os seus adversários no segundo turno e (2) o DÓLAR pode subir, ampliando os ganhos acumulados na semana passada (0,7%), influenciado pelo mesmo motivo que deve derrubar a bolsa tupiniquim e também influenciado pela aprovação da reforma Tributária de Trump nos EUA, que aumenta a atratividade da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, recuperando uma parte das perdas acumuladas na semana (-2,6%), após um pregão marcado pela instabilidade e influenciado positivamente pela decisão das centrais sindicais de cancelar a greve contra a reforma da Previdência, pela declaração de Alckmin, governador de SP, “garantindo” que a reforma da Previdência terá o apoio do PSDB e pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR caiu -0,5% à R$ 3,26, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelos indícios de que o governo norte-americano teria conseguido angariar os votos necessários para aprovação da reforma tributária de Trump.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4% e China 0,1%, diante das expectativas positivas para a aprovação de cortes de impostos nos EUA, (2) da EUROPA, revertendo os ganhos da abertura, Inglaterra -0,4%, França -,10% e Alemanha -1,2%, com os investidores focados nos problemas políticos dos EUA e (3) dos EUA, em uma “saudável e tímida” realização de lucros, S&P -0,2%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,4%, prejudicadas por revelações de um ex-conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca dizer que o presidente Trump pediu a ele que entrasse em contato com autoridades russas.

Colocando mais dinheiro no bolso dos ricos, Trump, presidente dos EUA, conseguiu aprovar sua reforma Tributária no Congresso que promete (1) promover o crescimento, (2) aumentar os salários, (3) ampliar o lucro das empresas e (4) repatriar os ganhos das multinacionais.

Após 4 anos de retração, segundo dados divulgados pelo IBGE o investimento no setor produtivo da economia saiu do vermelho no terceiro trimestre deste ano e, impulsionado pelo baixo patamar da taxa básica de juros e por um ambiente de maior confiança dos empresários, cresceu 1,6%, apresentando assim o primeiro resultado positivo desde o terceiro trimestre de 2013, antes mesmo de o país mergulhar na recessão, em 2014.

No caminho errado, 80% do crescimento de 0,1% do PIB tupiniquim no terceiro trimestre deste ano foi causado pelo mercado interno e, para piorar mais ainda, a maior parte deste desempenho foi puxado pelo consumo.

Ascendendo a “luz amarela” entre os exportadores brasileiros, cujo principal destino é a china, na sexta-feira passada foi divulgado o índice de gerentes de compras da indústria chinesa, que recuou de 51pts em OUT/17 para 50,8pts em NOV/17, atingindo assim o menor nível em 5 meses.

Dando um sinal positivo da economia brasileira, em NOV/17, as vendas de carros comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil foram 14,6% maiores que em NOV/16, impulsionadas pelo baixo patamar da taxa básica de juros.

Enquanto CVM, ANBIMA e ANCORD trabalham arduamente para manter o monopólio dos grandes bancos, o Ministério da Fazenda, comandado por Meirelles, divulgou um estudo ressaltando que a aprovação de jogos on-line no Brasil tem potencial para movimentar R$ 6,7bi por ano, o que faria do país o terceiro maior mercado do mundo, atrás apenas de Reino Unido e Japão.

Principal “xerife” do comércio mundial, no próximo domingo, em Buenos Aires, a OMC terá um encontro que, de alguma maneira, definirá se os EUA, a grande usina comercial, continuará no sistema ou se os demais países resolvem seguir adiante sem Washington.

Até agora primeiro colocado do ano na compra de ações em bonds tupiniquins oriundos de ofertas públicas, o Bank Of América (1) ressaltou que a janela de oportunidade para operações deste tipo no país vai se fechar com a aproximação das eleições presidenciais e (2) “avisou” que em 2018 manterá a posição de protagonista neste segmento se o ambiente de negócios no pais continuar positivo.

Foi com o título “começou a corrida ao ouro digital", que o prestigiado jornal norte-americano Wall Street Journal anunciou que a criptomoeda bitcoin, que vem se valorizando no último ano e sobretudo "nos últimos dias", foi liberada pela comissão de futuros dos EUA para ser usada por agentes financeiros estabelecidos de Wall Street como CME, CBOE e Nasdaq.

Em NOV/17 a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 3,5bi que, por conta do forte crescimento das importações no período, foi -25,4% menor que o registado no mesmo período de 2016 (US$ 4,7bi).

Além de aliviar a situação financeira da Petrobras, a venda de parte do capital da BR Distribuidora, sua principal subsidiária e uma das maiores empresas do país em faturamento, se perfila como uma das operações com maior poder de atrair o pequeno investidor, pode chegar a R$ 7,5bi e assim se tornar a segunda maior operação de IPO da bolsa tupiniquim desde 2013.

Política:

Mostrando que “tudo que está ruim sempre pode piorar”, foi divulgada uma pesquisa de intenções de voto para presidente em 2018 que mostrou que (1) Lula lidera com 34%, ganhando de todos os adversários nas simulações de segundo turno, (2) Bolsonaro, agora consolidado em segundo lugar, tem 17%, (3) Marina Silva, que acaba de confirmar sua já esperada candidatura, tem 9% e (4) Alckmin, que está brigando com seus correligionários para ser o tucano que perderá as eleições, tem apenas 6%, o mesmo percentual de Ciro Gomes.

Apesar dos esforços de Temer e de sua equipe, atualmente 220 deputados declaram abertamente que votarão contra a proposta de reforma da Previdência e apenas 46 parlamentares estão 100% com o governo, patamar bem distante dos 308 votos necessários, dos 513 possíveis, para aprovar a matéria.

Certamente após seus líderes fazerem um ótimo acordo financeiro com o presidente Temer, na sexta-feira passada as centrais sindicais decidiram suspender a greve nacional contra a reforma da Previdência inicialmente convocada para amanhã.

Apenas 1 dia após Alkmin se reunir com o presidente Temer e afirmar que o PSDB apoiará a reforma da Previdência, Meirelles, ministro da Fazenda, “avisou” que o governo terá candidato na eleição presidencial de 2018 e que este candidato não será Alckmin.

Confirmando que “o filme” de Dória está bastante “queimado”, na última pesquisa de intenções de voto para governador de SP o referido prefeito tucano está em segundo lugar, com apenas 18%, patamar bem abaixo de Russomanno, que lidera a corrida com 25%.

Desanimado e contrariado pela atitude escrota do seu partido de adotar uma posição dúbia em relação à reforma da Previdência, o prestigiado economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, filiado há mais de 20 anos ao PSDB, afirmou que os tucanos vivem uma “síndrome por abstinência de poder”.

Provavelmente após ser devidamente “agraciado” por algum “favor” do governo Temer, o desembargador Hilton Queiroz, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, revogou a proibição do governo de veicular campanha de publicidade a favor da reforma da Previdência.

Podendo “azedar, ou até azeitar” caso Meirelles aceite ser vice, o clima entre o Planalto e a Câmara, diante da a ausência de um representante do centro que se destaque nas pesquisas, o DEM decidiu testar o nome de Rodrigo Maia para a presidência do Brasil em 2018.

Crítica:

Notório defensor de bandidos, ministro Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, decidiu libertar, pela terceira vez seguida, o empresário e bandido Jacob Barata Filho, conhecido como "rei do ônibus" no RJ.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário