R.B. 19/DEZ/17 "Os tucanos no mesmo nível dos petistas e peemedebistas"



"Os tucanos no mesmo nível dos petistas e peemedebistas"

São Paulo, 19 de dezembro de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, com boas chances de fechar o ano abaixo dos 70.000pts, diante da redução das “apostas” de aprovação da reforma da previdência, do aumento da chances de rebaixamento da “nota” do Brasil pelas agências de classificação de risco e da “falência moral” da justiça tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando as perdas do pregão anterior, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado pela redução do fluxo positivo de recursos externos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, tirando a reforma da Previdência do radar e voltando suas atenções às influências do cenário externo, que teve alta das commodities e bolsas de NY batendo novos recordes históricos de alta, em um dia de bom volume de negócios (R$ 14,1bi) por conta do vencimento de opções e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 3,30, acompanhando a melhora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado pelo ótimo resultado da balança comercial tupiniquim, que eleva o fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,6% e China 0,1%, acompanhando o fechamento positivo das bolsas de NY na sexta-feira, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,6%, França 1,3% e Alemanha 1,6%, seguindo o “bom humor” com a economia norte-americana e também impulsionadas por uma declaração da primeira-ministra alemã Angela Merkel ressaltando que está "focada" em construir uma "grande coalizão" com a centro-esquerda e (3) dos EUA, novamente nos maiores patamares da história, S&P 0,5%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,8%, com os investidores animados com o texto final da lei pretende diminuir sensivelmente os tributos no país, que no caso das empresas vai passar de 35% para 21%.

Causando um problemão para as contas públicas tupiniquins e dando mais um argumento para as agências de classificação de risco rebaixarem a “nota” do Brasil, Ricardo Lewandowski, ministro do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a medida provisória 805, de 2017, que cancelava o aumento salarial dos servidores federais e determinava o aumento da alíquota da contribuição previdenciária dos funcionários públicos de 11% para 14%, o que é péssimo para as contas públicas do país, ampliando o rombo dos cofres públicos em R$ -6,6bi.

Confirme já era de se esperar, ontem, beneficiando o monopólio dos grandes bancos tupiniquins, o FGC aprovou, por unanimidade e em uma convocação extraordinária de sua Assembleia, o teto de R$ 1 milhão para a garantia que os investidores tem ao comprarem no mercado títulos, com CDBs, LCA/I e LC, que são cobertos pelo fundo, mantendo o limite de R$ 250mil por instituição.

Mesmo diante do adiamento, e provável “morte”, da reforma da Previdência, o “mercado” elevou, desta vez de 2,62% para 2,64%, suas “apostas” para o crescimento da economia brasileira em 2018, e reduziu, de 4,02% para 4,00%, suas previsões para a inflação medida pelo IPCA no ano que vem, patamar cada dia mais abaixo do centro da meta (4,5%).

Bem melhor que o esperado (-0,15%), em OUT/17 o Índice de Atividade Econômica do BC, beneficiado pela recuperação do varejo e da indústria, registrou avanço do 0,29% d na comparação com SET/17, acumulando com isto uma expansão de 0,26% nos últimos 12 meses.

Já superando as expectativas do BC (US$ 61bi) e se aproximando das “apostas” do Ministério do Desenvolvimento (US$ 65 bi), ambas para todo ano de 2017, até o final da semana passada a balança comercial brasileira acumulava um superávit de US$ 64bi no ano, o que representa o melhor resultado desta série histórica, iniciada em 1989, e representa um crescimento de 42,2% o valor auferido em 2016 (US$ 45bi).

Fazendo caixa para reduzir sua dívida causada pela rapinagem e pela incompetência petista na empresa, ontem a Petrobras anunciou a venda de 25% do campo de Roncador, na Bacia de Campos, à norueguesa Statoil, por US$ 2,9bi.

Com a nova legislação que, para ajudar os bancões, vai limitar em R$ 1mi o limite total de cobertura do FGC, as debentures, que são títulos da dívida de empresas, devem ganhar cada dia mais espaço na carteira dos investidores brasileiros.

-    O Twitter disparou 11,0% na bolsa de NY, após o J.P.Morgan elevar a recomendação de compra da companhia.
-     A Vale 2,6%, favorecida pela alta de 3,71% do minério de ferro no mercado à vista chinês.
-    A Petrobrás avançou 1,8%, beneficiada pelo anúncio um acordo com a norueguesa Statoil para comprar uma participação de 25% no campo de Roncador, na Bacia de Campos.
-    A Burger King caiu -1,9% no seu dia de estreia na bolsa brasileira, diante da avaliação de que a faixa de preço da oferta tinha um prêmio muito elevado em relação ao Arcos Dourados, principal concorrente da empresa e que negocia ações no exterior.

Política:

Colocando, com toda a razão, “os tucanos no mesmo nível dos petistas e peemedebistas”, a Odebrecht entregou documentos à Superintendência-Geral do Cade no qual aponta formação de cartel no Rodoanel e no Programa de Desenvolvimento do Sistema Viário Estratégico Metropolitano de SP durante os governos de Serra e de Alckmin.

A decisão do Supremo Tribunal Federal de arquivar denúncias contra 4 políticos por falta de provas evidenciou o isolamento do relator da Lava Jato, Edson Fachin, na segunda turma da corte, o que é uma prévia da pedreira que as ações montadas pela equipe de Rodrigo Janot enfrentarão na ala da corte que analisa os casos originados nas investigações na Petrobras.

Pesar de condenado a mais de 13 anos de prisão por liderar uma organização criminosa que desviou mais de R$ 2,5 milhões dos cofres públicos, por meio da concessão fraudulenta de incentivos fiscais a empresários, Silval Barbosa, ex-governador peemedebista do Mato Grosso, cumprirá a pena em casa.

Ao rejeitarem as denúncias contra o senador Benedito de Lira (PP-AL) e seu filho, o deputado Arthur Lira (PP-AL), a maioria dos ministros mandou que a primeira instância apurasse o que havia contra o terceiro acusado, que é o delator Ricardo Pessoa, da UTC.

Misturando críticas ao governo Temer e à ofensiva judicial, para reforçar a mentira do enredo de um golpe, será lançado hoje um manifesto, preparado pelo ex-ministro petista Celso Amorim, intitulado “Eleição sem Lula é fraude”.

Poucos dias após a divulgação e que (a) Temer deu para a sua esposa um cargo de conselheira de Itaipu, com salário de cerca de R$ 50mil/mês e “trabalho” de 6 dias ao ano e (b) a JBS patrocinou uma de suas faculdades, Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, (1) concedeu ontem mais um habeas corpus para que Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do RJ Sérgio Cabral, volte a cumprir a pena em sua casa e (2) suspendeu um inquérito contra o governador tucano Beto Richa, do Paraná, que era investigado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa 2.

Crítica:

A fabricante de doces norte-americana Hershey, que com as porcarias que vende é uma das responsáveis pela epidemia de obesidade nos EUA, anunciou ontem que vai comprar a fabricante de alimentos SkinnyPop Amplify Snack Brands em um acordo avaliado em US$ 1,6bi, incluindo dívida, para obter uma base mais firme no mercado em rápido crescimento para lanches saudáveis.

Dando mais uma prova de que a justiça brasileira trabalha para proteger os bandidos, o promotor de Justiça Francisco Santiago “avisou” que vai pedir pena de até 20 anos de prisão para Gustavo Corrêa que, agindo em legitima defesa, matou um fã maluco da sua cunhada, a apresentadora Ana Hickmann, em MAI/16.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário