R.B. 26/OUT/17 "Com a taxa básica de juros em 7,5% ao ano"



"Com a taxa básica de juros em 7,5% ao ano"

São Paulo, 26 de outubro de 2017 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, com os investidores avaliando, diante do placar da votação da denúncia contra Temer, que é cada vez menor a chance de aprovação da reforma da Previdência e (2) o DÓLAR pode subir, com "boas chances" de fechar o dia acima dos R$ 3,25, acompanhando a esperada piora do "humor" na bolsa brasileira e a expectativa, cada vez maior, de redução da "nota" do país pelas agências de classificação de risco.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, desprezando a realização de lucros das bolsas de NY e revertendo as perdas da abertura, quando na mínima recuou -1,2%, após o anúncio de que o governo conseguiu quórum para votar, e obviamente enterrar, a segunda denúncia criminal contra Temer na Câmara dos Deputados e (2) o DÓLAR caiu -0,4% à R$ 3,24, em um movimento de realização de lucros, após 5 pregões seguidos de alta, que acompanhou a trajetória internacional da moeda norte-americana e principalmente a melhora do "humor" na bolsa tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,4%, finalmente realizando lucros após uma sequência recorde de 16 pregões consecutivos de ganhos e China 0,3%, animada com o anúncio dos novos líderes da China e seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY no dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,0%, França -0,4% e Alemanha -0,5%, em um movimento de cautela antes da penúltima reunião de política monetária do BC Europeu do ano, que pode anunciar a redução dos estímulos monetários e (3) dos EUA, também realizando lucros recentes, S&P -0,5%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,5%, prejudicadas por  dúvidas em torno da reforma tributária de Trump e pela divulgação de resultados corporativos abaixo do esperado, principalmente entre os bancos e as empresas de tecnologia.

Conforme já esperado por mais de 90% do "mercado", ontem, em um ritmo menor que nos anteriores (-1,0%), o Copom anunciou um corte de -0,75% da taxa básica de juros, de 8,25% para 7,5% ao ano, o que representa o segundo menor patamar da história, e indicou que na sua próxima reunião, que ocorrerá nos dias 5 e 6/DEZ/17, a redução será de -0,5%.

Ao retirar do seu comunicado o trecho que mencionava um "encerramento gradual do ciclo", o BC indicou que em 2018 pode seguir cortando a taxa básica de juros, algo que a grande maioria do "mercado" ainda não "apostava".

É importante ressaltar que, "com a taxa básica de juros em 7,5% ao ano", (1) é impossível ganhar 1% ao mês sem correr riscos, o que vai aumentar a atratividade das ações e dos fundos multimercado, (2) os financiamentos imobiliários ficam mais baratos, o que deve ajudar o setor a ao menos parara de "sangrar", (3) as taxas de administração dos fundos de renda fixa "bancões" é cada vez mais prejudicial e (4) a poupança, que já era uma porcaria, fica ainda pior.

Animando investidores, ontem o governo Temer deu sinal verde para a privatização de 13 aeroportos, que poderão ser concedidos individualmente ou em blocos, porém, para agradar o ex-deputado Valdemar Costa Neto, que quer manter seus cabides de emprego, o aeroporto de Congonhas, considerado a "joia da coroa", ficou de fora da lista.

Impulsionado pelo forte aumento (94%) no uso de usinas térmicas de geração de energia, já que os reservatórios das hidroelétricas estão baixíssimos, em AGO/17 o consumo brasileiro de gás natural foi 23,3% maior que em AGO/16.

Usando "a velha tática tupiniquim de fazer o Estado criar dificuldades para depois os políticos poderem vender facilidades", ontem os "nobres" senadores aprovaram em plenário um projeto de lei que aumenta o poder de BC e da CVM em investigações de bancos e empresas por infrações administrativas e em irregularidades em operações no mercado financeiro.

Se esbaldando no monopólio bancário tupiniquim, o Santander Brasil anunciou ontem que no terceiro trimestre deste ano seu lucro líquido cresceu 37,3% na comparação com o mesmo período de 2016, impulsionado principalmente pelo aumento da sua carteira de crédito, que também poderia ser chamado de agiotagem.

Com cerca de um ano de atraso, o que comprova pela enésima vez a incapacidade operacional de uma Estatal, a Petrobras planeja para o dia 15/NOV/17 o início da produção na área de Libra, que é a maior descoberta brasileira de petróleo.

-    A Eletrobras avançou 3,45%, novamente embalada pela perspectiva de privatização da empresa, diante de "rumores" de que a Medida Provisória que abre caminho para isto deve ser editada na próxima semana.
-    A Kering subiu 8,8% na bolsa de Paris, impulsionada pelo balanço da empresa, no qual foi revelado que as marcas Gucci e Yves Saint Laurent ajudaram a puxar as vendas no terceiro trimestre.

Política:

Ficou claro ontem, durante da votação da segunda denúncia contra Temer, que 99% do Congresso, na base "aliciada" ou na oposição, é contra a vontade da maioria da população, já que (1) os comparsas do Temer, bandidos e mentirosos, dizem que a queda dele seria ruim para a economia, que ele pode ser investigado pelos crimes após o mandato e que a Dilma, de quem ele foi vice 2 vezes, quebrou o país e (2) os petistas, bandidos e/ou idiotas, dizem que votam contra as reformas, contra o teto dos gastos públicos e contra as privatizações e que Temer, que foi escolhido para ser vice de Dilma 2 vezes, é corrupto.

Mostrando que "é uma missão quase impossível o governo Temer ter os 308 votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência", na primeira denúncia contra o presidente 265 deputados votaram com o governo, já ontem este número caiu para 251.

Dando uma pequena amostra de como Temer conseguiu manter seu cargo e se livrar da cadeia, o deputado Fernando Chapadinha, do PODE da Paraíba, só marcou presença para dar quórum à votação após checar, no diário oficial, que tinha emplacado um afilhado na diretoria da Funasa de seu Estado.

Para ficar blindado de qualquer acusação de indisposição com o governo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pediu aos principais aliados que marcassem presença assim que a sessão de ontem foi aberta, por volta das 9h.

Cada dia mais próximo de Aécio, principal bandido do PSDB, Temer está disposto a manter o PSDB em seu governo, mesmo após o placar de 23 a 20 votos dos tucanos pela aceitação da denúncia contra ele.

Com cada dia mais chance de ser o candidato tucano à presidência em 2018, Alckmin, governador de SP, tem em mãos pesquisas que mostram a queda considerável na aprovação de Dória, prefeito de SP e seu "ex-pupilo", de quem ele aliás passou a nutrir sentimento de "desdém".

Crítica:

Canalha, safado e sem escrúpulos, Caetano Veloso afirmou, em entrevista à TV Globo, que Palocci é o verdadeiro culpado de tudo e que ele sempre teve "cara de pilantra".

"Sem dar trégua aos bandidos", na manhã de hoje a Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão no Ministério do Turismo, em Brasília, em um desdobramento da Operação Lava Jato que que investiga um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo Eduardo Alves, peemedebista, ex-presidente da Câmara, ex-titular do Turismo e atualmente presidiário.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário