R.B. 13/OUT/17 "Na pratica é exatamente como colocar a raposa para tomar conta do galinheiro"



"Na pratica é exatamente como colocar a raposa para tomar conta do galinheiro"

Orlando, 13 de outubro de 2017 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, “ajustando-se” às perdas das principais bolsas mundiais durante o feriado e também prejudicada pela provável piora do “humor” dos investidores com a política tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando as perdas do pregão anterior, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Quarta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,3%, realizando lucros após fechar o pregão anterior batendo mais um recorde histórico em pontos (76.897pts), com bom volume de negócios (R$ 9,5bi) e com os investidores, principalmente externos, tentando entender como a Suprema Corte Tupiniquim pode aventar a possibilidade, o que foi confirmado após o fechamento do pregão, de permitir que os parlamentares sejam ao mesmo tempo legisladores e juízes e (2) o DÓLAR caiu -0,4% à R$ 3,17, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante dos sinais de manutenção do gradualismo na política monetária dos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 0,1%, beneficiadas pelo otimismo entre investidores com a perspectiva de que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, consiga um resultado forte nas eleições parlamentares do país, (2) da EUROPA, próximas da estabilidade, Inglaterra 0,3%, França -0,1% e Alemanha 0,1%, sem sinalização única, em meio a “rumores” de que as negociações sobre o Brexit atingiram um impasse e (3) dos EUA, realizando lucros, S&P -0,2%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,2%, prejudicadas pelo recuo das commodities e pela divulgação de resultados corporativos piores do que o esperado, como o do Citigroup (-3,4%).

Contando cada dia mais lorota, o Ministro tupiniquim da Fazenda Meirelles “garantiu”, desta vez em um seminário a investidores em Washington, que o PIB do Brasil pode subir 4% ao ano "em três, quatro anos" se reformas macroeconômicas, como a da Previdência e a tributária, forem aprovadas.

Coberto de razão, Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência pelo PSC e que também está nos EUA para falar com investidores afirmou, em um evento com uma organização que defende o livre mercado, que os investimentos no Brasil são prejudicados por Brasil um “manto de desconfiança” e que os investidores querem alguém que lute para diminuir o Estado.

Apesar de ainda alertar que condições monetárias e financeiras frouxas em um cenário de inflação fraca estão elevando os riscos no médio prazo, o FMI divulgou um relatório ressaltando que a recuperação econômica global fortaleceu a estabilidade financeira.

Colocando mais uma vez a conta do gigantismo do estado e da corrupção para os trabalhadores e empresários pagarem, Meirelles, Ministro da Fazenda, confirmou que há "estudos preliminares" para um possível aumento das alíquotas do PIS/Cofins como forma de compensar as perdas de arrecadação com a exclusão do ICMS da base de cálculo desses tributos.

Apresentando sinais divergentes da economia brasileira, (1) em AGO/17 o volume de vendas do varejo caiu -0,5% na comparação com JUL/17 e recuou o que representa o resultado mais fraco para agosto desde 2015 e (2) em SET/17 a receita administrada pela Receita Federal, sem contar a Previdência, fechou o mês passado em R$ 65 bilhões, o que representa uma alta de cerca de 7% em relação a AGO/17 e de 10% em relação a SET/16.

Mostrando que, com o fim da era do petróleo, as petrolíferas “inteligentes” se tornarão empresas de energia, a britânica Royal Dutch Shell fechou acordo para comprar a holandesa NewMotion, que é dona de uma das maiores redes de recarga de carros elétricos da Europa, no primeiro negócio da companhia na área de mobilidade elétrica, um segmento que especialistas apostam que deve crescer rapidamente.

Ontem a cotação do Bitcoin, que é a principal criptomoeda que existe, fechou no maior patamar da história, porém é importante ressaltar que, apesar de conquistarem cada dia mais espaço no portfólio dos investidores e nas áreas de análise das instituições financeiras, este certamente é um investimento de risco elevado, pela sua (1) inovação, (2) volatilidade e (3) complexidade.

Enquanto na Lava Jato paranaense o ex-presidente Lula já está com uma apelação em trâmite na segunda instância, na Justiça Federal de Brasília, onde está a maioria dos processos do petista, o ritmo é muito mais lento e não dá sinais de desfecho de seus casos tão cedo.

Política:

Em uma “bola cantada” no começo de mês e preparada na semana passada, o Supremo Tribunal Federal, com o voto de minerva de sua presidente Carmen Lucia, decidiu que no Brasil apenas os “nobres, magnânimos e justíssimos” parlamentares podem caçar os próprios mandatos, o que “na pratica é exatamente como colocar a raposa para tomar conta do galinheiro”.

Ampliando a construção da narrativa do mártir, ontem o PT, durante seu horário gratuito na TV, se concentrou na defesa de Lula, ressaltando que o referido ex-presidente sofre perseguição política e que querem "impedir a sua candidatura em 2018".

Com Rodrigo Maia, presidente da Câmara, culpando o governo pela falta de quórum e dizendo que os esforços do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, foram "jogados no lixo", ocorreu mais uma tentativa frustrada de votar a medida provisória 784, conhecida como a MP da Leniência, 1ue perde a validade no dia 19/OUT/17 e que poderia ter um efeito fiscal positivo de R$ 17,3bi.

Visivelmente contrariado, Meirelles, ministro brasileiro da Fazenda, tentou minimizar a declaração do líder tucano Tasso Jereissati, de que, se passar a reforma da Previdência, será uma "coisa chocha".

Apesar de serem bastante pressionados por Alckmin, que agora é comparsa de Temer, os deputados federais Vitor Lippi e João Paulo Papa, do PSDB de SP, “garantiram” que votarão à favor da denúncia contra o referido presidente.

Pressionada pelos seus eleitores, a bancada do PT no Senado, que protestou contra excessos do Judiciário quando o Supremo Tribunal Federal suspendeu o mandato de Aécio, decidiu que votará para mantê-lo afastado quando o caso for examinado pelo plenário, mesmo sabendo que seus esforços serão inócuos.

Acreditando que tem votos, algo que nunca aconteceu, o tucano Serra afirmou, em um jantar na casa do ministro e também seu amigo Kassab, que não descarta a possibilidade de concorrer novamente ao governo do Estado em 2018.

Crítica:

Dando 2 amostras da enorme insegurança jurídica de se investir no Brasil, (1) a Justiça do Trabalho avalia não aplicar parte das novas regras da reforma trabalhista, aprovada recentemente no Congresso Nacional, por considerar que elas violam direitos previstos na Constituição ou em convenções internacionais, como a prevalência dos acordos coletivos sobre a legislação e (2) mais de 40% do valor já negociado pela Petrobras em seu processo de venda de ativos, iniciado há 2 anos, esbarra em impasses na Justiça e com a defesa da concorrência.

Com a revolução verde finalmente chegando ao Brasil, a Volkswagen Caminhões e Ônibus, empresa do grupo MAN Latin America, apresentou, na Alemanha, o protótipo do e-Delivery, que é o caminhão elétrico que será produzido na fábrica de Resende, no RJ.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário